Cientista explica por que a maconha não deve ser proibida para atletas

pista corredoras Cientista explica por que a maconha não deve ser proibida para atletas

Em entrevista, a professora de Psicologia e Neurociência da Universidade do Colorado em Boulder Angela Bryan esclarece que os dados disponíveis sugerem que a maconha não melhora o desempenho do ponto de vista de velocidade, potência ou força

A federação de atletismo dos EUA (USATF) confirmou na terça-feira que a esperança olímpica Sha’Carri Richardson não competirá em Tóquio depois de ter testado positivo para THC, um dos ingredientes ativos da maconha. Desde que a suspensão de 30 dias da velocista foi anunciada na sexta-feira, celebridades e legisladores, incluindo a congressista estadunidense Alexandria Ocasio-Cortez (D-NY), saíram em sua defesa, pedindo que a Agência Mundial Antidoping (WADA) reavalie sua posição em relação à maconha como uma substância proibida e para a USATF deixar Richardson competir.

Leia mais: Sha’Carri Richardson testa positivo para cannabis e pode perder Olimpíada

A WADA, que estabelece diretrizes antidoping para organizações esportivas em todo o mundo, proíbe substâncias que têm o potencial de melhorar o desempenho, representar um risco para o atleta e/ou “violar o espírito do esporte”.

O CU Boulder Today perguntou à professora de Psicologia e Neurociência Angela Bryan, que estuda os riscos e benefícios da cannabis, o que a ciência diz sobre a relação entre a maconha e o esporte.

O THC melhora o desempenho?

Há muito pouca pesquisa sobre este tópico e muitas delas remontam aos anos 70, mas os dados disponíveis sugerem que a cannabis não melhora o desempenho do ponto de vista de velocidade, potência ou força. Em um estudo, pesquisadores avaliaram o desempenho de ciclistas que usaram cannabis e compararam com o de ciclistas que não usaram. Eles olharam para a velocidade e potência, e ambos diminuíram na condição de cannabis. Outros mostraram pouca ou nenhuma diferença no desempenho.

Uma advertência: esses estudos foram feitos com um produto de baixa potência fornecido pelo Instituto Nacional sobre Abuso de Drogas (NIDA) dos EUA para pesquisa e podem não refletir o que os atletas estão realmente usando atualmente, portanto são necessários mais estudos. Não há evidências de que usá-la algumas noites antes da competição influenciaria o desempenho dias depois.

Defensores dizem que o THC não melhora o desempenho esportivo. Então, por que é proibido?

Um bom número de pessoas consome cannabis antes ou depois de fazer exercício. Por quê?

Em um estudo, ficamos surpresos ao saber que cerca de 8 em cada 10 usuários de maconha em estados onde a cannabis é legal a consomem pouco antes ou depois do exercício. O que sabemos é que pode ajudar na recuperação da mesma forma que um Advil ou Tylenol. As pessoas relatam que a usam para ajudar com dores pós-treino e inflamação e dor muscular. Também ouvimos falar de alguns atletas de resistência, incluindo ultracorredores, que usam cannabis imediatamente antes da atividade física para tornar suas corridas a pé de três horas ou de bicicleta de quatro horas mais agradáveis ​​e menos monótonas.

Para saber mais sobre isso, lançaremos um estudo no próximo mês no qual levaremos pessoas ao laboratório para correr na esteira — uma vez sob a influência de cannabis, outra vez sem a influência. Iremos avaliar sua experiência de dor, sua percepção da passagem do tempo e seu afeto — ou como eles se sentem bem — durante o exercício.

A WADA também proíbe substâncias que são “um risco para a saúde do atleta”. O THC é um risco para a saúde?

O que podemos dizer com certo grau de certeza neste ponto é que os produtos de THC de alta potência não são ótimos para o cérebro em desenvolvimento de jovens adolescentes, ou para pessoas com um histórico familiar ou pessoal de psicose — provavelmente é arriscado para eles se envolverem no uso de cannabis. Existem também alguns efeitos agudos na recordação verbal, mas não são duradouros.

Fora isso, há poucas evidências convincentes de riscos agudos ou de longo prazo para a saúde do uso de cannabis, e certamente não há os riscos do uso de álcool, que não está na lista de substâncias proibidas. Muitas pessoas morrem devido à intoxicação por álcool a cada ano, e isso simplesmente não acontece com a cannabis.

Richardson diz que ela estava usando isso para lidar com a morte de sua mãe. O THC ajuda com problemas de saúde mental?

Depressão, ansiedade, sono e dor são as quatro grandes razões pelas quais os adultos relatam o uso medicinal de cannabis. Muitas pessoas relatam que a cannabis é útil para lidar com uma crise de saúde mental. Ainda estamos aprendendo sobre isso e nosso laboratório tem vários estudos em andamento. O que eu sei disso é: se ela tivesse tomado algumas cervejas ou uma taça de vinho para lidar com a morte de sua mãe, não estaríamos tendo essa conversa.

Em sua opinião, com base na ciência, o THC deveria permanecer proibido para atletas de elite?

Como não há evidências convincentes de que o THC aumenta o desempenho, e é legal na grande maioria dos estados dos EUA e em países inteiros, incluindo o Canadá, não acho que deva ser incluído como uma substância proibida para atletas de elite ou qualquer outro tipo de atleta por essa conduta. Dito isso, eu não aprovaria de forma alguma os atletas olímpicos que consumissem cannabis imediatamente antes de competir. Minha perspectiva é mais que os atletas que usam cannabis em seu tempo ocioso, seja para fins recreativos ou como um auxílio para a recuperação, não deveriam ter isso usado contra eles em termos de competição.

Leia também:

Canabinoides vs endorfinas: descobrindo a essência da alta do corredor

#PraTodosVerem: fotografia mostra corredoras, de costas, em uma pista de atletismo, onde a atleta da primeira raia está correndo à frente e as demais paradas em suas linhas de partida. Imagem: Unsplash | Matt Lee.

smokebuddies logo2 Cientista explica por que a maconha não deve ser proibida para atletas

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!