Projeções apontam crescimento de 151% nas importações de remédios à base de cannabis

folha frasco oleo Projeções apontam crescimento de 151% nas importações de remédios à base de cannabis

Os dados fazem parte de dashboard interativo que traz as principais informações sobre o mercado canábico da América Latina de forma gratuita. Saiba mais, a seguir

O número de solicitações feitas à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para importação de remédios à base de cannabis vem aumentando no Brasil com a divulgação de pesquisas e o avanço da pauta na esfera política. Projeções da Kaya Mind, primeira empresa brasileira de inteligência de mercado da cannabis, apontam um aumento de 151% das licenças iniciais (primeiro pedido de importação do paciente) solicitadas ao órgão regulador neste ano, em comparação a 2020. O dado faz parte do Kaya Board, dashboard inédito lançado pela startup que traz, de maneira visual e interativa, informações relevantes nas áreas de Saúde e Mídias para a indústria canábica — o acesso é gratuito e está disponível aqui.

Por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI), a Kaya Mind reuniu, em um de seus painéis do setor de Saúde, as principais informações da Anvisa relacionadas a solicitações, renovações e alterações para a importação de produtos derivados de cannabis no Brasil. Dados da startup revelam que a soma de todas as solicitações feitas ao órgão regulador no primeiro semestre de 2021 corresponde a 94% das licenças do total observado de 2020. Projeções da empresa apontam que, ao final do ano de 2021, as solicitações para a primeira importação de remédios à base de substâncias da maconha podem chegar a 39 mil, um aumento de 151% em relação a 2020.

site sb Projeções apontam crescimento de 151% nas importações de remédios à base de cannabis

Leia mais: Empresas de cannabis sentem cheiro de oportunidade no Brasil

A startup também realizou o mapeamento de 30 condições médicas que podem se beneficiar da cannabis para uso medicinal, bem como o perfil dos pacientes e dos profissionais de saúde prescritores. Os dados da Anvisa disponíveis são do ano de 2019 — em janeiro de 2020, a RDC 335 mudou e prolongou a validade da licença para 2 anos. Atualmente, cerca de 33 mil pacientes podem fazer a importação de remédios. Desde 2016, foram realizadas mais de 16 mil receitas médicas — mais de 8.800 só em 2019 — e em mais de 44 especialidades da medicina, sendo as principais delas: neurologia, psiquiatria e neuropediatria.

Outro painel do setor de Saúde trata dos produtos à base de cannabis disponíveis no Brasil e na América Latina. A Kaya Mind mapeou mais de 430 produtos de 51 fabricantes, de 9 países de origem diferentes, e os classificou em mais de 25 variáveis, das quais estarão disponíveis 12 formas de administração e três tipos de espectro — novas informações serão atualizadas ao longo do tempo. A análise da startup sobre os produtos à base de maconha revela que cerca de 30% dos produtos importados são em forma de tintura ou óleo e por volta de 14% são de uso tópico. No dashboard, é possível ter mais informações sobre os  produtos à base de Cannabis sativa L. disponíveis no Brasil.

Leia: Agosto Laranja: um papo com Gilberto Castro sobre esclerose múltipla e maconha

O último painel do setor de Saúde, de lançamento inédito da Kaya Mind, é o de Pesquisas Científicas. Foram analisados mais de 28 mil estudos publicados no PubMed, plataforma do governo estadunidense que compila mais de 32 milhões de pesquisas acadêmicas dos anos de 1889 a 2021, mostrando os temas mais recorrentes e as substâncias da maconha abordadas nos documentos. A startup classificou mais de 2 mil pesquisas publicadas na plataforma.

O Kaya Board é o primeiro painel de informações completas do mercado canábico na América Latina, que aborda setores de Saúde, Mídia, Governo, Finanças e mais. Seu objetivo é aumentar o número de dados relacionados à planta existentes no mercado, assim como colaborar com a indústria canábica em desenvolvimento com informações para pensamento estratégico e tomadas de decisão. O acesso ao dashboard é gratuito, com possibilidade de assinatura personalizável para empresas e marcas interessadas.

Veja também:

Startup de inteligência apresenta dados inéditos de cannabis no Twitter

#PraTodosVerem: fotografia, em visão aérea, mostra uma folha de maconha, um frasco com óleo deitado e uma pequena drusa de cristal de quartzo, sobre uma superfície pérola. Imagem: Freepik.

smokebuddies logo2 Projeções apontam crescimento de 151% nas importações de remédios à base de cannabis

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!