Empresas de maconha de Nevada (EUA) prontas para atender turistas em lounges de consumo

baseado buds Empresas de maconha de Nevada (EUA) prontas para atender turistas em lounges de consumo

Nova lei sancionada no estado permite que salas para o consumo de cannabis operem legalmente e atendam os milhões de visitantes que vão à Sin City todos os anos. Informações do Marijuana Business Daily

As empresas de maconha de Nevada (EUA) estão traçando planos para abrir salas de consumo no próximo ano sob uma nova lei estadual com o objetivo de atender as dezenas de milhões de visitantes que se aglomeram em Las Vegas anualmente.

Até agora, os turistas que compram produtos de cannabis nas lojas de varejo da Sin City não tinham lugar para fumar, comer ou consumir suas compras porque é ilegal fazê-lo em público.

site sb Empresas de maconha de Nevada (EUA) prontas para atender turistas em lounges de consumo

Além disso, o consumo não é permitido nos cassinos de Las Vegas ou nos aproximadamente 150.000 quartos de hotel da cidade.

Isso atrapalhou as vendas para visitantes de fora do estado nesta cidade dependente do turismo. Em 2019, Las Vegas atraiu mais de 42 milhões de visitantes.

“Quando a cannabis recreativa foi legalizada aqui, ela foi legalizada sem um local para os turistas a consumirem”, disse Layke Martin, diretor executivo da Associação de Dispensários de Nevada.

“Você não estava legalmente autorizado a consumir em público. Lounges criam um espaço onde os produtos de cannabis podem ser consumidos legalmente.”

 

 

 

Hadhinah Felice, diretora de marketing da cultivadora MJ Holdings, sediada em Amargosa Valley, prevê que “as vendas de cannabis vão disparar” graças às salas de consumo. A empresa planeja abrir um desses espaços.

“Não apenas os residentes, mas os visitantes lotarão os lounges”, previu Felice.

Nova lei promulgada

Nevada é um dos nove estados que permitem o consumo local de maconha para uso adulto, de acordo com o Marijuana Policy Project, com sede em Washington DC, embora a pandemia tenha complicado planos para alguns proprietários de negócios que pretendem oferecer tais locais.

Um projeto de lei permitindo salas de consumo de maconha estava entre uma enxurrada de medidas de última hora aprovadas pelos legisladores de Nevada em junho. O governador Steve Sisolak sancionou a medida em lei.

Leia mais: Legisladores de Nevada (EUA) aprovam a criação de lounges para uso de maconha

O Conselho de Conformidade de Cannabis (CCB) do estado deve finalizar as regras que regem os lounges.

Segundo a nova lei, os reguladores podem oferecer dois novos tipos de licenças comerciais de maconha relacionadas a salas de consumo:

  • Varejistas que desejam abrir salas de consumo na mesma propriedade de suas lojas.
  • Lounges autônomos (stand-alone) que se limitarão a produtos descartáveis, da mesma forma que os bares que vendem bebidas alcoólicas.

A venda de álcool será barrada em qualquer tipo de estabelecimento.

Nevada tem 86 varejistas de cannabis detidos por cerca de 45 grupos de proprietários diferentes, disse Martin. Cada grupo de proprietários terá permissão para ter uma licença de sala de consumo se houver espaço que se qualifique para uma.

Quase 60 varejistas indicaram que estão interessados ​​em abrir salas de consumo.

Licenças diferentes serão emitidas para salas anexas aos pontos de venda de maconha e salas autônomas que oferecem produtos de uso único que podem ser consumidos no local.

Embora o CCB ainda não tenha finalizado as regras para as salas de consumo, a lei estadual estabeleceu alguns parâmetros:

  • Apenas o proprietário de uma loja licenciada para uso adulto é elegível para uma licença de lounge de consumo de cannabis no varejo — uma pessoa não pode ter os dois tipos de licença para lounge de consumo de cannabis (no varejo e independente).
  • Pelo menos metade das licenças — 10 das 20 primeiras — emitidas para salas de consumo independentes de cannabis devem ser concedidas a candidatos de equidade social. Um candidato de equidade social é alguém que foi adversamente afetado por leis que criminalizam a atividade relacionada à maconha.
  • A taxa de inscrição única e não reembolsável para uma sala de consumo de cannabis no varejo é de US$ 100.000, enquanto a taxa para uma sala independente é de US$ 10.000.

O CCB espera emitir a primeira rodada de licenças até meados de 2022.

EUA: estados que legalizaram uso adulto da maconha geraram quase US$ 8 bi em impostos

Anos em formação

A indústria da maconha de Nevada tem buscado áreas de consumo de maconha há anos, dada a forte dependência do estado do turismo.

Em Las Vegas, a Planet 13 Holdings já havia designado um espaço para um lounge de consumo em sua superloja, mas então teve que pivotar.

As filas de clientes para comprar o produto eram tão longas que a Planet 13 optou por usar o espaço designado para sua sala de consumo para dobrar o tamanho da área de vendas e reduzir o tempo de espera de 1 hora e meia para cerca de 45 minutos.

Agora a empresa está olhando para um local de 4½ acre com um edifício de 5.000 metros quadrados adjacente à loja para construir um lounge de consumo, disse Larry Scheffler, coCEO da Planet 13.

“Isso nos dará 19 acres e um complexo de superloja de maconha de 16.000 metros quadrados”, disse ele.

A Planet 13 usará cerca de 1.800 metros quadrados do edifício, que pertence ao atual proprietário da superloja, para seu lounge de consumo e clube, que incluirá uma piscina interna de quatro polegadas de profundidade que se abre para uma área externa de 460 metros quadrados. Uma passarela vai conectar a sala de consumo ao dispensário.

“Estamos muito otimistas com isso”, disse Scheffler. “É disso que Vegas se trata — entretenimento. Temos tido muito sucesso até agora e, enquanto continuarmos a criar um destino, continuaremos tendo sucesso”.

Leia mais: Las Vegas inaugura primeiro museu interativo do mundo dedicado à maconha

Os produtos de maconha vendidos na sala de consumo da Planet 13 serão mais caros do que os vendidos na superloja, e os hóspedes não poderão trazer cannabis de outros varejistas, disse Scheffler.

“Se você está em um clube no Wynn, não pode trazer uma garrafa”, disse Scheffler. “Se você comprar uma garrafa de vinho por US$ 50 em uma loja, pode custar US$ 200 no clube.”

Como a Planet 13, o Oasis Cannabis Dispensary em Las Vegas está procurando assumir uma suíte adjacente à sua loja de varejo para construir um lounge de consumo, disse Lissa Lawatsch, gerente geral da loja.

Ela antecipa que os clientes comprarão maconha na loja e a levarão para a sala de consumo adjacente.

“Depende de como os regulamentos serão redigidos”, disse ela. “Estamos presos por uma parede que liga o dispensário à sala de consumo. Se eles nos permitirem conectar os dois, faremos mais com a compra e entrega do produto à mesa.

Mas parece que serão duas entidades separadas.”

Lounge independente planejado

Roger Bloss, CEO da MJ Holdings, planeja se inscrever para uma licença de lounge de consumo independente porque a empresa atualmente não opera nenhuma loja de varejo.

A MJ Holdings embalaria e venderia seus próprios produtos na sala de consumo. A empresa também pretende adquirir uma loja de varejo.

“Para completar nossa vertical, precisamos de uma oportunidade de varejo e uma área de consumo”, disse Bloss. “Eu sou um grande defensor das salas de consumo e de encontrar uma maneira para o comércio turístico mundial de Nevada consumir cannabis.

Só não gosto que coloquemos as pessoas em posições desconfortáveis.”

Bloss observou que, antigamente, Las Vegas não tinha boates na Strip, mas os turistas as queriam, então hotéis e cassinos as construíram.

“Assim que os hotéis e cassinos perceberam que as pessoas estavam levando seu dinheiro para outros destinos, eles começaram a colocar boates nos hotéis”, disse Bloss.

“Vegas criará o destino final para esses lounges.”

Leia também:

Uruguai estuda venda de maconha para turistas e aumento do teor de THC

#PraTodosVerem: fotografia em plano fechado que mostra um baseado entre vários buds de maconha, resinosos e com pistilos marrons. Foto: Alex Crespo | Wikimedia Commons.

smokebuddies logo2 Empresas de maconha de Nevada (EUA) prontas para atender turistas em lounges de consumo

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!