Fabricante de vaporizador será primeira empresa de cannabis listada na bolsa de Londres

kanabo canetas Fabricante de vaporizador será primeira empresa de cannabis listada na bolsa de Londres

A Kanabo espera ser a primeira a oferecer aos investidores do Reino Unido ações de uma empresa que ganha dinheiro diretamente com a cannabis medicinal. As informações são do The Guardian

Uma empresa fundada em Israel que fabrica vaporizadores está a caminho de se tornar a primeira empresa de cannabis medicinal a flutuar na Bolsa de Valores de Londres no mês que vem, depois que os reguladores deram luz verde.

A Kanabo definiu a data de 16 de fevereiro para sua estreia no mercado de ações e está de olho no Reino Unido depois de garantir £ 6 milhões (R$ 44,9 milhões) de investidores, avaliando a empresa em £ 23,2 milhões (R$ 173,7 milhões).

site sb Fabricante de vaporizador será primeira empresa de cannabis listada na bolsa de Londres

A empresa, que divulgou seu prospecto para investidores em potencial na sexta-feira, espera ser a primeira a oferecer aos investidores do Reino Unido ações de uma empresa que ganha dinheiro diretamente com a cannabis medicinal.

Leia mais: Empresas britânicas fecham acordo milionário em aposta no crescimento da cannabis

 Fabricante de vaporizador será primeira empresa de cannabis listada na bolsa de Londres

Ela veio depois que a Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido disse no ano passado que as empresas de maconha medicinal com sede no Reino Unido poderiam se listar em Londres. Embora a Kanabo seja originalmente uma empresa israelense, ela foi comprada pela empresa britânica Spinnaker em 2019.

Kanabo fabrica um vaporizador de grau médico que usa cartuchos de líquido derivado de flores de cannabis.

“É algo que minha avó pode usar”, disse o presidente-executivo, Avihu Tamir, que entrou na indústria depois de se tornar um dos primeiros destinatários da cannabis medicinal em Israel.

“Eu me vi sentado em uma clínica com uma enfermeira me ensinando a enrolar um cigarro de cannabis”, disse ele.

Tamir disse que o vaporizador de Kanabo é uma atualização para pacientes e médicos porque fornece uma dose precisa de 1 mg a cada inalação e é atraente para usuários que normalmente preferem fumar em vez de ingerir comprimidos.

Leia mais: Um anos após a crise vaping, empresas de vaporizadores observam vendas subirem

Ele acrescentou que a empresa tem como alvo o mercado do Reino Unido na crença de que as dificuldades anteriores dos pacientes em acessar a cannabis, apesar da legalização, estão se dissipando.

Um dos problemas é que as empresas exigiam uma receita antes de poderem importar e muitos médicos não estavam interessados ​​em prescrever. Mas Tamir disse que novas clínicas especializadas estão diminuindo o gargalo.

“Os distribuidores que têm as clínicas sabem como coletar uma quantidade suficiente de receitas com três ou seis meses de antecedência, para poderem importar a granel e dispensar a partir daí”, disse.

Embora as empresas de cannabis medicinal possam se listar no Reino Unido, as que vendem maconha para uso adulto permanecem proibidas, mesmo que operem em países onde ela é legal.

Leia também:

Bebida infundida com cannabis faz sucesso em fazenda da rainha Elizabeth

#PraCegoVer: em destaque, foto tirada de cima pra baixo que mostra duas canetas vaporizadoras pretas com bocal transparente, sobre uma placa de vidro redonda, próximo a um cartucho e um frasco de laboratório contendo óleo, em uma superfície verde-claro. Foto: divulgação / Kanabo.

smokebuddies logo2 Fabricante de vaporizador será primeira empresa de cannabis listada na bolsa de Londres

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!