Clínica na Tailândia oferece óleo de cannabis grátis aos pacientes

tailandia Clínica na Tailândia oferece óleo de cannabis grátis aos pacientes

Uma clínica médica em Bangcoc, capital da Tailândia, abriu as portas na segunda-feira (6), oferecendo óleo de cannabis gratuito a centenas de tailandeses. As informações são da agência de notícias AFP com tradução pela Smoke Buddies

A Tailândia, em 2018, se tornou o primeiro país do Sudeste Asiático a legalizar a maconha medicinal, embora muitos tailandeses usem a erva na medicina tradicional há muito tempo. O governo está ansioso para colher o potencial multibilionário da maconha, investindo em tecnologia para extrair, destilar e comercializar óleos de cannabis.

“Hoje marca o começo”, disse o ministro da Saúde Anutin Charnvirakul no lançamento da clínica em Bangcoc. “Estamos lutando pela melhor saúde do povo tailandês e lutando por uma economia melhor” disse ele, à AFP, ao lado de um mascote de folha de maconha vestindo um casaco de médico.

Centenas de tailandeses, na maioria idosos, esperavam receber os frascos de 5 a 10 mg de óleo para dores musculares, embora alguns viessem com doenças mais graves — como Natjuta, nascida com paralisia cerebral e confinada a uma cadeira de rodas.

lazy placeholder Clínica na Tailândia oferece óleo de cannabis grátis aos pacientes

#PraCegoVer: Pacientes aguardam registro para tratamento na abertura de uma clínica de maconha medicinal em Bangcoc. Foto: AFP | Mladen ANTONOV

A mãe dela, Supatra Ulapatorn, disse que o óleo de maconha ajuda a filha a dormir melhor e a ficar mais calma. “Ela não dorme bem, o que me faz não dormir”, disse a mulher de 60 anos. “Ela está mais calma agora, então acho que funciona”.

Leia: Tailândia permitirá que seus cidadãos cultivem maconha em casa para vender ao governo

Anutin, um magnata da construção que se tornou ministro, cujo partido Bhumjaithai montou uma plataforma pró-maconha nas eleições do ano passado para se tornar um grande ator no parlamento, prometeu uma bonança econômica aos seus eleitores rurais.

Ele acrescentou que a droga foi “desestigmatizada” na Tailândia.

“Se falamos sobre extração de maconha, sinto que as pessoas a veem como medicamento, e não como narcótico”, disse ele.

Ainda assim, um conjunto de regras governa quem pode cultivar plantas de maconha e extrair óleo de cannabis, e críticos dizem que a legislação limitará as oportunidades para pequenos agricultores e provavelmente beneficiará grandes empresas agroindustriais.

Saiba mais: Ministro quer promover turismo da maconha medicinal na Tailândia

Pesquisas médicas demonstraram que o óleo de cannabis pode ajudar a aliviar a dor de pacientes que sofrem de doenças como esclerose múltipla e epilepsia, mas a ciência está ciente de seu impacto em outras doenças graves, incluindo diferentes formas de câncer.

O uso recreativo e o comércio de maconha ainda são ilegais e podem levar qualquer pessoa apanhada em flagrante a penas severas, de até 10 anos de prisão.

Leia também:

Primeiro-ministro da Tailândia usa maconha medicinal em evento com Dr. Ganja

#PraCegoVer: fotografia (de capa) em plano fechado da cabeça do mascote de planta de maconha, que é uma folha de cannabis personificada, usando óculos e sorrindo. Foto: Mladen Antonov | AFP.

Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário