Cannabis oferece benefícios para pacientes com enxaqueca, mostra revisão

vape erva Cannabis oferece benefícios para pacientes com enxaqueca, mostra revisão

O uso de maconha medicinal, principalmente através do consumo fumado e vaporização, está associado a diminuições na frequência e sintomas da enxaqueca, de acordo com uma revisão de estudos. As informações são do American Journal of Managed Care, com tradução Smoke Buddies

Os resultados de uma revisão da literatura publicada no Cureus revelaram que o uso de cannabis medicinal foi associado a uma diminuição na duração e frequência da enxaqueca e dores de cabeça de origem desconhecida.

Além disso, os pacientes com enxaqueca e que sofrem de doenças relacionadas podem se beneficiar da terapia medicamentosa com cannabis devido à sua conveniência e eficácia, escreveram os autores.

site sb Cannabis oferece benefícios para pacientes com enxaqueca, mostra revisão

“A cannabis tem sido usada desde os tempos antigos para controlar várias condições, incluindo dor aguda, ansiedade, dor oncológica, dor crônica, depressão, dores de cabeça e enxaquecas”, acrescentaram. Pensa-se que o sistema canabinoide mitiga a enxaqueca através das vias de glutamina, inflamatória, opiácea e de serotonina — tanto perifericamente quanto centralmente — enquanto os canabinoides também demonstraram efeitos bloqueadores da dopamina e anti-inflamatórios.

Leia também: Estudo: pacientes com enxaqueca crônica têm melhorias com uso de cannabis

Apesar dessas descobertas, faltam pesquisas atualizadas, em parte devido a poucos estudos controlados randomizados. Para abordar essa lacuna de conhecimento e documentar a validade de como a cannabis medicinal pode ser utilizada como uma terapia alternativa para o controle da enxaqueca, os pesquisadores analisaram 34 artigos do PubMed e do Google Scholar.

Todos os estudos incluídos na revisão foram publicados entre 1987 e 2020 e investigaram os resultados entre adultos com 18 anos ou mais.

Entre as investigações que exploraram os benefícios e eficácia do uso de cannabis medicinal, um ensaio clínico prospectivo publicado em 2020 focou em 68 pessoas com enxaqueca que fumaram ou vaporizaram inflorescências de cannabis. Esses indivíduos “relataram melhor redução dos sintomas da enxaqueca, menor impacto negativo da dor de cabeça, melhor qualidade do sono e diminuição do consumo de medicamentos”, explicaram os autores.

Pesquisas adicionais, estudos retrospectivos e revisões da literatura produziram resultados mistos sobre a eficácia da cannabis medicinal em dores de cabeça e enxaquecas. No entanto, “há um consenso para a indicação da terapia com maconha medicinal quando os tratamentos de primeira e segunda linha falham”, observaram eles.

As reações adversas ao tratamento relatadas em estudos incluíram tontura, boca ou olhos secos, náuseas, vômitos e psicose.

Leia mais: Cannabis para dores de cabeça: pode não ser o THC ou CBD que reduz a dor

No que diz respeito à forma como a cannabis medicinal é utilizada, uma pesquisa transversal concluiu que o uso principal era através do consumo fumado, seguido de vaporização e dabs. Além disso, “a flor de cannabis seca pode ser um medicamento eficaz para o tratamento da enxaqueca e dor de cabeça, mas a eficácia difere de acordo com as características da planta de cannabis, os métodos de combustão e a idade e sexo do paciente”, disseram os autores.

Outra pesquisa mostrou que os homens preferem fumar e vaporizar a cannabis medicinal, enquanto as mulheres classificam o comestível, a tintura (à base de óleo) e a cannabis tópica como métodos de primeira linha preferidos.

A revisão atual concluiu que encontrar uma dose ideal de um produto de cannabis medicinal pode ser difícil devido à variação do tratamento entre os usuários. “Alguns estudos mostraram que o tetraidrocanabinol (THC) + canabidiol (CBD) teve um bom resultado quando usado como profilático ou quando administrado no ataque agudo”, disseram os pesquisadores. No entanto, mais estudos controlados são necessários para entender melhor a rota e a dose de THC/CBD para pacientes com enxaqueca.

Saiba mais: THC e CBD combinados aliviam os sintomas da esclerose múltipla, mostra estudo

O número de estudos incluídos nesta revisão e a falta de padronização podem afetar a qualidade dos resultados. No entanto, o artigo de revisão indica que o uso de cannabis pode aumentar em face do aumento da consciência social e da disponibilidade de cannabis legal.

Em geral, foram relatados os efeitos de longo e curto prazo da cannabis medicinal, e o tratamento foi associado à diminuição da ingestão diária de analgésicos, dependência e nível de intensidade da dor da enxaqueca. Mais efeitos positivos do que efeitos adversos foram relatados por pessoas com enxaqueca.

“O questionamento cuidadoso e a discussão com os pacientes sobre o uso da maconha, seus riscos e benefícios devem ser documentados e pesquisados”, concluíram os autores. “Mais informações sobre as doses, frequência, métodos e formas de consumo de maconha, bem como uso de álcool, uso de drogas ilícitas e uso de medicamentos prescritos, devem ser exploradas para formar a meta definitiva de tratamento para pacientes com enxaqueca e dor de cabeça.”

Veja também:

Cannabis fornece alívio para 9 entre 10 pacientes com enxaqueca, mostra estudo

#PraTodosVerem: fotografia mostra um vaporizador tipo bastão preto, um pequeno pote transparente contendo erva seca e uma porção de crumble, remetendo a uma bala de goma amarela, em cima de uma latinha preta, sobre uma prancheta com um formulário contendo as informações do concentrado. Foto: Testeur de CBD | Unsplash.

smokebuddies logo2 Cannabis oferece benefícios para pacientes com enxaqueca, mostra revisão

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!