Venda de maconha vai financiar programa de prevenção à violência em Illinois (EUA)

economia da maconha colorado nao sabe o que fazer com tanto dinheiro Venda de maconha vai financiar programa de prevenção à violência em Illinois (EUA)

Organizações de prevenção à violência receberão subsídios financiados por impostos gerados pelas vendas de cannabis no estado. As informações são do Marijuana Moment, com tradução por Henrique Oliveira*

O estado de Illinois anunciou oficialmente nessa sexta-feira (16) que vai financiar US$ 3,5 milhões, em impostos cobrados sobre vendas de maconha, para organizações que trabalham com programas de prevenção à violência.

Esta é a última oportunidade de financiamento a ser disponibilizada por meio do Programa Restaurar, Reinvestir e Renovar (R3), que foi criado de acordo com a lei de legalização da maconha em Illinois. A política estipula que 25% dos impostos sobre a maconha devem ir para o reinvestimento nas comunidades mais afetadas pela violência, encarceramento e pobreza.

Os novos subsídios apoiarão os esforços para combater especificamente a violência durante os meses de verão, quando o crime geralmente ocorre com mais frequência.

“Temos que abordar as causas profundas da violência e investir nas comunidades e nas pessoas que merecem mais recursos e oportunidades do que historicamente receberam”, disse a tenente-governadora Juliana Stratton (D) em um comunicado à imprensa. “Esses subsídios irão aumentar as oportunidades de trabalho, fornecer espaços seguros e outras saídas positivas para jovens e adultos emergentes. Quando capacitamos as pessoas, mudamos vidas e comunidades.”

Leia também: Venda de maconha vai financiar reparação histórica pela escravidão em Illinois (EUA)

Organizações sediadas em 12 cidades de Illinois — incluindo Chicago e Joliet — receberão o financiamento. Elas incluem Bethel Family Resource Center, Boxing Out Negativity Inc., Free Lunch Academy, The Outlet e Youth With A Positive Direction.

Usando uma abordagem de saúde pública, esta resposta de emergência à violência do verão vai expandir e aumentar os recursos destinados a lidar com o risco de escalada da violência, que ocorre a cada ano nas comunidades mais vulneráveis ​​do estado”, disse Delrice Adams, diretora interina da Autoridade de Informação de Justiça Criminal de Illinois (ICJIA).

Illinois provou ter um mercado robusto de cannabis para consumo adulto, que gerou uma receita tributária significativa para esses e outros fins. Com base em dados mensais, Illinois deve ter mais de US$ 1 bilhão em vendas de maconha para adultos em 2021. E isso, é claro, significa mais dólares de impostos. No ano passado, Illinois vendeu cerca de US$ 670 milhões em cannabis e arrecadou US$ 205,4 milhões em impostos.

Illinois começou a receber mais dólares de impostos da maconha do que do álcool no início deste ano, informou o Departamento de Receita do estado em maio. De janeiro a março, Illinois gerou cerca de US$ 86,5 milhões em receita de impostos sobre a maconha para uso adulto, em comparação com US$ 72,2 milhões das vendas de bebidas alcoólicas.

Vendas de cannabis em Illinois (EUA) continuam batendo recordes, com receita excedendo a de bebidas alcoólicas

Junho foi o quarto mês consecutivo em que as vendas recreativas de maconha ultrapassaram US$ 100 milhões, de acordo com o Departamento de Regulamentação Financeira e Profissional. No mês passado, viu uma soma monetária ligeiramente superior de US$ 116,38 milhões em compras de cannabis, embora para menos itens individuais vendidos.

As autoridades de Illinois enfatizaram que o dinheiro dos impostos de todas essas vendas está sendo bem utilizado. Por exemplo, o estado anunciou em janeiro que está distribuindo US$ 31,5 milhões em subsídios financiados pelos dólares dos impostos sobre a maconha a comunidades que foram desproporcionalmente impactadas pela guerra contra as drogas.

Conceder o novo dinheiro do subsídio não é tudo o que Illinois está fazendo para promover a equidade social e reparar os danos da criminalização da maconha. O governador, JB Pritzker, anunciou em dezembro que seu escritório processou mais de 500.000 expurgações e perdões para pessoas com condenações por maconha em seus registros.

Da mesma forma, uma iniciativa financiada pelo estado foi recentemente estabelecida para ajudar os residentes com condenações por maconha a obter assistência jurídica e outros serviços para que seus registros sejam eliminados.

Mas a promoção da equidade social na indústria de cannabis do estado provou ser um desafio. Illinois tem enfrentado críticas de defensores e ações judiciais de candidatos a negócios de maconha que acham que as autoridades não fizeram o suficiente para garantir a diversidade entre os proprietários de negócios no setor.

Pritzker assinou um projeto de lei que entrou em vigor na quinta-feira que visa construir sobre a lei de legalização do estado, criando mais oportunidades de licenciamento de negócios de maconha que visam ajudar as pessoas de comunidades desproporcionalmente afetadas a entrar na indústria da maconha.

*Henrique Oliveira é historiador e militante antirracista contra a proibição das drogas.

Leia mais:

Michigan (EUA) distribui US$ 10 mi em receita de impostos sobre maconha para comunidades

#PraTodosVerem: fotografia mostra um rolo de notas de dólar preso com elástico junto a uma porção de buds de maconha, sobre uma superfície espelhada, em fundo escuro.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!