Empresa canadense de cannabis quer realizar estudos sobre terapia para Covid-19

seringa folha flor Empresa canadense de cannabis quer realizar estudos sobre terapia para Covid 19

A empresa de assistência médica com cannabis se candidatou para realizar estudos clínicos sobre possíveis tratamentos à base da planta para o Covid-19. Com informações do Ganjapreneur e tradução Smoke Buddies

A empresa canadense de tecnologia de assistência médica com cannabis Cannalouge enviou um pedido à Health Canada para realizar um ensaio clínico para COVID-19, a doença causada pelo novo coronavírus, para determinar se a cannabis medicinal pode reduzir os sintomas da doença ou quaisquer cepas mutantes do vírus.

O Dr. Mohan Cooray, presidente e CEO da Cannalogue e especialista em Medicina Interna, Gastroenterologia e Hepatologia, disse que, embora a empresa “não esteja sugerindo com o conhecimento atual sobre cannabis medicinal que a mesma é uma prevenção, tratamento ou cura” da doença, “os canabinoides da planta têm propriedades imunomoduladoras que ocorrem naturalmente e exigem absolutamente investigação acelerada, dada a atual pandemia global do COVID-19”.

lazy placeholder Empresa canadense de cannabis quer realizar estudos sobre terapia para Covid 19

“Os receptores canabinoides são naturalmente encontrados nas células imunológicas do corpo. Se estimulado antes de uma infecção, pode atenuar a resposta inflamatória, que é um fator-chave na gravidade dos sintomas observados nos pacientes. Se não podemos achatar a curva, precisamos nos concentrar em reduzir o número de mortes” — Cooray em uma declaração.

A empresa lançou um site pedindo voluntários caso o estudo seja aprovado pela Health Canada.

Os cientistas investigam há muito tempo as propriedades imunomoduladoras da cannabis. Algumas pesquisas sugerem que o THC e outros canabinoides são imunossupressores — outros estudos, no entanto, sugerem que a cannabis pode impulsionar o sistema imunológico, aumentando a contagem de glóbulos brancos em pacientes com distúrbios de imunodeficiência, como o HIV.

Leia também:

Coronavírus: clínica e associação canábica começam a atender por telemedicina

#PraCegoVer: fotografia (de capa) em plano fechado que mostra uma seringa preta junto a uma pequena flor seca e duas folhas verdinhas de maconha, sobre um pedaço de tecido que parece ser feito de algodão cru. Foto: Pixabay.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!