Curitiba terá segunda edição do ano da Marcha da Maconha neste sábado

marcha curitiba 2018 Curitiba terá segunda edição do ano da Marcha da Maconha neste sábado

Por todos os mortos na ‘guerra às drogas’ e para pressionar o STF pelo julgamento sobre o porte de drogas para uso pessoal, a Marcha da Maconha vai às ruas de Curitiba (PR) pela segunda vez esse ano

A Marcha da Maconha é o maior movimento antiproibicionista do país e, pela primeira vez, terá duas edições no mesmo ano em Curitiba. Neste sábado (2), a Marcha de Curitiba irá às ruas “todos os mortos na injusta Guerra às Drogas”, sob o mote “Legalizar Salva Vidas”.

Confira como foi o primeiro ato: Marcha da Maconha reúne 3 mil pessoas em Curitiba

Às vésperas da votação do Recurso Extraordinário 635.659 pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que estava marcada para o próximo dia 6 e foi retirada da pauta mas uma vez pelo ministro Dias Toffoli, os organizadores convocam a Marcha para demonstrar que existem alternativas à proibição e à guerra, e pressionar o STF para que decida esta questão – parada e adiada desde 2015.

A Marcha da Maconha de Curitiba manifestará sua indignação com mais este adiamento, que penaliza os mais pobres e desconsidera os direitos fundamentais dos usuários de drogas. Se o STF se acovarda, a Marcha não fugirá de sua responsabilidade de ajudar a estancar o rio de sangue que escorre das comunidades.

“Se você também quer salvar vidas, dia 2 de novembro venha pra Marcha da Maconha e vamos mostrar que a solução é acabar com a proibição. Em homenagem a todos os mortos nesta guerra, no dia de finados, vamos ocupar as ruas pelo fim das mortes! Venha construir esse movimento também!”

A Marcha da Maconha é um coletivo de militantes, organizado de maneira horizontal, que realiza reuniões periódicas, destinado a promover discussões, manifestações e intervenções, além de incidir na formulação de políticas públicas de drogas, pela ótica do antiproibicionismo.

Serviço

Quando: sábado (2/11)
Concentração: 15 horas
Início da Marcha: 16h20
Onde: Boca Maldita – Curitiba/PR
Encerramento: Praça 19 de Dezembro (também conhecida como Praça da Mulher Nua ou do Casal Nu).

 

Leia também:

Justiça anula prisão de manifestante por apologia durante Marcha da Maconha em Curitiba

#PraCegoVer: fotografia (de capa) em vista lateral diagonal de uma grande faixa branca com o texto em verde “Julguem nossa causa STF, RE 635659”, segurada por dois manifestantes nas ruas de Curitiba, na Marcha da Maconha de 2018. Foto: 24Horas.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!