Conselho Federal de Medicina lança decálogo sobre maconha

Phill Whizzman Conselho Federal de Medicina lança decálogo sobre maconha

Em conjunto com a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), o Conselho Federal de Medicina (CFM), que recentemente pediu a revogação de atos que podem “liberar o cultivo da maconha” no Brasil, em referência à movimentação na Anvisa, lançou um documento que lista dez declarações – algumas das quais equivocadas – sobre o assunto

Publicado oficialmente no site da ABP, com a chancela do Conselho Federal de Medicina, o decálogo sobre maconha é um documento que reúne, de maneira superficial e muito resumida, dez afirmações sobre a planta e uma lista de referências bibliográficas que devem dar sustento a argumentos como o de que “não existe ‘maconha medicinal'”, frase também usada pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra (mera coincidência, será?).

Leia também: Conselho Federal de Medicina se posiciona contra liberação do cultivo de maconha

Curiosamente, grandes nomes da pesquisa científica sobre cannabis no mundo, como Raphael Mechoulam ou o brasileiro Elisaldo Carlini, não constam nas referências do documento. Pudera – afirmações falsas, como a de que apenas o CBD está sendo investigado “com o objetivo de verificar se existe ou não um potencial terapêutico” se misturam a declarações subjetivas e sem base empírica, como a de que “as consequências do consumo de maconha fumada costumam ir além do usuário e podem atingir toda a família”.

Confira:

lazy placeholder Conselho Federal de Medicina lança decálogo sobre maconhaLeia também: 

Cinco discursos equivocados de Osmar Terra que reforçam o proibicionismo

#PraCegoVer: Em destaque, fotografia em close de uma vistosa flor de maconha em tons de verde com pistilos brancos e partes das folhas de outra planta (na lateral direita da foto), com um fundo desfocado. Foto: Phill Whizzman | Smoke Buddies.

Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário