CBA: o composto similar ao CBD que não vem da cannabis

CBA CBA: o composto similar ao CBD que não vem da cannabis

O produto 100% brasileiro encontrado na Amazônia é utilizado como uma “alternativa” às propriedades do canabidiol para a pele. Entenda

Talvez você já tenha ouvido falar bastante sobre o canabidiol (CBD) e até o tetraidrocanabinol (THC). Eles são os principais componentes encontrados da cannabis. Mas será que você conhece o CBA?

Leia também: O CBD demora quanto tempo para fazer efeito?

O Canabidiol Active System (CBA) é uma opção 100% brasileira, produzida pela biodiversidade da Amazônia. Contudo, possui propriedades medicinais bem parecidas com o CBD. Embora constantemente confundido com o canabidiol, o CBA é uma nova aposta para o universo dos cosméticos, uma vez que o canabidiol ainda não é permitido em produtos dermatológicos.

O que é o CBA?

O CBA não é exatamente um canabinoide, mas uma junção de vários óleos da Amazônia que produzem efeitos parecidos ao da substância encontrada na cannabis.

Assim como o canabidiol, a substância também ativa o Sistema Endocanabinoide, um sistema presente em todo o organismo. Através de receptores, ele ajuda a restaurar a homeostase, ou seja, o equilíbrio de várias funções do organismo. O CBA estimula a produção de endorfina, o que resulta na sensação de bem-estar e relaxamento da pele. Por causa das suas propriedades anti-inflamatórias, ele é bastante utilizado no tratamento de acne e rosácea.

Por causa das suas propriedades na pele, ele é cada vez mais utilizado pela indústria para a fabricação de vários produtos tópicos, como cremes, shampoos, hidratantes, esfoliantes, óleos e até sprays. Embora não seja extraído da cannabis, várias empresas costumam utilizar a planta nas embalagens como estratégia de marketing.

Semelhanças 

Os dois compostos são bem parecidos. De origem natural, não causam efeitos psicotrópicos. Ambos também interagem com o organismo da mesma forma: através dos receptores CB1 e CB2.

Os canabinoides também possuem propriedades  terapêuticas anti-inflamatórias, antiacne, antioxidantes e antibactericidas, que ajudam a reparar os tecidos da pele, promovendo uma sensação de relaxamento e combate ao envelhecimento precoce.

Isso por que eles compartilham os mesmos terpenos, o cariofileno e humuleno, além de ácido linoleico e ácido graxo da mesma família do ômega-6.

Leia também: Principais dúvidas na hora de tomar CBD

CBD x CBA

Embora os dois canabinoides sejam parecidos, eles também possuem algumas diferenças. O canabidiol, por exemplo, é encontrado apenas na cannabis, já o CBA é de origem amazônica.

Sem contar que, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o canabidiol é exclusivo para uso medicinal e deve ser uma opção apenas quando nenhum outro tratamento é efetivo.

Já o CBA é mais usado para a fabricação de produtos de beleza, skincare e tratamentos capilares, além de não precisar de receita médica para o uso.

Seguro?

O composto ainda é uma novidade que precisa de mais estudos. Por isso, o CBA deve ser evitado por grávidas e lactantes.

Ainda assim, algumas marcas têm usado o canabidiol active system como uma alternativa “legal e segura” ao CBD. No entanto, não há pesquisas que comprovem que ele substitua o componente da cannabis.

Leia também:

Quanto tempo dura um frasco de CBD?

#PraTodosVerem: fotografia de capa mostra imagem aérea de uma mão esquerda aplicando uma pomada de cor branca nas costas da mão direita. No fundo, folhinhas verdes e um recipiente com o produto. Foto: Freepik.

cannalize  06 CBA: o composto similar ao CBD que não vem da cannabis

Sobre Cannalize

A Cannalize é um portal segmentado com o foco em trazer educação ao público, tanto sobre a cannabis medicinal quanto o uso adulto. O objetivo é responder todas as dúvidas sobre o universo canábico, desmistificar mitos e informar de forma embasada em e ancorada em especialistas e pesquisas científicas.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!