Fabricante da cerveja Corona continua a apostar na maconha, mesmo após prejuízo

corona de maconha cerveja de cannabis Fabricante da cerveja Corona continua a apostar na maconha, mesmo após prejuízo

Apesar das perdas da Canopy Growth, os ganhos trimestrais da Constellation Brands atingiram US$ 1,99 bi, superando as expectativas de Wall Street. A empresa está otimista com os novos produtos de maconha aprovados no Canadá, como as bebidas, que apresentam maior margem de lucro. Com informações da CNBC e tradução pela Smoke Buddies

A grande aposta da fabricante de cerveja Constellation Brands na empresa de cannabis Canopy Growth ainda não foi recompensada.

As cervejarias Corona e Modelo investiram US$ 4 bilhões na empresa sediada no Canadá em 2017. A empresa ainda não obteve lucro e está investindo pesadamente em expansão. No geral, as ações da Canopy caíram 30% no ano passado.

lazy placeholder Fabricante da cerveja Corona continua a apostar na maconha, mesmo após prejuízo

Mas o executivo-chefe da Constellation disse na teleconferência pós-ganhos da empresa na quarta-feira (8) que estava otimista com as perspectivas da Canopy, à medida que mais usuários de maconha compram a droga legalmente, em vez de no mercado clandestino.

“Continuamos otimistas no mercado canadense de cannabis, à medida que a conversão do mercado ilícito para o mercado legal continua a se fortalecer”, disse o CEO Bill Newlands a analistas na teleconferência.

A Constellation reportou um lucro líquido fiscal de US$ 366,5 milhões no terceiro trimestre, reduzido em US$ 71,1 milhões em perda de seu investimento na Canopy Growth, baseada no Canadá. A empresa de bebidas alcoólicas relatou uma perda em sua participação na Canopy nos três trimestres no ano fiscal de 2020.

As ações da Constellation, que têm um valor de mercado de US$ 36,2 bilhões, ainda estavam sendo negociadas a 4% no pregão do meio-dia na quarta-feira, depois que a empresa elevou sua previsão de lucro ajustado para o ano inteiro.

Leia – Canadá: euforia da maconha legal se evapora com decepção nos negócios

Em dezembro, a cervejaria anunciou que o diretor financeiro David Klein seria o novo executivo-chefe da produtora de maconha, a partir de 14 de janeiro. Na quarta-feira, Newlands disse aos analistas que Klein traria “mais foco e disciplina” aos negócios.

Em outubro, um ano após permitir o uso recreativo da maconha, o Canadá legalizou vapes, comestíveis e bebidas à base de maconha — produtos com margens de lucro mais altas, apresentando uma oportunidade para a Canopy.

A Canopy está lançando seus próprios vapes e comestíveis, além de bebidas infundidas com cannabis feitas com a Constellation.

“Não poderíamos estar mais animados ao ver esses produtos no mercado”, disse Newlands.

A aposta da cervejaria Modelo em cannabis ocorreu quando o consumo de cerveja nos EUA diminuiu e a cannabis legalizada foi vista como uma ameaça para todas as categorias de álcool. Alguns consumidores preocupados com a saúde estão ignorando completamente o álcool. Aqueles que ainda bebem estão escolhendo bebidas destiladas, vinhos de maior valor, cerveja premium ou hard seltzer, a maior tendência do álcool no verão.

Para capitalizar essa tendência, a Constellation planeja lançar uma hard seltzer da marca Corona no início do ano fiscal de 2021. Mas entrará em um mercado lotado. A White Claw, líder de mercado, domina a categoria. Outras opções incluem Bon & Viv da Anheuser-Busch InBev e Truly da Boston Beer Company.

A Constellation também está vendendo parte de seu portfólio para responder às mudanças nos gostos dos consumidores. Em dezembro, a empresa anunciou um acordo para vender sua marca de cerveja Ballast Point.

Excluindo a perda no investimento na Canopy e outros itens, os ganhos trimestrais ajustados da Constellation de US$ 2,14 por ação superaram as estimativas dos analistas de US$ 1,85 por ação. A empresa registrou receita de US$ 1,99 bilhão, superando as expectativas de Wall Street de US$ 1,95 bilhão.

Leia também:

Bebidas derivadas de cannabis, o próximo mercado bilionário da Ambev

#PraCegoVer: em destaque, montagem que mostra a foto recortada de duas mãos segurando e brindando com garrafas da cerveja Corona e um fundo todo preenchido por pés de maconha verdinhos. Fotos: divulgação / Adobe Stock.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!