Conclave da Cannabis é realizado junto a Fórum Mundial em Davos

conclave da cannabis em davos maconha Conclave da Cannabis é realizado junto a Fórum Mundial em Davos

Com proposta de discutir a globalização, Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, recebe a elite global, que terá a oportunidade de conversar com outra elite, a da maconha, em evento chamado Conclave da Cannabis.

O Fórum Econômico Mundial começa nesta terça-feira (22) em Davos, na Suíça. O evento deve reunir cerca de 250 autoridades do G20 (grupo que reúne as 20 principais economias do mundo) e de outros países, em discussões sobre cooperação econômica.

O fórum também vai contar com líderes das Nações Unidas (ONU), do Fundo Monetário Internacional (FMI), do Banco Mundial e da Organização Mundial do Comércio (OMC). O encontro deste ano tem como tema “Globalização 4.0: moldando uma arquitetura global na era da quarta revolução industrial”, uma proposta de debate sobre o impacto da globalização e da digitalização industrial.

site sb Conclave da Cannabis é realizado junto a Fórum Mundial em Davos

O Fórum, que iniciou hoje (22), já fez manchetes indo do discurso e promessas do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, à ausência do presidente norte-americano Donald Trump, mas o que nos chama a atenção é a realização do primeiro “Conclave da Cannabis”, nos Alpes Suíços.

Conclave da Cannabis

A elite global que está presente em Davos para o encontro anual do Fórum Econômico Mundial se junta a um novo grupo: a elite da maconha.

Um grupo de executivos de empresas e ex-políticos, todos envolvidos na florescente indústria da cannabis, participa do que está sendo anunciado com o primeiro “Conclave da Cannabis”, um encontro que será realizado em um restaurante alpino acessível apenas por teleférico.

Os participantes do evento serão capazes de “ouvir percepções dos principais executivos e investidores da cannabis enquanto desfrutam de um almoço suíço”.

Segundo artigo do Financial Post, entre os convidados para o almoço estão o ex-primeiro ministro israelense Ehud Barak, que é presidente da companhia de maconha medicinal InterCure, de Israel, e Bruce Linton, CEO da Canopy Growth Corp.

Este ano marca a primeira vez que os eventos de cannabis, atraindo membros proeminentes da indústria, estão sendo mantidos à margem do Fórum Econômico Mundial, um sinal de crescente legitimidade do setor global de maconha.

unnamed 2 1024x512 Conclave da Cannabis é realizado junto a Fórum Mundial em Davos

#PraCegoVer: arte de divulgação do evento, onde vê-se o nome “Cannabis Conclave” em cinza azulado, ao centro e no topo, e, logo abaixo o texto “Davos, Switzerland, 24/01/2019” em branco; ao fundo vemos uma fotografia dos Alpes Suíços e seus vilarejos e, no rodapé, os logos dos patrocinadores.

O banco canadense de investimentos Canaccord Genuity, uma das primeiras empresas de investimento a se envolver em negociações de maconha, é co-patrocinador da Cannabis Conclave, junto com o Consumer Choice Center, organização sediada em Bruxelas que se autodenomina “uma organização de defesa do consumidor para mobilizar a geração do milênio contra uma regulamentação sobrecarregada que limita a escolha”.

Vários líderes da indústria presentes no Conclave da Cannabis também estão na programação para participarem de um segundo evento do setor de maconha chamado Canada Cannabis House, patrocinado por Canadian Securities Exchange e OTC Markets Group Inc.

A Canada Cannabis House terá lugar com uma série de eventos de palestras ao longo de três dias, explorando tudo, desde como garantir o financiamento como uma empresa de maconha ao potencial que mercados emergentes de maconha, como Tailândia e Malásia, detêm para o setor.

Outros principais atores da indústria da maconha que participam em ambos os eventos incluem: Kevin Murphy, CEO da Acreage Holdings, uma das maiores empresas de cannabis nos EUA; Navdeep Dhaliwal, presidente da Supreme Cannabis, produtora licenciada canadense; e Saul Kaye, CEO da Israel Cannabis, responsável por conseguir que os legisladores israelenses aprovassem a exportação de maconha medicinal.

O ex-diretor de comunicações da Casa Branca, Anthony Scaramucci, apelidado de “The Mooch”, cuja empresa de private equity, SkyBridge Capital, esteve presente em várias conferências de cannabis, entrevistará Barak no evento Canada House.

Milhares de pessoas já estão reunidas em Davos para a conferência, que se orgulha de uma lista de convidados, que tradicionalmente inclui muitos dos líderes políticos e empresariais mais influentes do mundo, junto com uma série de celebridades e jornalistas.

E na torcida ficamos, para que alguém arraste Bolsonaro para o Conclave da Cannabis.

Leia também: Indústria legal de maconha brinda ano de sucesso

#PraCegoVer: imagem (de capa) traz a sobreposição de duas fotos, a primeira tem escrito em preto “World Economic Forum” e na de fundo uma flor de maconha ainda no pé.

 Conclave da Cannabis é realizado junto a Fórum Mundial em Davos

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas. CEO "faz-tudo" e Co-fundador da Smoke Buddies, um projeto que começou em 2011 e para o qual, desde então, tenho me dedicado exclusivamente.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!