Farmácias sobrecarregadas após lei de cannabis medicinal fumável entrar em vigor na Louisiana (EUA)

baseados embalagem maos Farmácias sobrecarregadas após lei de cannabis medicinal fumável entrar em vigor na Louisiana (EUA)

A forma fumável de maconha para fins terapêuticos agora é legal no estado pelicano. As informações são da KPLC

A nova lei que legaliza a maconha medicinal fumável na Louisiana (EUA) está recebendo muita atenção. Os fornecedores estão dizendo que há mais clientes do que produtos.

Leia mais: Pacientes fazem fila para a primeira maconha medicinal fumável da Louisiana

“As pessoas estão animadas com isso. Estamos tentando superar a pressa agora”, disse James Thibodeaux, farmacêutico e gerente da Medicis Pharmacy. “É uma boa mudança para todo o programa.”

A inflorescência, ou forma “fumável” de maconha medicinal, tornou-se legal no estado em 1º de janeiro de 2022, e a equipe da Medicis diz que ficou tão sobrecarregada na primeira semana que interrompeu temporariamente os novos pedidos.

“Todo mundo esperava receber seus produtos no primeiro dia — o que conseguimos com essa correria. As coisas estão melhorando”, disse Thibodeaux. “Estamos aprendendo à medida que avançamos também porque é muito novo — dos produtores às farmácias — todo o processo é novo, então temos que fazer muito nos bastidores apenas para chegar a esse ponto”.

Agora, eles estão recebendo pedidos novamente.

A Medicis aceita pedidos através de seu site com recomendações médicas ou através de sites estaduais de telemedicina como o TeleLeaf. Gary Hess, CEO do Teleleaf, diz que age como um “porteiro”, então os pacientes vão a um farmacêutico para obter o produto real.

“Então eles vão se encontrar com um farmacêutico licenciado nas nove farmácias da Louisiana e, em seguida, sentam e fazem sua ingestão inicial. E então encontraremos os produtos que melhor se adaptam a eles”, disse Hess.

Os pacientes também podem optar por ir direto à farmácia para recomendação e prescrição.

Leia também: Cannabis medicinal em Farmácias de Manipulação: realidade no mercado brasileiro

“Se você não está confortável com isso, é isso, você sabe, ter um farmacêutico e técnicos de farmácia no prédio… Podemos ajudar a revisar seus medicamentos, explicar exatamente como ajustar sua dosagem para suas necessidades específicas”, disse Thibodeaux.

Thibodeaux disse que este não será um atraso duradouro.

“É apenas uma questão de superar as dores de crescimento de um novo programa e todas as restrições e testes — que são bons para garantir que você esteja obtendo um bom produto testado”, disse Thibodeaux. “Mas quando passarmos por isso, acho que será muito mais tranquilo para os pacientes”.

John Condos, proprietário da Medicis, concorda que a segurança fará valer a pena esperar.

“Não é seguro comprar medicamentos nas ruas”, disse Condos. “Então, quando você vem à farmácia, você está comprando algo que é maconha medicinal — que você sabe o que está comprando.”

Thibodeaux disse que, nos próximos meses, novas variedades de maconha também estarão disponíveis. Ele também disse que, à medida que conseguirem mais produtos, poderão baixar o preço da flor.

Neste ponto, Lake Charles tem o menor preço de inflorescência no estado.

Saiba mais:

Nova York aprova venda de inflorescências de maconha para uso medicinal

#PraTodosVerem: fotografia mostra as mãos de uma pessoa retirando um dos baseados de uma embalagem branca, próximo à sua perna, vestida com calça cinza. Imagem: Elsa Olofsson | Unsplash.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!