EUA: prateleiras das lojas de cannabis são símbolo da concorrência no setor

bud dedos EUA: prateleiras das lojas de cannabis são símbolo da concorrência no setor
Newsletter Open Green

À medida que mais marcas entram no mercado de produtos à base de cannabis, a concorrência pelo espaço nas prateleiras dos principais mercados de uso adulto, como os estados de Colorado e Washington, está se intensificando. As informações são do Marijuana Business Daily, traduzidas pela Smoke Buddies

Enquanto o número de novas marcas — e, consequentemente, a quantidade de novos produtos — continua a aumentar, o crescimento no número de lojas de varejo não acompanhou o ritmo, de acordo com a edição 2020 do Marijuana Business Factbook.

Isso promoveu uma mentalidade de “pagar para jogar” entre os varejistas de maconha, com alguns agora cobrando das marcas uma taxa para ocupar espaço nas prateleiras de dispensários, em estados como Califórnia e Nevada. Conhecida como ‘taxas de slot’, a prática exige que as marcas paguem de US$ 500 a US$ 15.000 por mês pelo espaço premium nas prateleiras das lojas de cannabis.

lazy placeholder EUA: prateleiras das lojas de cannabis são símbolo da concorrência no setor

O fato parece coincidir com o aumento da popularidade dos produtos vape, que foi um dos principais contribuintes para a crise nas prateleiras do varejo.

Leia mais – EUA: empresas canábicas recebem apoio financeiro de pacote federal

O número de marcas na categoria vape aumentou acentuadamente de 2017 a 2019, aumentando 49% no Colorado e 38% no estado de Washington. (Para esta história, Colorado e Washington são usados ​​como exemplos de crescimento de marca versus saída — e não necessariamente como estados em que as ‘taxas de slot’ entram em jogo.)

Embora a crise de saúde vaping de 2019 tenha causado um golpe na categoria, os números de vendas de produtos vape estão em grande parte de volta ao normal.

Enquanto isso, as taxas de slot são relativamente comuns no ambiente tradicional de varejo, surgindo nos anos 1980 como uma maneira de os varejistas priorizarem espaço nas prateleiras para itens com melhor desempenho em meio a um aumento no número de produtos que os fabricantes estavam trazendo para o mercado.

Alguns argumentam que as taxas de slot prejudicam marcas menores que não podem arcar com as despesas adicionais.

Mas é mais um exemplo da indústria da cannabis adotando práticas estabelecidas encontradas no espaço de bens de consumo embalados e provavelmente veio para ficar.

Leia também:

Por que mais estados podem legalizar a cannabis em 2021, nos EUA

#PraCegoVer: em destaque, fotografia em plano fechado, e fundo em tons de verde, que mostra um bud de cannabis e os dedos que o seguram; detalhe para as unhas naturais compridas. Imagem: Cool Hunting | Vimeo.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!