Fim de Tarde

 Fim de Tarde

Ouvíamos um João Gilberto
O frio de outono… Muito bom
Colados e de amor coberto
Maconha, vinho, sexo e um som

Entre fumaça e papos soltos
A vontade de ser para sempre
Nós dois… Tão mal vistos pelos outros
Pela liberdade e pelo hemp

Os beijos mais gostosos da vida
Só nós dois conseguiremos trocar
Os baseados depois da lida
Só nós dois podemos compartilhar

Véi… é tanto papinho de luta
Que no fim, você se faz de refém
Siga sempre a sua conduta
Mas não esqueça de amar alguém

Maconha é revolução… Claro
É manifestação… É alarde
Mas curta um bom momento raro
Vá relaxar nesse fim de tarde!

#PraCegoVer: Fotografia de capa mostra um casal de costas onde vemos as mãos de um deles na cabeça e costas do outro. Ambos estão envoltos numa nuvem de fumaça que formam corações.

lazy placeholder Fim de Tarde

Sobre Douglas Fortunato

Estudante de Filosofia no Rio de Janeiro, na UERJ, 26 anos e recém chegado na militância da causa canábica.
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário