Conselho regulador da maconha de Nova York é oficialmente concluído

buds pinca Conselho regulador da maconha de Nova York é oficialmente concluído

A governadora de Nova York, Kathy Hochul (D), anunciou na quarta-feira suas duas últimas nomeações para regular o mercado de cannabis para uso adulto do estado — um passo fundamental para implementar a lei de legalização assinada por seu antecessor. Informações do Marijuana Moment

A democrata Kathy Hochul nomeou dois membros adicionais para o Conselho de Controle da Cannabis de Nova York semanas depois que o Senado estadual confirmou as nomeações anteriores no início deste mês. Os reguladores recém-nomeados — Reuben McDaniel III da Autoridade de Dormitório do Estado de Nova York e Jessica Garcia do Sindicato do Varejo, Atacado e Loja de Departamento — não exigem confirmação dos legisladores.

Leia também: Grande empresa de lobby de Nova York abre divisão de cannabis

gravital sb Conselho regulador da maconha de Nova York é oficialmente concluído

“A indústria de cannabis de Nova York está parada por muito tempo, eu estou fazendo compromissos importantes para definir o Escritório de Gerenciamento de Cannabis para o sucesso, para que possam atingir o chão correndo”, a governadora disse em um comunicado de imprensa. “Estou confiante de que o Sr. McDaniel e a Sra. Garcia servirão ao conselho com profissionalismo e experiência à medida que lideramos nosso estado neste novo setor”.

Hochul, que substituiu o ex-governador Andrew Cuomo (D) no mês passado depois que ele renunciou em meio a um escândalo de assédio sexual, tem apoiado a aprovação do projeto de lei de legalização do uso adulto pela legislatura neste ano. E enquanto seu antecessor enfrentava críticas à medida que as negociações com os legisladores sobre nomeações em potencial estagnavam, Hochul agora assumiu o comando e está trabalhando com os líderes para fazer o processo avançar.

“Estamos felizes em ver que a governadora não está perdendo tempo para colocar o sistema regulatório da cannabis em pé”, disse Kassandra Frederique, diretora executiva da Drug Policy Alliance, ao Marijuana Moment. “Os nova-iorquinos deixaram claro que a regulamentação da maconha é uma prioridade e eles esperaram o suficiente.”

Leia: Como a próxima governadora de Nova York se posiciona na legalização da maconha

“Parabenizamos Reuben McDaniel III e Jessica Garcia por suas nomeações e esperamos trabalhar com eles para construir uma indústria justa e equitativa em Nova York e garantir que os lucros sejam direcionados de volta para as comunidades que pagaram o preço mais alto durante a proibição”, ela disse.

De acordo com a lei de legalização de Nova York, o independente Escritório de Gerenciamento de Cannabis dentro da Autoridade de Licores do Estado de Nova York foi estabelecido e será responsável por regular o mercado adulto de cannabis, bem como os programas existentes de maconha medicinal e cânhamo. Será supervisionado por um Conselho de Controle da Cannabis de cinco membros.

Três membros já foram nomeados pela governadora, e o Senado e a Assembleia também nomearam um membro cada.

Da forma como está, adultos com 21 anos ou mais podem portar até 85 gramas de cannabis ou 24 gramas de concentrados em Nova York — e também podem fumar maconha em público em qualquer lugar onde se possa fumar tabaco — mas ainda não há lojas abertas para o comércio.

Leia mais: Permitir que cidadãos fumem maconha em público leva a um declínio maior de prisões

Os primeiros varejistas de maconha para uso adulto em Nova York podem, na verdade, estar localizados em território indígena, com uma tribo abrindo oficialmente inscrições para possíveis licenciados no início deste mês.

Em julho, um senador por Nova York apresentou um projeto de lei para criar uma categoria de licenciamento provisório de maconha para que os agricultores pudessem começar a cultivar e vender cannabis antes da implantação formal do programa de uso adulto. O projeto foi encaminhado ao Comitê de Normas do Senado.

Como o processo de implementação foi arrastado, no entanto, um senador do Partido Republicano quer dar às jurisdições locais mais um ano para decidir se irão optar por não permitir que os negócios de maconha operem em sua área — uma proposta que os defensores dizem ser desnecessária e criaria complicações indevidas para a indústria.

De acordo com a lei promulgada, os municípios devem determinar se optarão por não permitir os varejistas de maconha ou locais de consumo social até 31 de dezembro de 2021. O senador George Borrello (R) apresentou uma legislação no final da semana passada que atrasaria esse prazo em um ano.

Os ativistas pela legalização não estão comprando o argumento, no entanto.

Adicionando pressão para colocar o mercado em funcionamento está o fato de que os reguladores na vizinha Nova Jersey recentemente divulgaram regras para seu programa de maconha para uso adulto, que está sendo implementado depois que os eleitores aprovaram um referendo de legalização no ano passado.

O controlador do estado projetou recentemente que Nova York deve gerar US$ 245 milhões em receita anual com a maconha, o que, segundo eles, ajudará a compensar as perdas com a queda nas vendas de tabaco.

Para o primeiro ano de vendas de cannabis, espera-se que o estado veja apenas US$ 20 milhões em arrecadação de impostos e taxas. Isso fará parte de uma estimativa de US$ 26,7 bilhões em novas receitas que Nova York deve gerar no ano fiscal de 2021-2022 com um orçamento que o legislativo aprovou em abril.

Enquanto isso, um legislador de Nova York apresentou um projeto de lei em junho que exigiria que o estado estabelecesse um instituto para pesquisar o potencial terapêutico dos psicodélicos.

Veja também:

EUA: Câmara aprova reforma do sistema bancário de maconha como parte da lei de gastos com defesa

#PraTodosVerem: fotografia mostra dedos segurando uma pinça com um bud de maconha próximo a cinco outras pequenas inflorescências de cannabis, que aparecem no segundo plano sobre uma superfície cinza, em pior foco. Imagem: Kindel Media | Pexels.

smokebuddies logo2 Conselho regulador da maconha de Nova York é oficialmente concluído

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!