As “freiras” da Califa lutam contra a proibição da venda de maconha

freiras maconha smoke buddies As freiras da Califa lutam contra a proibição da venda de maconha

As chamadas “Irmãs do Valley” possuem uma linha de extratos da erva que não contém THC feita para fins medicinais. Agora, sua missão é barrar a nova portaria da cidade de Merced, na Califórnia, que proíbe o comércio e cultivo da erva na região.

As “Irmãs do Valley” estão lutando contra uma portaria que pode proibir o comércio e cultivo da maconha na cidade de Merced, na Califórnia, segundo as informações do Sun Times. As irmãs Kate e Darcey consideram a si mesmas freiras, apesar de não serem afiliadas a nenhuma ordem religiosa tradicional.

As irmãs produzem uma linha de extratos medicinais à base de maconha que não contêm THC, o componente psicoativo da erva, e acreditam “que criar estas substâncias curativas é uma espécia de busca espiritual”.

Agora, elas lutam contra uma sugestão de portaria que está sendo estudada pelo Conselho da Cidade de Merced e que proíbe a venda, cultivo e o transporte de maconha, mesmo que para fins medicinais. O Governador da Califórnia, Jerry Brown, assinou uma lei em outubro de 2015 decretando o primeiro licenciamento estadual e o primeiro sistema regulatório para os cultivadores de maconha medicinal, produtores e dispensários. Sob a lei, a cidade têm até o dia 1º de março para votar suas próprias leis regulatórias.

As irmãs dizem que têm medo de seu negócio não poder seguir em frente se o Conselho da Cidade aprovar a proposta de banir todo o cultivo da erva. Alguns membros da comunidade também questionam “os esforços da cidade em antecipar a votação da portaria”.

“É frustrante por causa da atitude negativa das pessoas sobre algo que é verdadeiramente um presente de Deus”, diz a irmã Darcey.

Ela espera que o Conselho da Cidade decida abraçar o cultivo de maconha para fins comerciais quando votarem sobre a portaria no dia 04 de janeiro.

Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário