França distribuirá cannabis medicinal gratuita em experimento previsto para 2021

franca França distribuirá cannabis medicinal gratuita em experimento previsto para 2021

As empresas participantes terão que fornecer produtos de cannabis aos pacientes gratuitamente e os produtos deverão cumprir as normas farmacêuticas. Com informações do MJBizDaily

O governo francês publicou um decreto há muito aguardado esta semana detalhando como um experimento limitado de cannabis medicinal será realizado.

Também foi confirmado que até 3.000 pacientes poderão participar do experimento.

site sb França distribuirá cannabis medicinal gratuita em experimento previsto para 2021

As empresas participantes terão que fornecer os produtos de cannabis medicinal aos pacientes gratuitamente e os produtos deverão cumprir as normas farmacêuticas, incluindo as Boas Práticas de Fabricação.

Leia mais: Três mil pacientes farão tratamento com maconha medicinal na França

As primeiras prescrições devem ocorrer em março de 2021.

O experimento será limitado no tempo — dois anos a partir da primeira prescrição ou 31 de março de 2021, o que ocorrer primeiro.

O decreto também determinou que o Ministério da Saúde e da Solidariedade seja o responsável pela execução do projeto.

O ministro, com parecer do diretor-geral da Agência Francesa de Segurança de Medicamentos e Produtos para Saúde (ANSM), vai decidir:

  • As características, composição, forma farmacêutica e especificações técnicas dos produtos médicos à base de cannabis.
  • A lista de condições para as quais os médicos poderão prescrever maconha medicinal dentro do experimento.
  • Os procedimentos específicos para importação, armazenamento, distribuição e controle da cannabis.

Nicolas Authier, professor universitário e presidente do comitê científico da ANSM sobre cannabis medicinal, disse ao Marijuana Business Daily que “um concurso para a seleção de produtos à base de cannabis” será proposto nos próximos dias.

Leia mais: Uma das maiores farmacêuticas da Europa acaba de entrar no jogo da cannabis

Como o cultivo de cannabis com alto teor de THC ainda é ilegal na França, Authier acredita que os fornecedores “provavelmente serão estrangeiros… em colaboração com laboratórios farmacêuticos estabelecidos na França e licenciados para narcóticos”.

“Mais cinco meses de trabalho antes das primeiras prescrições”, acrescentou ele, “mas a França agora está oficialmente comprometida com o acesso à cannabis medicinal”.

A ANSM será responsável pela implantação de um cadastro de pacientes que será atualizado, com a anuência dos pacientes, por médicos e farmácias.

O registro atenderá a vários fins relacionados à farmacovigilância.

Como é típico na Europa, a cannabis medicinal será prescrita apenas como último recurso.

Médicos e farmácias terão que completar um programa de treinamento obrigatório, mas sua participação no estudo será voluntária.

O orçamento necessário para que as autoridades possam realizar a experiência ainda precisa ser aprovado pelo parlamento francês.

Leia também:

Suíça distribuirá maconha para uso adulto em ensaio de consumo controlado

#PraCegoVer: em destaque, fotografia de uma placa onde está impressa o desenho de uma folha de maconha e a escrita “Legalize it” sobre a bandeira da França sob  e um fundo escuro.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!