High Times pode focar na distribuição de maconha com nova CEO

simon ceo high times revista americana maconha High Times pode focar na distribuição de maconha com nova CEO

Com a chegada de Stormy Simon como nova CEO da empresa, parece que a High Times buscará uma transformação do ramo de mídia e entretenimento para o de distribuição de maconha

A High Times Holding Corp., empresa controladora da revista High Times, anunciou nesta segunda-feira (6) que a executiva Stormy Simon foi nomeada a nova CEO. Simon ingressa na empresa após atuar anteriormente como presidente da varejista on-line Overstock.com e sucederá Kraig Fox, que deixou o cargo de CEO e presidente na véspera de Natal.

A High Times Holding entrou em contato com Fox em abril de 2019 para ajudá-la numa série de eventos e conferências sobre maconha, como a Cannabis Cup, além de uma editora de revistas dentro do tema. Kraig Fox, ex-executivo da LiveNation, Core Media (produtora de American Idol), Dick Clark Productions, entre outras, embarcou na High Times em abril com planos de elevar a empresa a um novo estágio.

Com a saída de Fox, a HTH parece buscar uma transformação de empresa de mídia e entretenimento para uma empresa de distribuição de maconha, de acordo com o comunicado na SEC – Securities and Exchange Comission (comissão de valores mobiliários dos EUA), segundo artigo do New York Post.

A contratação de Simon “ocorre quando a empresa se prepara para desenvolver seus negócios de distribuição física e virtual“, afirma o documento da SEC sobre a nomeação de Simon.

“Estou honrada em assumir esse papel em um momento tão crucial para esta marca icônica”, disse Simon em comunicado e publicação na própria High Times. “Como milhões de outras pessoas, confio na High Times há anos e mal posso esperar para usar minha experiência para desenvolver a próxima renovação de nossos negócios: entregar os melhores produtos nas mãos do consumidor”, acrescentou.

O presidente executivo da High Times, Adam Levin, que permanecerá em seu cargo atual, saudou o tempo de Simon na Overstock, onde ela ocupou vários papéis em um mandato que durou 15 anos. Além de atuar como presidente, Simon também liderou a categoria de livros, músicas e vídeos da varejista, além de supervisionar todo o marketing offline, incluindo televisão, rádio e mídia impressa. Ela deixou o cargo de presidente da Overstock em 2016 para entrar na indústria da cannabis.

Em comunicado à imprensa na segunda-feira, Levin elogiou Simon por revolucionar o departamento de marketing da Overstock.com e acrescentou que ela é “altamente qualificada em desmembrar e reconstruir departamentos”.

“A Stormy revolucionou o departamento de marketing da Overstock.com e, em seguida, o departamento de atendimento ao cliente, durante um período desconhecido na história do comércio eletrônico, levando a Overstock.com a aumentar sua receita de US$ 20 milhões para mais de US$ 2 bilhões. Nos últimos dois anos, Stormy atuou no Conselho de Administração da High Times; além de sua nova função como CEO, ela continuará atuando como membro do Conselho de Administração da Companhia.”

Apesar de não ficar claro no comunicado de imprensa o que exatamente a High Times quis dizer ao “desenvolver seus negócios de distribuição“, a High Times tem se esforçado para tornar lucrativas suas fusões e aquisições frente à crescente indústria da cannabis norte-americana.

Leia também:

High Times despede funcionários da revista DOPE em Seattle

#PraCegoVer: em destaque, fotografia de rosto de Stormy Simon, sorridente: Foto: Simon | High Times.

lazy placeholder High Times pode focar na distribuição de maconha com nova CEO

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas. CEO "faz-tudo" e Co-fundador da Smoke Buddies, um projeto que começou em 2011 e para o qual, desde então, tenho me dedicado exclusivamente.
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário