Google proíbe venda de maconha através de apps na PlayStore

google veta app que vendem ou facilitam acesso a maconha Google proíbe venda de maconha através de apps na PlayStore

Com nova regra do Google, os aplicativos próprios para venda de maconha perdem recursos como “carrinho de compras”, entre outras ferramentas consideradas facilitadores de acesso.

O Google adicionou uma regra que proíbe aplicativos que “facilitam” a venda de maconha – mesmo que estejam operando em estados ou países onde a maconha já é legal. Em comunicado ao The Verge, a empresa diz que não está boicotando os apps com serviços relacionados a maconha, como Eaze e o Weedmaps, e nem quer que saiam da Google Play Store.

Segundo Google eles estão trabalhando com os desenvolvedores para tornar seus aplicativos compatíveis com as novas regras, em vez de tentar bani-los completamente da Play Store.

Com nova regra do Google, os aplicativos próprios para venda de maconha perdem recursos como “carrinho de compras”, entre outras ferramentas consideradas facilitadores de acesso.

A empresa descreve as mudanças como menos abrangentes do que parece: “Esses aplicativos simplesmente precisam mover o fluxo do carrinho de compras para fora do próprio aplicativo para ficarem em conformidade com a nova política, disse um porta-voz do Google. “Estamos em contato com muitos dos desenvolvedores e estamos trabalhando com eles para responder a quaisquer dúvidas técnicas e ajudá-los a implementar as alterações sem interrupção do cliente”.

A implementação da nova regra do Google não é exatamente novidade no mercado. A App Store já proíbe a chamada “facilitação da venda de maconha, tabaco ou substâncias controladas” há algum tempo e diz não incentivar “o consumo de produtos de tabaco, drogas ilegais ou quantidades excessivas de álcool”, por exemplo. Isso levou a proibição de alguns aplicativos sobre maconha no passado, embora tenham sido aliviados desde então, O Eaze e Weedmaps operam no iOS, mas não oferecem pedidos no app.

A nova política do Google é um esforço geral para uma Play Store mais segura para as crianças e a família.

#PraCegoVer: Fotografia mostra o logo do Google, nas cores azul, vermelha, amarela, azul e vermelha na faixada de vidro em um prédio da empresa.

lazy placeholder Google proíbe venda de maconha através de apps na PlayStore

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas. CEO "faz-tudo" e Co-fundador da Smoke Buddies, um projeto que começou em 2011 e para o qual, desde então, tenho me dedicado exclusivamente.
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário