Cannabusiness: evento em São Paulo promove negócios no setor medicinal

cannabusiness Cannabusiness: evento em São Paulo promove negócios no setor medicinal

Em um espaço de eventos em área nobre da capital paulista, cerca de 350 lideranças empresariais se reuniram na noite de terça-feira (13) para fomentar a discussão (e os negócios) sobre cannabis medicinal. O evento Cannabusiness: um mercado bilionário promoveu networking entre os principais empresários brasileiros do setor

Na noite da última terça-feira (13), integrantes do LIDE Futuro (grupo de jovens líderes empresariais brasileiros) e convidados tiveram a oportunidade de trocar ideias – e cartões de visitas – sobre um mercado emergente e com potencial bilionário no Brasil: a cannabis medicinal. A 22ª edição do evento Like the Future, nomeada Cannabusiness: um mercado bilionário, reuniu cerca de 350 empresários interessados em conhecer, entender e investir no setor.

Leia também: Cultivo associativo, estufas e mais: o que rolou na audiência pública da Anvisa sobre cannabis medicinal

O evento contou com o apoio de empresas como a OnixCann/Cantera, Entourage Phytolab, HempMeds Brasil e VerdeMed, além da Bossa Nova Investimentos, a maior Micro Venture Capital da América Latina, para promover uma conversa entre players do setor empresarial e a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que trabalha nas normas de regulamentação para o cultivo e a produção de medicamentos à base de cannabis no país, em consulta pública até 19 de agosto. Confirmada para trazer uma visão como paciente e legisladora, a senadora Mara Gabrilli não pôde comparecer.

“Como criar esse mercado que hoje vive à margem da legalidade, por isso é carente de regulação, mesmo sabendo que diversas pessoas podem viver melhor com esse mercado?”, indaga Rafael Cosentino, presidente do LIDE Futuro.

Para responder essa e outras perguntas, o evento levou ao palco empresários do setor e a diretora da Anvisa, Alessandra Bastos, que traçou um panorama sobre a atual situação da cannabis medicinal no Brasil, e esclareceu dúvidas, como, por exemplo, sobre os processos regulatórios e limites de atuação da agência.

“Como pessoa física, você tem a orientação para a indicação de um médico prescritor e com isso, de fato, é um rito. Você busca a agência e tem toda a documentação necessária para que você faça o pleito da importação excepcional desse medicamento“, explica Alessandra Bastos, indicando que as normas da Anvisa sobre a cannabis devem sair até outubro deste ano.

O bate-papo contou com a participação de Caio Santos Abreu, fundador e CEO da Entourage Phytolab, José Bacellar, CEO e sócio-fundador da VerdeMed, Dr. Junior Gibelli, diretor de Assuntos Médicos da HempMeds Brasil, e Marcelo Galvão, fundador e CEO da OnixCann | Cantera, que trouxeram perspectivas e visões sobre seus empreendimentos e o mercado brasileiro. Também participaram do evento Viviane Sedola, da Dr. Cannabis, e Cristiana Prestes Taddeo, da Hemp Care, com pitchings à plateia.

Leia também: 

Curso presencial sobre cannabis para médicos será realizado em São Paulo

#PraCegoVer: Imagem (de capa) traz identidade visual do evento Cannabusiness: um mercado bilionário, promovido pelo LIDE Futuro. Imagem: Divulgação.

Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário