Denver (EUA) aprova entregas, clubes de consumo e equidade social nos negócios de cannabis

vasos feltro cultivo Denver (EUA) aprova entregas, clubes de consumo e equidade social nos negócios de cannabis

O conselho municipal de Denver aprovou uma proposta que permitirá a entrega de produtos de cannabis, clubes de consumo e regras para equidade social; licenças para novos negócios serão exclusivas por 6 anos a pessoas afetadas desproporcionalmente pela proibição da maconha. As informações são da CBS

O Conselho da Cidade de Denver, capital do Colorado (EUA), aprovou uma proposta que permitiria a entrega de produtos de maconha. Os produtos seriam entregues por empresas terceirizadas.

Os motoristas serão obrigados a rastrear o GPS, serão restringidos quanto à quantidade de dinheiro que podem carregar e escanearão os cartões de identificação na entrega.

site sb Denver (EUA) aprova entregas, clubes de consumo e equidade social nos negócios de cannabis

Também parte da proposta, os conselheiros da cidade aprovaram o estabelecimento de clubes de consumo que poderiam vender pequenas quantidades de maconha a clientes elegíveis. O produto seria consumido nas dependências do clube.

“Esta é potencialmente a maior mudança nas regras e regulamentos da maconha desde o início das vendas legalizadas”, disse Eric Escudero, porta-voz do Departamento de Impostos Especiais e Licenças de Denver.

 Denver (EUA) aprova entregas, clubes de consumo e equidade social nos negócios de cannabis

As medidas também têm critérios incorporados para garantir que todos tenham chances iguais de abrir um negócio no setor em expansão ou de participar dele. Embora, em 2020, as vendas estaduais tenham atingido US$ 2,2 bilhões e as vendas em toda a cidade superado US$ 700 milhões, nem todos conseguiram lucrar.

Em 2020, o departamento divulgou uma pesquisa que revelou que 74,6% dos proprietários de negócios de maconha licenciados em Denver eram brancos, assim como 68% dos funcionários.

Ao mesmo tempo, os membros da comunidade latina ou hispânica representavam 12,7% dos proprietários e 12,1% dos funcionários, e os residentes negros representavam cerca de 6% de ambas as categorias.

Leia mais: Colorado leiloa placas com o tema da maconha para arrecadar dinheiro para pessoas com deficiência

“Quando isso estava acontecendo, não havia consideração pelas pessoas que já vendiam no mercado não regulamentado”, disse Sarah Woodson, diretora executiva da The Color of Cannabis. “Nesse sentido, regras e regulamentos foram criados para bloquear as pessoas”.

A organização de Woodson defende que as pessoas de cor participem e sejam incluídas na indústria da maconha. É uma das várias que trabalharam com o Departamento de Impostos Especiais e Licenças nos últimos dois anos para trazer ideias de reforma para a cidade.

“Muitas pessoas disseram que isso nunca seria feito e sabíamos que poderíamos fazer isso”, disse Woodson.

As novas regras de Denver com relação ao licenciamento dos negócios de maconha agora refletirão o trabalho dessas organizações e da cidade.

Isso inclui o aumento do limite do número de lojas, que está em vigor desde 2016. Agora, mais licenças estarão disponíveis, mas apenas para pessoas que o estado definir como candidatos a equidade social.

De acordo com a cidade, um requerente deve ser residente do Colorado e não ter anteriormente possuído um negócio de maconha que teve sua licença revogada. O requerente também deve atender a um dos seguintes critérios:

  • O requerente residiu por pelo menos 15 anos entre os anos de 1980 e 2010 em um setor censitário designado pelo Escritório de Desenvolvimento Econômico e Comércio Internacional do Colorado como uma Zona de Oportunidade ou designado como uma “Área Desproporcionalmente Impactada”;
  • O requerente ou o pai, tutor legal, irmão, cônjuge, filho ou menor sob tutela do requerente foi preso, condenador ou sujeito a confisco de bens civis por um delito relacionado à maconha; ou
  • A renda familiar do requerente em um ano anterior à solicitação não excedeu 50% da renda mediana do estado, medida pelo número de pessoas que residem na residência do requerente.

“Quando você pensa em quem está se beneficiando, também precisa pensar em quem não está e nas pessoas que sofreram desproporcionalmente durante a proibição da maconha”, disse Escudero.

De acordo com Escudero, apenas os requerentes de equidade social poderão se inscrever com exclusividade para novas licenças de loja, operação de cultivo e fabricação pelo período de seis anos.

As empresas que desejam iniciar o serviço de entrega terão que usar uma transportadora durante os primeiros três anos do programa. Essas licenças também serão oferecidas exclusivamente aos candidatos a equidade social.

“Se você pensar sobre aquelas pessoas que entraram nisso cedo, eles meio que tinham exclusividade porque tinham o dinheiro, eles tinham a influência, eles tinham a capacidade de iniciar esses negócios”, disse Escudero. “Agora com essa exclusividade no licenciamento, essas pessoas terão exclusividade por 6 anos.”

Woodson disse que acredita que as novas regras proporcionarão boas oportunidades para muitos membros da comunidade, mas não consertarão totalmente as desigualdades da indústria. Seguindo em frente, ela disse que a reforma da justiça criminal e as atualizações do zoneamento para as empresas de maconha precisam ser prioridade.

Veja também:

Mansão da Maconha em Denver (EUA) é um paraíso para selfies repleto de cannabis

#PraCegoVer: fotografia que mostra a parte de cima de vários vasos de feltro preto com solo de perlita, onde crescem plantas de maconha das quais se pode ver os caules lenhosos e folhagem. No primeiro plano, um medidor de umidade, luz e pH verde é visto no cultivo. Imagem: Coleen Danger | Flickr.

smokebuddies logo2 Denver (EUA) aprova entregas, clubes de consumo e equidade social nos negócios de cannabis

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!