Afinal, como era fumar antes das headshops existirem?

como era fumar maconha antes depois da ultra 420 smoke buddies II Afinal, como era fumar antes das headshops existirem?

Hoje em dia a missão de fumar um é fácil e variada – dá até para escolher como quer tragar sua erva. Mas lá atrás, nos anos 1980 e 1990, a missão era bem mais difícil. E foi assim até a chegada da primeira headshop brasileira, a Ultra420. Veja como o comportamento do maconheiro mudou de lá para cá.

“Eu não quero saber de mais nada, só quero saber: quem tem seda?” Hoje em dia, a resposta para esta pergunta é quase sempre positiva – afinal, é difícil não achar pelo menos um maconheiro portando o papelzinho quando você precisa. O mesmo vale para trituradores, vapes, ou até mesmo pipes e bongs – acessibilidade que pode ser facilmente relacionada com a disponibilidade das headshops.

Mas nem sempre foi assim…

lazy placeholder Afinal, como era fumar antes das headshops existirem?

Hoje em dia: Variedades  Foto Phill Whizzman – Smoke Buddies

Lá atrás, por volta dos anos 80 e 90, o que rolava eram os famosos “sedanapos” furtados das padarias e bares, papel de pão, as amarelas “colomys” ou então pequenos cachimbos. Fato que constantemente é lembrado por alguns usuários das antigas. Só quem tinha aquele amigo mais viajado, que conseguia trazer produtos importados para as terras tupiniquins, que acabava fumando sua erva em sedas de verdade.

De repente, a forma de fumar mudou

Hoje, o mercado das headshops segue em crescimento no Brasil e no mundo, sendo muito mais bem aceito pela sociedade. Mas antigamente era bem diferente. Até o final da década de 80 não havia por aqui nenhum empreendedor disposto a se arriscar em um segmento até então proibido e totalmente recriminado ou mesmo alguém que enxergasse este enorme espaço de investimento.

Mas se havia uma carência de oferta e muito maconheiro para criar a demanda, porque não ter essa variedade nas prateleiras por aqui? Foi aí que primeira headshop brasileira apareceu: “Era necessário que os fumantes tivessem acesso a produtos de qualidade, reduzindo também os danos a sua saúde”, conta Alexandre Perroud, criador da Ultra 420.

Nos anos 90, Alexandre viajou para Amsterdam, o paraíso canábico, e lá conheceu as infinitas possibilidades quando pensamos em utensílios e assessórios para fumar sua erva. Assim, em 1994 começou a trazer produtos dos EUA para expor e comercializar em mercados itinerantes para mais tarde, em 1996, fundar a primeira loja da marca, a pedido de seus clientes, em um dos principais picos de SP: a Rua Augusta.

“Tudo que é novo causa estranheza e com as headshops não poderia ser diferente”, diz Perroud. Mas apesar da resistência inicial, muitos se encantam até hoje ao visitar uma loja que para muito maconheiro, é um verdadeiro paraíso.

lazy placeholder Afinal, como era fumar antes das headshops existirem?

Interior da loja, na na lendária Rua Augusta. Foto Phill Whizzman – Smoke Buddies

Não teve jeito: a forma de fumar (e de comprar) mudou. Na vanguarda do mercado das Headshops, a Ultra420 passou a fornecer aos maconheiros dos cantos mais verdes do Brasil diversas sedas, bongs, pipes, trituradores e tudo o que há de melhor na cultura do fumo para, em 1997, 1 ano após inaugurar sua primeira loja, iniciar a fabricação própria de cachimbos e bongs. Acabaram as épocas de vacas magras e papel de pão. A Ultra lançou por aqui um novo nicho de mercado que veio pra ficar.

Hoje, se você consegue encontrar aquela seda bacana ou mesmo sua camiseta favorita, foi graças a muita gente que pôs a cara a tapa lá trás. E a Ultra420 com certeza é uma das grandes culpadas por fumamos com qualidade e variedade. Bora visitar uma headshop?

lazy placeholder Afinal, como era fumar antes das headshops existirem?

Seda, blunts, isqueiros, aromatizadores e tudo mais que o consumidor precisar. Foto Phill Whizzman – Smoke Buddies

Além da loja virtual, a Ultra 420 conta com sua clássica loja em SP (Galeria Ouro Fino, no Jardins) e duas franquias cariocas, uma localizada no Arpoador (Galeria River) e outra em Niterói (no Center V em Icaraí).

Ficou com vontade de ter uma Head Shop para chamar de sua? A Ultra 420 pode te dar uma mãozinha!
www.franquia.ultra420.com.br.

Já pensou em ser dono da sua própria headshop? Transforme o sonho em realidade

Este conteúdo possui caráter publicitário.
Fotografias Phill Whizzman

Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário