Califórnia Europeia: Grécia cultiva oportunidades de negócios da maconha

flores grecia Califórnia Europeia: Grécia cultiva oportunidades de negócios da maconha

A Europa vem sendo palco de uma tendência de legalização da maconha que atrai os olhares de investidores e um dos países favoritos é a Grécia, com clima ideal e localização estratégica. As informações são do The Wall Street Journal e a tradução da Smoke Buddies.

Christa Pappa deixou o emprego como bióloga pesquisadora no ano passado para se concentrar em sua verdadeira ambição de carreira: vender maconha.

Quando a Sra. Pappa e seu marido abriram uma loja em Atenas, em 2002, oferecendo roupas e outros produtos feitos de cânhamo, logo se viram enfrentando acusações criminais por tráfico de drogas. Eles foram absolvidos depois de combater as acusações nos tribunais gregos por quase uma década.

“Queríamos manter o negócio aberto a qualquer custo”, disse Pappa. “Isso quase nos destruiu financeira e psicologicamente, mas vimos o que estava por vir e queríamos fazer parte disso”.

O que está vindo, na opinião dela e de mais empresários e investidores, é um boom no crescimento e venda de maconha legal na Europa. A Grécia pode ser um dos maiores vencedores.

lazy placeholder Califórnia Europeia: Grécia cultiva oportunidades de negócios da maconha

#PraCegoVer: fotografia em plano média de Christa Pappa sorrindo e segurando o que parece ser um baseado apagado, com o braço apontado para cima e, na outra mão, um isqueiro, com o braços próximo à mesma onde está sentada; ao lado, em pé e vestindo uma jaqueta preta, Argyris Mountzouris que segura um livro, enquanto observa uma estante cheia de livros e revistas; às suas costas (lateral esquerda da foto), pode-se ver uma estante com mochilas e outros produtos feitos de cânhamo. Créditos: Anna Pantelia / The Wall Street Journal.

A Grécia, que está emergindo lentamente de uma crise financeira decadente, acaba de emitir as duas primeiras licenças para empresas privadas cultivarem cannabis e deve conceder outras 12 licenças este mês.

A Grécia legalizou a cannabis para uso medicinal em 2017 e suspendeu a proibição de cultivá-la e produzi-la em 2018. Atualmente, o uso medicinal de cannabis é permitido em nove países da Europa, mas outros estão considerando o exemplo a seguir.

“É a Califórnia Europeia”, disse James Ickes, sócio-gerente da Devcann, empresa de Ohio que está investindo 12 milhões de euros (US$ 13,7 milhões) para cultivar, processar e exportar cannabis medicinal e industrial na Grécia.

O investimento na indústria da cannabis decolou na América do Norte graças à recente legalização no Canadá, com as startups se proliferando e as ações das empresas de maconha crescendo. Espera-se que o boom se espalhe para os EUA após a aprovação da lei agrícola de 2018, em dezembro, que legaliza o cânhamo industrial e o afrouxamento das restrições à maconha em mais três estados durante as eleições de meio de mandato.

Os países do sul da Europa, com sol abundante e invernos suaves, como Grécia, Portugal e Chipre, são um lugar ideal para o cultivo de cannabis e devem se tornar o centro da indústria legal de cannabis na Europa. Mão de obra acessível e de fácil acesso a outros países europeus também tornam a localização ideal. Investidores e empresas do setor estimam que o mercado de maconha medicinal da Europa pode exceder os 50 bilhões de euros em vendas anuais.

“A Grécia é pioneira, pois é um dos poucos países que oferece a oportunidade de exportar, e a localização é ótima: um caminho para a Europa e o Oriente Médio”, disse Ickes.

lazy placeholder Califórnia Europeia: Grécia cultiva oportunidades de negócios da maconha

#PraCegoVer: fotografia em vista superior do que parece ser um papel tipo cartão na cor creme. com o desenho de uma folha de maconha na cor marrom claro (parte inferior esquerda da foto), ao lado de frascos de vidro lacrados com etiquetas contendo o desenho da folha de maconha; os objetos estão sobre uma superfície de granito. Créditos: Anna Pantelia / The Wall Street Journal.

