Fundo de maconha de Snoop Dogg faz o primeiro investimento europeu

snoop dogg Fundo de maconha de Snoop Dogg faz o primeiro investimento europeu

Casa Verde, empresa de capital de risco do rapper, investe na AceCann, com sede em Lisboa. As informações são da Sifted, com tradução pela Smoke Buddies

Existem poucas pessoas neste mundo que sabem mais sobre cannabis do que a lenda do rap dos EUA Snoop Dogg, e agora o empresário-entusiasta da maconha está levando sua experiência herbal para a Europa.

Doggfather, também conhecido como Calvin Broadus, é cofundador do fundo de capital de risco Casa Verde, com sede em Los Angeles, e a empresa anunciou nessa terça (12) seu primeiro investimento na Europa, liderando uma rodada de US$ 15 milhões (€ 12,9 milhões) na AceCann, com sede em Lisboa.

site sb Fundo de maconha de Snoop Dogg faz o primeiro investimento europeu

Fundada em 2019, a AceCann é uma empresa de cannabis medicinal que se concentra no cultivo e extração de cannabis orgânica de grau médico. A startup irá utilizar o financiamento para desenvolver uma unidade de produção de ponta em Vendas Novas, a uma hora de Lisboa.

Em declarações à Sifted antes do anúncio, o presidente-executivo da AceCann, Pedro Gomes, disse que o envolvimento de Snoop Dogg e Casa Verde representa uma grande demonstração de confiança na startup.

“Ter a Casa Verde a bordo, com histórico nos EUA, e sendo o primeiro investimento na Europa, é definitivamente um selo de qualidade para nós”, afirma.

Leia também: Fundo de cannabis de Snoop Dogg fecha rodada de investimentos de US$ 100 milhões

Levando para dentro

Gomes descreve como muitos primeiros investidores na cannabis europeia, muitos deles do Canadá, se concentraram em Portugal devido aos seus baixos custos de mão-de-obra e clima ensolarado, mas AceCann agora usará um processo de produção totalmente interno. A razão para isso é o alto grau de consistência exigido para a cannabis medicinal.

“No mercado médico, você precisa ser muito preciso na forma como produz e precisa ter certeza de que sua produção é consistente”, explica ele. “Nós articulamos para fazer isso em uma instalação interna, de modo que já é algo diferente da maioria dos outros projetos europeus”.

A nova instalação fornecerá 3.500 m² de produção de cannabis, que será expandida à medida que o mercado crescer. Gomes prevê que em 2024 as novas instalações da AceCann possam produzir até € 15-20 milhões em vendas anuais.

O próximo episódio

Enquanto a América do Norte lidera a legalização dos usos medicinal e adulto de cannabis, a Europa está se atualizando, principalmente no que diz respeito à regulamentação do uso medicinal. Prevê-se que o mercado de cannabis medicinal na Europa alcance € 3,2 bilhões em 2025 e está se revelando uma grande isca para os investidores.

“À medida que a legalização se espalha pela Europa, prevemos um aumento rápido e exponencial na demanda por inflorescências e extratos de cannabis de alta qualidade”, diz Yonatan Meyer, sócio da Casa Verde.

Leia mais: Quem são os pacientes de cannabis medicinal na Europa?

Mas, embora muitos países estejam começando a permitir o uso de cannabis medicinal, o quadro regulatório é extremamente mistifório, diz Gomes. A Alemanha, ele explica, é um dos únicos países europeus que reembolsará a compra de um curso prescrito de cannabis medicinal, inflando bastante o tamanho relativo do mercado lá.

“É uma grande diferença quando você está falando sobre a aceitação do mercado”, diz ele. “Você precisa que as pessoas possam pagar pelos remédios. Em Portugal, a € 10 o grama, é um pouco difícil para um português conseguir fazer um tratamento contínuo com cannabis medicinal.”

Gomes, entretanto, acredita que enquanto os países estão se movendo em ritmos diferentes, quanto mais deles se abrirem para a cannabis medicinal, haverá uma “cascata” de países tratando a cannabis medicinal como qualquer outro medicamento.

Com a oportunidade, é claro, vem a competição, e só em Portugal existem 16 startups com licenças de cultivo que competem para abastecer os armários de medicamentos da Europa com cannabis.

Gomes espera que o processo de produção interna da AceCann se traduza em um produto de maior qualidade e mais consistente do que seus rivais.

E com o apoio de Snoop Dogg e Casa Verde, a startup certamente tem o seu nariz na frente do bloco quando se trata de patrocinadores de alto perfil.

Leia também:

Número de plantações de maconha mais do que duplicou em Portugal

#PraTodosVerem: foto mostra Snoop Dogg, dos ombros para cima, com os olhos bem abertos e as mãos erguidas à altura da cabeça, e um fundo pérola liso. Imagem: Variety.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!