Dois anos após a legalização, consumo de maconha entre adolescentes diminuiu no Canadá

fumaca cachimbo pipe jovem Dois anos após a legalização, consumo de maconha entre adolescentes diminuiu no Canadá

Na verdade, o uso de cannabis na faixa etária de 15 a 17 anos foi reduzido pela metade. Saiba mais com as informações da CBC News

Dois anos depois que a venda de maconha foi legalizada no Canadá, os pesquisadores ainda não viram o temido aumento no uso, diz Michael Boudreau, professor de criminologia na Universidade St. Thomas.

Cerca de seis por cento dos canadenses relatam que consomem cannabis diariamente, um número que permaneceu inalterado desde antes da legalização.

site sb Dois anos após a legalização, consumo de maconha entre adolescentes diminuiu no Canadá

“Portanto, não estamos vendo um consumo disparado de cannabis”, disse Boudreau.

Na verdade, o uso de cannabis na faixa etária de 15 a 17 anos foi reduzido pela metade, caindo para 10% dos 20% que era antes da legalização.

Mas o consumo de cannabis por aqueles com idades entre 18 e 24 é de 33%, o que Boudreau disse ter permanecido relativamente inalterado.

“Agora, alguns diriam que ainda é muito alto e eu acho que esse é um ponto que pode ser discutido, então poderia haver mais educação voltada para o uso de cannabis”.

Leia mais: Adolescentes de Washington fumam menos maconha desde a legalização, revela estudo

Instantânea dos dois anos de legalização

Boudreau tem estudado o impacto das vendas legalizadas de cannabis e compartilhou suas descobertas em um artigo que ele coescreveu com Sarah Hamill, uma professora da escola de direito da Trinity College, em Dublin, intitulado The Kids Are All Right: Reflections on Two Years of Legal Cannabis in Canada.

Os dois estão tentando ter uma noção dos aspectos críticos do uso de cannabis no Canadá depois de dois anos.

“Queríamos tirar uma foto do segundo aniversário apenas para ver o que a legalização significou para os canadenses. O uso de cannabis legal aumentou, diminuiu, e as vendas? E então o que faremos daqui para frente?”

Boudreau disse que um dos principais objetivos da legalização era eliminar o mercado ilícito de vendas de cannabis, um objetivo elevado e provavelmente idealista.

“Como vimos com as vendas de álcool, é muito difícil, senão impossível, eliminar o mercado clandestino.”

Mas mesmo com isso, Boudreau disse que 52% dos canadenses relatam que obtêm cannabis de fontes legais, principalmente lojas de propriedade do governo.

Ele acrescentou que é um salto de 23% em relação às vendas no primeiro ano de legalização.

“Isso aumentou significativamente, então a meta do governo de eliminar o mercado não regulamentado está começando a dar frutos.”

Vendas disparadas

Boudreau disse que há um aumento no uso de cannabis entre os canadenses mais velhos, que pode vir do fato de eles acharem que a cannabis legalizada é respeitável.

“O que também estamos vendo em todo o país são as vendas disparadas.”

Boudreau disse que, em julho deste ano, as vendas de cannabis legal totalizaram CA$ 231 milhões no Canadá e New Brunswick foi uma das províncias que viu o maior aumento.

As vendas on-line durante a pandemia de Covid aumentaram e Boudreau disse que parece que cada vez mais canadenses estão se voltando para as vendas on-line em oposição às vendas no mercado ilícito.

Oficial antidrogas da Casa Branca admite que uso de maconha por jovens caiu após legalização

“Alguns argumentaram o tempo todo que um dos melhores modelos não é administrado apenas pelo governo, mas uma mistura de lojas administradas pelo governo, mas também aquelas pequenas, entre aspas, lojas de maconha que vendem porque são indiscutivelmente os especialistas em termos de explicar sobre a cannabis e como ela é usada para os canadenses.”

Mas ele disse que se essas lojas existirem, isso significa que o mercado clandestino nunca desaparecerá.

“Então, novamente, embora essa fosse uma meta elevada por parte do governo federal, não acho que será finalmente alcançada.”

Mas, ele disse que os números mostram que pelo menos estão fazendo progresso em direção a essa meta.

O aumento das vendas de cannabis o surpreendeu, embora não devesse, e ele atribui isso à pandemia de Covid-19.

“Estamos vendo um aumento nas vendas de álcool, de cannabis, tabaco, opioides, infelizmente. Então, acho que essa é uma forma de as pessoas enfrentarem”.

Perdões atrasados

Boudreau disse que a polícia respondeu muito bem às mudanças, mas a polícia ainda enfrenta o desafio de detectar pessoas dirigindo em “altas”. Ele disse que a polícia ainda está desenvolvendo a tecnologia e treinando oficiais.

A Covid também diminuiu a velocidade do conselho de liberdade condicional do Canadá em relação à capacidade de conceder perdões para pessoas que foram condenadas por simples porte de maconha. Boudreau disse que há pedidos para que o governo federal elimine esses registros para permitir viagens aos Estados Unidos, onde o porte de cannabis ainda é ilegal em âmbito federal.

Boudreau disse que estima-se que haja pelo menos 250.000 canadenses com ficha criminal por simples porte de maconha.

Leia também:

Consumo juvenil de maconha no Colorado (EUA) não mudou expressivamente após legalização

#PraCegoVer: a fotografia em destaque mostra uma pessoa jovem, em perfil e close-up, expelindo fumaça e segurando um pipe de vidro de cor azul-escuro, e um fundo desfocado e colorido; detalhe para dois desenhos de folha de maconha, em verde-escuro, na bochecha. Foto: GoToVan | Flickr.

smokebuddies logo2 Dois anos após a legalização, consumo de maconha entre adolescentes diminuiu no Canadá

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!