As primeiras licenças facilitarão um investimento inicial de € 185 milhões, que pode chegar a € 1 bilhão nos próximos três anos, disseram autoridades do governo grego. Nikos Karanikas, que coordena o plano da indústria de cannabis do governo, disse que pelo menos mais 10 empresas, principalmente do Canadá e Israel, estão procurando investir entre 10 e 100 milhões de euros cada no setor. Todos elas estão direcionando as exportações para mercados mais ricos e maiores, como a Alemanha.

A empresa canadense Tilray, que em 2016 se tornou a primeira empresa a exportar produtos de cannabis para a Europa da América do Norte, começou a cultivar suas fábricas no centro de Portugal no ano passado.

“Nós vemos uma demanda global crescente”, disse Brendan Kennedy, CEO da Tilray. “Quando entrei no setor em 2010, a maconha medicinal era legal em 15 países. Hoje são mais de 35 países e é muito claro para mim que haverá mais de 60 nos próximos 24 a 36 meses”, disse ele.

Chipre também planeja conceder suas primeiras licenças em breve.

“As percepções estão mudando à medida que o setor cresce”, disse Andreas Gennimatas, sócio de duas empresas prestes a começar a fazer negócios na Grécia. “É como a internet no final dos anos 90”.

Grande parte da sociedade grega é tradicionalmente conservadora e desconfiada da cannabis.

A Sra. Pappa e seu marido disseram que se encontraram com desaprovação generalizada por muitos anos. Logo após a abertura da loja, a polícia a invadiu e apreendeu provas, incluindo um par de shorts à venda, para testar drogas ilegais. Embora as roupas fossem feitas de cânhamo industrial e não de maconha contendo o químico psicoativo THC, ela foi acusada de tráfico de drogas. Muitos dos amigos e parentes do casal viraram as costas para eles, disseram eles. Seu sogro vendeu sua casa para ajudá-los.

lazy placeholder Califórnia Europeia: Grécia cultiva oportunidades de negócios da maconha

#PraCegoVer: fotografia de Argyris abaixado (no lado direito da foto), enquanto pinga gotas na refeição do gatinho que cheira a comida; ao fundo pode-se ver as instalações de uma cozinha e Sr.ª Pappa em pé e observando. Créditos: Anna Pantelia / The Wall Street Journal.

Hoje, no entanto, a Grécia precisa urgentemente de investimentos para ajudá-la a se recuperar de seus profundos problemas econômicos, e as críticas à nova onda de investimento em cannabis foram silenciadas.

“A recessão financeira fez a região avançar nessa direção”, disse Argyris Mountzouris, marido de Pappa. “Somos uma sociedade em crise à procura de novos modelos de investimento, tanto para nossa agricultura quanto para nossas indústrias – e esse mercado pode oferecer ambos”.

Por enquanto, nenhum país europeu pretende legalizar a produção de cannabis para fins recreativos. Os investidores dizem que se concentram na cannabis medicinal no momento, mas que a cannabis recreativa pode seguir se as percepções negativas da planta diminuírem. A legalização para uso adulto poderia mais que dobrar os investimentos europeus no setor, estimam os investidores.

Odysseas, o gato de 18 anos da Sra. Pappa e Mountzouris, é um dos primeiros pacientes da Grécia a tomar cannabis medicinal. Ele sofre de artrite e outras dores relacionadas com a idade. Uma dose diária de óleo de cannabis em sua comida o deixa mais enérgico e brincalhão, disse o casal. Eles esperam que outros gregos tenham benefícios similares em breve.

Leia também:

Executivos do setor de maconha preveem boom do mercado europeu

#PraCegoVer: fotografia (capa) em close e vista superior de uma pequena lata metálica chata e aberta (na parte inferior, ao centro da foto), onde pode-se ver flores de maconha secas, em tons de verde e marrom, logo abaixo de duas latinhas empilhadas e fechadas (segundo plano fora de foco), onde podemos ver em sua tampa o desenho de uma folha de maconha em verde claro, com um fundo branco e ao centro de uma faixa circular preta, onde consta uma escrita em grego, na cor branca; nas laterais da foto pode-se ver partes de latas, na mesma disposição; sobre uma superfície clara que parece ser de madeira. Créditos da foto: Costas Baltas – Reuters.

Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!
[mailpoet_form id="2"]
Deixe seu comentário