Executivos da indústria de cannabis são indiciados por fraude em títulos nos EUA

notas dolar folha Executivos da indústria de cannabis são indiciados por fraude em títulos nos EUA

Os executivos são acusados em um processo federal de fraudar investidores ao solicitar fundos com base em falsas representações e não investir esses fundos como o prometido. As informações são da Forbes, com tradução pela Smoke Buddies

Agentes federais dos EUA anunciaram na semana passada o indiciamento de dois executivos da indústria da cannabis sob a acusação de fraude em títulos e outros crimes, alegando que a dupla roubou milhões de dólares de investidores. Em um indiciamento federal não lacrado na terça-feira (5), Vitaly Fargesen e Igor Palatnik, cofundadores da Canafarma Corp, são acusados ​​de fraudar investidores ao solicitar fundos com base em falsas representações e não investir esses fundos como o prometido. Os dois homens de Nova Jersey, listados no site da Canafarma como vice-presidentes seniores, também supostamente se apropriaram de milhões de dólares em fundos e manipularam as ações da empresa de capital aberto.

“Vitaly Fargesen e Igor Palatnik se apresentaram como empreendedores desenvolvendo um novo negócio para uma indústria emergente”, disse a procuradora dos Estados Unidos para o Distrito Sul de Nova York, Audrey Strauss, em um comunicado à imprensa. “Mas, como alegado, Fargesen e Palatnik estavam apenas usando as armadilhas de uma start-up para executar um golpe dos velhos tempos: mentir para investidores para tirar dinheiro para si”.

gravital sb Executivos da indústria de cannabis são indiciados por fraude em títulos nos EUA

Julgamento de crime do colarinho branco é sinal de reconhecimento da legalidade da indústria de cannabis nos EUA

 

 

 

De acordo com promotores federais, a Canafarma era uma empresa de capital fechado com escritórios na cidade de Nova York até março de 2020, quando foi listada na Bolsa de Valores de Frankfurt e na Canadian Securities Exchange (bolsa canadense). A empresa se divulgou para os investidores como uma “empresa de cannabis totalmente integrada, abordando todo o espectro da cannabis, desde a semente até a entrega de produtos de consumo”.

Os promotores também alegam que Fargesen e Palatnik esconderam seu controle de fato da empresa dos investidores, “convencendo um empresário experiente ao se apresentar falsamente ao mercado como o CEO da empresa”. Os dois homens então usaram seu controle da empresa para levantar cerca de US$ 14 milhões de investidores, usando representações falsas e enganosas sobre as finanças, produtos e gestão da empresa. A dupla então executou seu esquema ao deixar de investir os fundos como o prometido e ao manipular o preço das ações da empresa para enriquecer, secretamente se apropriando indevidamente de cerca de US$ 4 milhões em fundos da empresa para seu próprio benefício.

SEC também registra reclamação

Também na terça-feira, a Securities and Exchange Commission (SEC — comissão de valores mobiliários dos EUA) apresentou uma queixa contra a Canafarma e acusou a empresa de Fargesen e Palatnik de violar as disposições antifraude das leis federais de valores mobiliários. A denúncia alega que a empresa fez falsas declarações “de que a Canafarma era uma empresa totalmente integrada que processava cânhamo de sua própria fazenda, quando, na verdade, não havia processado nenhum desse cânhamo e seus produtos utilizavam cânhamo fornecido por terceiros”.

“Como alegado na nossa reclamação, os réus captaram investidores com falsidades sobre uma empresa de cânhamo totalmente integrada com projeções financeiras otimistas”, disse Richard R. Best, diretor do Escritório Regional de Nova York da SEC, em um comunicado da agência. “Vamos perseguir implacavelmente aqueles que enganam os investidores e fazem uso indevido de seus fundos.”

Leia também: Próxima grande ameaça da indústria da cannabis: cibercrimes e fraudes

Em junho, a Vertical Wellness, fabricante de uma linha de produtos de CBD derivado de cânhamo da empresária e ex-supermodelo Kathy Ireland, anunciou uma fusão com a Canafarma que deveria ser concluída no final deste mês. Segundo o acordo, a empresa combinada manteria a Canafarma Corp como entidade corporativa, mas deixaria o nome da Vertical Wellness e a equipe de gerenciamento no lugar. J. Smoke Wallin, presidente e CEO da Vertical Wellness, diz que a empresa está “surpresa com as acusações contra a CanaFarma e executivos nomeados”.

“Nem a Vertical Wellness, nem qualquer um de nossos consultores, advogados ou aqueles com quem trabalhamos todos os dias tinham qualquer conhecimento prévio sobre esta situação”, escreveu Wallin por e-mail. “Esperamos que a Canafarma possa resolver esses problemas e que a verdade venha à tona”.

“A Vertical Wellness, uma entidade corporativa separada, continuará a expandir nossos negócios conforme planejado”, acrescentou Wallin. “A Vertical Wellness criou ou adquiriu várias marcas de saúde e bem-estar planejadas há muito tempo; estamos a toda velocidade lançando nossas bebidas de CBD e produtos interessantes na categoria. Naturalmente avaliaremos as opções estratégicas à luz das alegações de hoje.”

Fargesen, 52, e Palatnik, 47, ambos de Nova Jersey, são acusados ​​cada um de uma acusação de conspiração para cometer fraude de valores mobiliários, que acarreta uma pena máxima de cinco anos de prisão, uma acusação de fraude de valores mobiliários, que acarreta uma pena máxima de 20 anos de prisão, uma acusação de conspiração para cometer fraude eletrônica, que acarreta uma pena máxima de 20 anos de prisão, e uma acusação de fraude eletrônica, que acarreta uma pena máxima de 20 anos de prisão. O caso foi atribuído à juíza distrital dos EUA Loretta A. Preska.

Leia mais:

Principais executivos das maiores empresas de cannabis são predominantemente homens brancos

#PraTodosVerem: fotografia mostra algumas notas de cinquenta dólares dobradas e uma pequena folha de maconha murcha sobre as mesmas, e parte de mão que as seguram, em fundo cinza-escuro liso. Foto: Marco Verch / Flickr.

smokebuddies logo2 Executivos da indústria de cannabis são indiciados por fraude em títulos nos EUA

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!