Saiba como disfarçar o sabor de maconha nos comestíveis cannábicos

IMG 7582 Saiba como disfarçar o sabor de maconha nos comestíveis cannábicos

Nem todos os cozinheiros e apreciadores de comestíveis gostam do sabor da cannabis nos alimentos, algumas pessoas preferem apenas os benefícios dos canabinoides

A culinária cannábica é cheia de detalhes, por isso é importante saber que existem diversas estratégias que podem nos ajudar no preparo dos alimentos, garantindo a potência dos canabinoides, sem deixar o sabor da maconha marcante nos alimentos. Eu particularmente gosto desse gostinho herbal em alguns preparos, mas não em todos.

Mas faço um alerta importante: essas estratégias não devem ser utilizadas para você oferecer um comestível sem que a pessoa que está ingerindo saiba dos ingredientes presentes. Aliás, nunca dê às pessoas qualquer tipo de substância ilícita sem seu conhecimento ou consentimento prévio. Essas estratégias servem para você fazer com que seus comestíveis tenham sabor incrível e sejam muito apetitosos.

site sb Saiba como disfarçar o sabor de maconha nos comestíveis cannábicos

Dependendo da variedade, realmente existem resinas potentes e oleosas que podem fazer as infusões e receitas ficarem com o gosto enjoativo e desagradável. Algumas genéticas com sabor muito marcante de pineno também podem ser mais complicadas de harmonizar e suavizar os sabores. Como muitas pessoas fazem o uso dos comestíveis como remédio, muitas vezes é importante a presença deste terpeno. Por isso essas estratégias devem ser aplicadas e testadas para que você obtenha os melhores resultados, tanto em sabor quanto em potência.

Leia também – Terpenos: o que são e como usá-los na culinária cannábica?

Mas, se o seu objetivo é fazer guloseimas saborosas que são mais palatáveis para a maioria das pessoas, aqui estão alguns métodos que você pode usar para minimizar o sabor da maconha nos seus comestíveis:

  • Faça uma infusão mais potente

A primeira forma de garantir que seus preparos não fiquem com o gosto marcante da ganja é tornar sua infusão forte. Faça sua manteiga ou óleo extrapotente, ou seja, com maior concentração de maconha. Use uma dose dupla ou tripla de THC na mesma quantidade de gordura, porque isso fará com que você precise adicionar menos infusão nas receitas. Essa extração concentrada não terá um gosto tão bom quando usada em grandes quantidades, mas quando misturada com óleo fresco não infusionado é bem mais suave. As gorduras perdem muitas de suas notas de degustação únicas quando infundidas com calor e ganja, então essa também pode ser uma estratégia para um azeite mais saboroso e mesmo assim infusionado.

Um bom exemplo é o cookie com gotas de chocolate, se na hora de comer você não conseguir sentir o sabor aveludado e cremoso de uma boa manteiga, quente e doce, eles perdem um pouco dessa magia. Por isso, usar uma proporção de ⅔ manteiga fresca para ⅓ manteiga infusionada em qualquer aplicação assada é uma ótima maneira de garantir que seus biscoitos não tenham gosto de água de bong. Isso também funciona para o óleo de coco, que é um produto de confeitaria maravilhoso e combina bem com o aroma de cannabis.

  • Cozinhe com concentrados cannábicos

Fazer uso dos concentrados cannábicos na culinária é uma excelente forma de adicionar THC aos alimentos se você for criterioso com a potência. Diferentes tipos de concentrados fornecem potências e efeitos variados e um aroma menos dramático quando comparado com a cannabis crua. Embora todos os concentrados possam ainda dar um sabor potente a um prato devido ao alto teor de terpenos, a maneira mais infalível de controlar o sabor é limitar a quantidade que você usa. Um grama de concentrado pode atingir 750 miligramas de THC puro, então, para uma bandeja de brownies, você precisará usar uma fração do que utilizaria com a manteiga feita com flores.

  • Pense em receitas salgadas

Sabores carregados de óleo e gordura como aioli, molhos com queijo, purê de batata e até um simples molho de tomate são alguns preparos onde o leve sabor de cannabis é realmente delicioso e não enjoativo. Experimente alimentos sem açúcar que combinem bem com outras ervas, como alecrim e tomilho, e você logo verá o sabor terroso da ganja sob uma nova luz. 

  • O chocolate é um aliado

O chocolate é um grande aliado para disfarçar o sabor de maconha. Você não vai perceber o gosto herbal mesmo em guloseimas superpotentes, além de ser uma excelente chance de fazer porções em microdoses, ou ainda uma quantidade com muita potência. O amargor e a suavidade do chocolate permitem que você rodeie as qualidades menos saborosas da cannabis com a totalidade do chocolate, mesmo que tenha algum resíduo de matéria vegetal ali.

Você pode ainda preparar um brisadeiro superpotente e envolvê-lo com um chocolate granulado não infusionado, amêndoas ou nozes, que ajudam a disfarçar ainda mais o sabor de maconha na receita.

Teste essas estratégias para ter uma experiência mais saborosa com seus comestíveis. Depois de aprender o que você pessoalmente gosta e não gosta sobre o sabor da cannabis, você pode começar a inseri-la em pratos que você realmente goste, diversificando cada vez mais sua forma de consumo e reduzindo os danos no consumo da maconha.

Leia também:

Como calcular a dosagem dos comestíveis cannábicos?

#PraTodosVerem: imagem de capa mostra vista superior de uma tábua de corte de madeira, onde alguns temperos e ervas, como folhas da cannabis, estão organizados e dispostos. Fotografia: Lilica.

lilica420 Saiba como disfarçar o sabor de maconha nos comestíveis cannábicos

Sobre Lilica 420

A Lilica cresceu dentro da cozinha do restaurante de sua família. São 40 anos de experiência culinária, aprendendo ao lado de diferentes cozinheiros várias técnicas, receitas e preparos. Quando ela descobriu que conseguia unir todo esse conhecimento à outra paixão de sua vida - a maconha - começou a cultivar, viajou para países legalizados, fez cursos, leu livros e aprendeu, na teoria e na prática, tudo sobre culinária cannabica. Agora, ela compartilha seu conhecimento, conquistado em anos de estudo, para que outras pessoas também passem a colocar maconha na alimentação. Principalmente, de maneira segura e saudável.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!