CES premia produto relacionado à maconha e depois proíbe empresa de falar sobre cannabis

keep container CES premia produto relacionado à maconha e depois proíbe empresa de falar sobre cannabis

A Keep Labs desistiu de mostrar seu dispositivo de armazenamento de maconha na feira por causa das restrições impostas pelos organizadores. Com informações da TechCrunch, via Mundo Conectado

Os organizadores da Consumer Electronics Show (CES) premiam anualmente os produtos que consideram mais incríveis em termos de design e engenharia com seu Innovation Award (prêmio de inovação). Neste ano, um dos premiados para a CES 2020 é um gadget chamado Keep, da startup Keep Labs, um pequeno armário eletrônico para guardar maconha e derivados. Os criadores, no entanto, desistiram de mostrar seu premiado produto na feira por causa de uma restrição um tanto proibitiva: eles foram impedidos de mencionar cannabis pra falar do Keep.

A droga ainda é um assunto que causa complicação, devido à sua situação de legalidade que varia de lugar pra lugar. No Canadá, por exemplo, a terra natal do Keep, a cannabis está liberada para consumo médico e recreativo. Até por isso o produto surgiu por lá. Ele foi criado por dois pais de família preocupados em manter a erva e coisas feitas com ela num compartimento que não só preserve a qualidade dos produtos, mas que também ofereça segurança contra quem não deve pegar. O Keep fecha hermeticamente e só pode ser aberto por reconhecimento facial. Quando fechado, ele parece um pequeno smart speaker com relógio, vindo nas opções de cores branca ou preta.

Leia: O que impede o Canadá de ser líder em pesquisas sobre maconha?

O mais inusitado da situação é que a CES 2020 tem um site oficial para os produtos que receberam o prêmio de inovação, onde a descrição do Keep aparece mencionando seu uso para guarda cannabis sem nenhum problema. O uso da droga também é legalizado em Las Vegas, onde acontece a CES, mas os organizadores do evento decidiram que não queriam o pessoal da Keep Labs falando abertamente sobre maconha durante suas demonstrações. O produto poderia ser mostrado sob a condição de fingir ser apenas um armário diferenciado para qualquer coisa.

Os criadores do Keep, no entanto, não gostaram de ser representados assim e acreditam que demonstrar o produto dessa maneira diminuiria seu valor. Eles consideram ainda que seu prêmio de inovação não foi somente por criar um pequeno armário.

Por causa de restrições também no Kickstarter e no IndieGoGo, o Keep se encontra em crowdfunding por iniciativa própria, fazendo arrecadações em seu site oficial através de pré-venda. Eles já bateram quase 80% de sua meta, com deadline para primeiro de março de 2020.

Leia também:

Cultivo indoor de maconha: estudo mostra qual o melhor tipo de iluminação

#PraCegoVer: fotografia (em destaque) em vista diagonal que mostra a versão de cor branca do dispositivo Keep, aberto, onde vê-se seus diversos compartimentos, transparentes e brancos, suspensos junto à tampa, e o horário 4:20 em um display digital na parte da frente; o aparelho está sobre uma superfície marmorizada, branco e cinza. Foto: divulgação.

lazy placeholder CES premia produto relacionado à maconha e depois proíbe empresa de falar sobre cannabis

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário