Como a gigante do tabaco Altria está se tornando uma empresa de cannabis

planta gio bartlett Como a gigante do tabaco Altria está se tornando uma empresa de cannabis

Uma das maiores empresas de tabaco do mundo está a caminho de ser também uma das maiores e mais influentes empresas de cannabis. Saiba mais com as informações da Forbes

Depois de gastar US$ 1,8 bilhão para comprar uma participação em uma empresa multinacional de cannabis em 2018, a Altria agora está fazendo pressão nos corredores do Congresso dos EUA e em nível estadual para promover leis favoráveis ​​à cannabis, registros recentes e relatórios mostram.

Sussurros de um jogo de poder da “Big Tobacco” para capturar a indústria da cannabis giraram durante anos nos círculos da legalização da maconha e da indústria canábica.

site sb Como a gigante do tabaco Altria está se tornando uma empresa de cannabis

E agora parece estar acontecendo, embora lentamente, abertamente e em forma semelhante a outras técnicas de grandes empresas: aquisição, propriedade intelectual e lobby por uma regulamentação amigável.

A Altria gastou US$ 1,8 bilhão em dezembro de 2018 por uma participação de 45% no Cronos Group, uma das primeiras grandes empresas multinacionais de cannabis com sede no Canadá.

 Como a gigante do tabaco Altria está se tornando uma empresa de cannabis

Desde então, a Altria atuou em várias frentes para proteger seu investimento.

Como a Forbes relatou pela primeira vez, a Altria silenciosamente adicionou a tecnologia de cannabis ao seu portfólio, adquirindo vaporizadores de maconha patenteados e apresentando novos pedidos de patente para dispositivos proprietários.

Leia mais – Gigante do tabaco está garantindo tecnologia própria na nova fronteira: a cannabis

E em um sinal do amadurecimento da cannabis como um negócio sério — e em uma indicação clara de como a indústria da cannabis está usando as mesmas táticas empregadas pelo Vale do Silício, álcool e outros setores de grandes negócios para garantir uma regulamentação favorável — a Altria também está cobrindo suas bases politicamente, tanto em nível estadual quanto federal.

Para cortejar os membros do Congresso americano, a Altria em 2020 contratouBrownstein Hyatt Farber Shreck, de Denver (Colorado), um dos principais escritórios de advocacia de cannabis e cânhamo do país, para tratar de políticas relacionadas ao CBD e “impostos especiais de consumo não relacionados ao tabaco”, mostram recentes relatórios federais.

A Altria pagou a três lobistas da empresa um total de US$ 30.000 no quarto trimestre de 2020 para fazer lobby na Câmara sobre questões fiscais, de acordo com os registros.

No Senado, a Altria desembolsou US$ 50.000 para dois lobistas da Akin Gump Strauss Hauer & Feld, outra firma de lobby com uma “policy shop” de cannabis ativa, para influenciar legisladores em “questões relacionadas ao canabidiol (CBD) à base de cânhamo”, bem como uma proposta para aumentar a idade legal para o uso do tabaco para 21 anos, mostram os registros.

E como a Cannabis Wire noticiou pela primeira vez no domingo, a Altria também está pressionando pela legalização da maconha em nível estadual. Em comentários à Cannabis Wire, a empresa também saiu oficialmente em apoio à legalização federal.

A Altria registrou-se no mês passado para fazer lobby pela “regulamentação equitativa das vendas de cannabis na Virgínia”, relatou o site.

E você pode argumentar que a Altria já está colhendo resultados.

Ambas as casas da Assembleia Geral da Virgínia aprovaram na semana passada projetos de lei que visam à legalização do uso e venda de cannabis para adultos no estado. Se os projetos de lei forem aprovados pelo governador Ralph Northam, as vendas na Virgínia, onde a Altria mantém a sede corporativa na capital do estado Richmond, começarão em 2023.

Leia mais – Virgínia (EUA): legislatura aprova propostas de legalização da maconha para uso adulto

A essa altura, é bem possível que a lei federal tenha mudado a favor da Altria.

Na semana passada, a liderança democrata no Senado americano, incluindo o líder da maioria Chuck Schumer, disse que a legalização seria uma prioridade para o atual Congresso.

E isso é algo que a Altria também favorece muito claramente — e pode ter uma influência direta.

“A Altria apoia a legalização federal da cannabis sob uma estrutura regulatória apropriada”, disse George Parman, um porta-voz da Altria, à Cannabis Wire.

“Como parte interessada nesta indústria, pretendemos trabalhar com formuladores de políticas e reguladores em apoio a um ambiente operacional transparente, responsável e equitativo para a venda de cannabis”, acrescentou.

Exatamente como essa “estrutura apropriada” se parece aos olhos da Altria ainda está para ser visto.

Vários projetos de lei que reclassificariam a cannabis e permitiriam as vendas federais foram apresentados em ambas as casas do Congresso. Apenas na Câmara a reforma da cannabis foi posta em votação — e foi aprovada. Os esforços no Senado foram bloqueados pela liderança republicana do passado.

Sob Schumer, parece provável que o Senado acabe votando na reforma da cannabis. E com a Altria, Big Tobacco — agora também Big Marijuana —, pronta para ter um assento à mesa.

Leia também:

The British Hemp Company lança iniciativas para empoderar comunidades no Reino Unido

#PraCegoVer: fotografia de um bud apical repleto de pistilos de cor verde-claro, onde uma das folhas da planta aparece no primeiro plano desfocada. Imagem: Gio Bartlett | Unsplash.

smokebuddies logo2 Como a gigante do tabaco Altria está se tornando uma empresa de cannabis

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!