Como Michigan (EUA) espera tornar mais acessível a propriedade de pequenas empresas de maconha

folhas folhagem cultivo Como Michigan (EUA) espera tornar mais acessível a propriedade de pequenas empresas de maconha

Os reguladores da maconha de Michigan dizem que querem uma indústria inclusiva. E com esse objetivo a chamada licença de microempresa foi criada, porém, quase dois anos após seu início, apenas algumas existem. Entenda como o estado pretende lidar com a questão na reportagem do MLive.com, traduzida pela Smoke Buddies

A Sun Provisions, na cidade de Decatur, é uma pequena loja de maconha de propriedade familiar com um laboratório de extração nos fundos.

As vitrines apresentam seis marcas de flores, algumas fileiras de cartuchos de vaporização e alguns sabores de gomas. Há um cultivo de 150 plantas e área de aparamento no porão.

gravital sb Como Michigan (EUA) espera tornar mais acessível a propriedade de pequenas empresas de maconha

Tudo é feito internamente. É uma das poucas microempresas de maconha que existem em Michigan.

“Tem sido uma luta”, disse Helen Sun, 33, gerente de operações da Sun Provisions e filha do proprietário. “Chegamos muito perto de ter que nos reestruturar, mas conseguimos nos espremer e passar de uma safra para outra.

Saiba mais: Imposto da cannabis financia estudos sobre a maconha contra TEPT no Michigan

Acho que ficaremos bem, mas a diferença entre banquete e fome vai nos permitir crescer e fazer mais.”

Os reguladores da maconha de Michigan dizem que querem que a indústria seja inclusiva — um lugar onde um empresário médio pode prosperar — não apenas um playground para o dinheiro corporativo e financistas com grandes bolsos.

É por isso que a chamada licença de microempresa foi criada, mas, quase dois anos após seu início, apenas algumas existem. Com alguns ajustes, a Agência Reguladora da Maconha em seu mais recente conjunto de regras proposto espera mudar isso. A agência criou a chamada licença de “microempresa classe A”.

O tipo de licença criaria o que muitos acreditam ser um modelo de negócios mais economicamente viável, dobrando a contagem de plantas permitida para 300. Também permite que as microempresas comprem ou adquiram plantas maduras de produtores licenciados, cuidadores ou pacientes registrados, e comprem comestíveis prontos para vender, concentrados, cartuchos de vaporização e outros produtos que não florais de processadores licenciados, todos proibidos pelas regras iniciais de microempresa.

Uma desvantagem: empresas como a Sun Provisions não teriam mais permissão para fazer seu próprio processamento interno, a menos que também adquirissem uma licença de processamento adicional.

Leia: Michigan: cidades e distritos menores veem benefícios financeiros no varejo de maconha

Até agora, sete das licenças originais de microempresas foram emitidas, mas apenas cerca de três realmente abriram suas portas para os clientes.

Com a atual configuração de microempresa única, independente e de semente à venda, algumas comunidades têm relutado em permitir oportunidades de licenciamento e há alegações dentro da indústria de que o modelo de negócios é difícil de tornar lucrativo.

Sun disse que a operação de sete pessoas de sua família, devido às limitações de cultivo, chegou perigosamente perto de ficar sem produtos de THC em várias ocasiões desde a inauguração em março.

“Os desafios que ouvimos sobre as microempresas existentes são duplos”, disse o diretor da Agência Reguladora da Maconha, Andrew Brisbo, que discutiu a proposta de nova licença para microempresas durante um painel na Conferência Empresarial do Centro-Oeste da Associação Nacional da Indústria da Cannabis, na última semana de setembro, no TCF Center em Detroit.

O primeiro é que não havia biomassa suficiente para ser sustentável, não havia material vegetal ou contagem de plantas suficientes. E o segundo é que é incrivelmente caro configurar a parte de processamento, que você precisa ter uma variedade de produtos para ter sucesso…

E ao eliminar a peça de processamento completamente, isso alivia a carga regulatória e também nos ajuda a manter os custos um pouco mais baixos.”

Leia também: Laboratório de Michigan por trás do recall de cannabis de US$ 229 mi processa agência reguladora

Sun disse que sua mãe investiu pesadamente para construir suas capacidades de processamento e ela espera que o negócio possa ser adquirido sob o novo tipo de licença, se aprovado, para continuar o processamento interno com o número elevado de plantas.

“Compramos tudo, construímos isso, construímos de acordo com as especificações (da Agência Reguladora da Maconha) e é uma pena saber… que isso não é suficiente e ter que lutar”, disse Sun.

Chris Jackson, o líder de assuntos de governo e legislativos e de equidade social da empresa de cannabis Sticky, participou do painel de discussão com Brisbo.

“Supondo que as regras sejam válidas, elas ainda não criaram um caminho para que os atuais proprietários de microempresas possam fazer a transição para o novo tipo de licença”, disse ele.

Jackson falou sobre um conceito de microempresa que está se formando, denominado “microshopping”.

É “onde você tem várias microempresas em um espaço e eles têm custos compartilhados, contra todos terem que fazer isso sozinhos, pagar o aluguel ou taxas de franquia”, disse Jackson. Seria como um mercado com uma sala de consumo social licenciada separada no local para os clientes fumarem ou ingerirem suas compras, disse ele. Espera-se que a primeira dessas operações seja aberta em Muskegon no próximo ano, disse Jackson.

Leia mais:

Suprema Corte de Dakota do Sul (EUA) invalida iniciativa de legalização da maconha

#PraTodosVerem: fotografia tirada de cima pra baixo que mostra a folhagem de um cultivo de maconha, com enfoque em duas grandes folhas que aparecem no topo. Crédito: Teanna Morgan | Unsplash.

smokebuddies logo2 Como Michigan (EUA) espera tornar mais acessível a propriedade de pequenas empresas de maconha

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!