HempWood: madeira de cânhamo é opção sustentável com inúmeros benefícios

hempwood ripas HempWood: madeira de cânhamo é opção sustentável com inúmeros benefícios

“A natureza adensa a madeira à medida que ela cresce ao longo dos anos. Estamos fazendo isso muito rápido em uma planta de cânhamo de quatro meses, em vez de uma cerejeira brasileira de 200 anos”, explica Greg Wilson, criador do novo material de design ecológico, para a Cool Hunting

Um personagem detentor de patentes do tipo Willy Wonka que cria materiais de construção e design sustentáveis ​​a partir de várias fibras, Greg Wilson divulgou detalhes de seus mais recentes desenvolvimentos que focam na dinâmica e controversa planta de cânhamo. Sua criação, HempWood, e sua empresa controladora, Fibonacci, estão sediadas em uma fábrica em um antigo milharal no Oeste de Kentucky (EUA). E aí, a carga de trabalho do dia a dia de Wilson inclui educar os consumidores e imaginar os processos para novas aplicações de sua invenção. Isso sem levar em consideração sua relação com os avanços contínuos da legalização do cânhamo nos Estados Unidos. De experimentos em porões e garagens a iterações ecológicas e voltadas para o design, a história da HempWood é envolvente.

Greg Wilson 1024x683 HempWood: madeira de cânhamo é opção sustentável com inúmeros benefícios

site sb HempWood: madeira de cânhamo é opção sustentável com inúmeros benefícios

“Historicamente, mais de 80% do cânhamo dos EUA crescia em Kentucky antes de ser regulamentado, o que me diz que está voltando a ser desta forma”, Wilson nos contou durante a chamada via Zoom de seu escritório em Kentucky. “Estamos trabalhando com a Universidade Estadual do Oregon e a Universidade Estadual de Murray, em Murray, Kentucky. Kentucky tornou mais fácil abrir uma loja, então me mudei da China para cá”. Um americano, Wilson tem uma empresa no estado insular da Tasmânia, na Austrália, e algumas operações na China, explorando tecnologias semelhantes ao que está fazendo com o cânhamo nos EUA.

Leia mais: Casa feita de cânhamo foi construída em dois dias na Inglaterra

A01I6506 HempWood: madeira de cânhamo é opção sustentável com inúmeros benefícios

“É tudo baseado nesse algoritmo que permite transformar uma fibra vegetal em um composto de madeira”, diz ele. “Você tem que modificá-lo um pouco para as diferentes fibras que estão chegando, mas para o cânhamo também tivemos que nos esquivar e contornar a regulamentação governamental, Covid, incêndios florestais e tudo o mais que 2020 teve a oferecer”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compreender qualquer um dos empreendimentos de Wilson significa compreender sua missão pessoal. “Todo o propósito da Fibonacci, assim como de qualquer um dos meus outros projetos, é fazer algo positivo que beneficie o mundo, suas pessoas e seu meio ambiente”, diz ele. “O cânhamo confere com todas essas caixas. Ele é eco-friendly; cresce muito, muito rápido enquanto retira carbono do ar. O mercado demanda isso”. Devido à regulamentação, as grandes corporações ainda não entraram no mercado e isso deu a Wilson a oportunidade de resolver o problema com as próprias mãos.

A01I6421 HempWood: madeira de cânhamo é opção sustentável com inúmeros benefícios

Talvez o maior desafio com HempWood — e todos os seus outros produtos — seja o reconhecimento do nome.

“Ninguém compra piso dizendo ‘ei, me dê um pouco de eucalipto’. Eles dizem: ‘eu gostaria de piso de madeira’. No entanto, notamos que se for uma categoria totalmente diferente, eles a chamarão pelo nome, como bambu ou cortiça. Achamos que as estrelas se alinhavam com o cânhamo, então agora estamos tentando ganhar um lugar na prateleira junto com os outros itens. Nós inventamos a HempWood, registramos o nome e patenteamos o processo, então esta é a nossa categoria.”

“Cânhamo gera mais empregos e opções de desenvolvimento que a cannabis medicinal”

O bambu foi o material de entrada. Antes da HempWood, Wilson trabalhava para uma grande empresa de materiais na China que estava em busca de novas matérias-primas. “Montamos um laboratório de nanotecnologia na Universidade Flinders, na Austrália. Cânhamo, ou ‘madeira de maconha’, como o chamávamos na época, foi uma das coisas que passou por nosso processo de P&D lá”. A pesquisa ficou sem uso por quase seis anos. Então, em 2014, quando a primeira Farm Bill (lei agrícola) foi aprovada e depois que Wilson saiu por conta própria para desenvolver tecnologia de madeira reciclada na Tasmânia (depois de obter um diploma de negócios em Harvard), chegou uma ligação a respeito de seu conhecimento sobre “madeira de maconha”, de uma empresa de capital aberto. Após as discussões, considerou-se que eles não podiam seguir em frente, então ele o fez sozinho.

Entre 2014 e 2018 (quando o desenvolvimento e a pesquisa do cânhamo se tornaram legais em nível federal), Wilson e sua equipe fizeram tudo ao seu alcance para desenvolver sua tecnologia. Às vezes, significava soldar as coisas no último segundo, às vezes significava correr riscos legais. Como um jogador menor na arena, eles precisavam proteger toda sua propriedade intelectual. Wilson fez de tudo para vender uma propriedade a fim de registrar patentes em todo o mundo.

A01I6499 HempWood: madeira de cânhamo é opção sustentável com inúmeros benefícios

Leia: Governo oferece treinamento para a produção de cânhamo na Tailândia

Quando questionado sobre o que é HempWood, Wilson é bastante claro. “Não é madeira”, diz ele. “É um compósito de madeira composto por mais de 80% de fibra de cânhamo. Pegamos todo o caule e passamos por uma máquina de trituração que quebra a estrutura celular. Em seguida, mergulhamos nesses enormes tonéis de proteína de soja, misturada com água e com o ácido orgânico usado pela indústria de papel toalha. É essencialmente papel machê”. A ciência por trás disso continua a progredir com base na necessidade. Alguém queria poder usar a HempWood para torneamento de madeira, então foram ao laboratório e descobriram como modificar a receita.

A01I6536 HempWood: madeira de cânhamo é opção sustentável com inúmeros benefícios

“A natureza adensa a madeira à medida que ela cresce ao longo dos anos. Estamos fazendo isso muito rápido em uma planta de cânhamo de quatro meses, em vez de uma cerejeira brasileira de 200 anos”, explica.

“Somos a única empresa de fibra de cânhamo em escala nos EUA”, continua ele. “Há outras pessoas negociando e outras falando sobre isso, mas nós somos os únicos fazendo isso. Nossa tecnologia está aí”. O produto, então, pode ser usado em interiores, pisos não estruturais, móveis, paredes de realce, molduras, artigos domésticos e atividades de hobby. Tem sido usado por artesãos em mesas, armários e tigelas. Em última análise, Wilson diz: “Somos um desafiador para o carvalho branco americano. Nosso produto é mais duro e mais estável. Então, vamos ver o que acontece”. Os primeiros usuários têm usado em restaurantes e o material já começou a encontrar um lar em lojas e dispensários de cannabis eco-friendly.

A01I6441 HempWood: madeira de cânhamo é opção sustentável com inúmeros benefícios

Leia mais – Óculos de cânhamo: sustentabilidade e inovação na indústria argentina

Ainda assim, a educação ainda tem um longo caminho a percorrer. “A primeira coisa que as pessoas fazem com nossa HempWood é pegá-la e cheirá-la. A pergunta número um que recebemos, de brincadeira, é ‘se isso pegar fogo, as pessoas ficam chapadas?’”. É por isso que Wilson está diversificando as formas de venda: de produtos acabados a kits de HempWood e a própria matéria-prima.

A01I6490 HempWood: madeira de cânhamo é opção sustentável com inúmeros benefícios

A empolgação de Wilson é palpável. “Recebemos a certificação de isenção do Ato de Substâncias Controladas de 1970, somos a primeira fábrica de cannabis a se enquadrar nisso, o que também significa que as leis agrícolas de 2014 e 2018 não se aplicam, porque usamos apenas o caule”. Isso permitiu que a marca se candidatasse a concessões de energia renovável à medida que transformavam seus resíduos de cânhamo em energia na fábrica. Eles também conseguiram novas patentes que lhes permitirão conduzir eletricidade através de sua madeira — e os sonhos de Wilson para sua aplicação são nada menos que ficção científica tornada realidade.

Leia também:

Três benefícios do cultivo de cânhamo para a agroindústria

#PraCegoVer: em destaque, fotografia que mostra uma pilha de pequenas ripas de hempwood, onde se vê diversas tonalidades de madeira de forma irregular, ao longo de seu comprimento. Fotos: Jeremy McKeel / divulgação.

smokebuddies logo2 HempWood: madeira de cânhamo é opção sustentável com inúmeros benefícios

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!