Cannabis é uma “história diferente” da cocaína, diz presidente da Colômbia

planta cultivo folhas Cannabis é uma história diferente da cocaína, diz presidente da Colômbia

Iván Duque diz que a promoção da maconha para uso terapêutico é “uma história diferente” da cocaína, que entre outras coisas é terrível para o meio ambiente. As informações são da AP News, com tradução Smoke Buddies

O presidente colombiano, Iván Duque, tem grandes esperanças para a indústria da cannabis em seu país, que há décadas trava uma guerra custosa contra uma substância diferente: a cocaína.

Em entrevista à Associated Press durante uma visita a Israel, ele disse que a promoção da cannabis para uso terapêutico e outros fins é “uma história diferente” da cocaína, que entre outras coisas é terrível para o meio ambiente.

gravital sb Cannabis é uma história diferente da cocaína, diz presidente da Colômbia

“Para plantar um hectare de coca na Colômbia, são destruídos dois hectares de selva tropical”, disse ele. “A outra coisa é que, para produzir cocaína, você tem uma pegada de carbono muito alta. Você usa muita gasolina, muito cimento”, e os produtos químicos de processamento são despejados na floresta [obviamente por que uma indústria mantida ilícita não é abrangida por políticas ambientais].

Há também os chefões do tráfico assassinos — um dos quais foi preso no mês passado sob um mandado dos EUA —, a violência dos cartéis e os remanescentes dispersos do grupo rebelde das FARC, que têm lutado apesar de um acordo de paz histórico alcançado cinco anos atrás.

Leia mais: Legalizar todas as drogas é a única forma de acabar com o poder do narcotráfico

Mas recém-saído da cúpula do clima da ONU, onde a Colômbia prometeu ser neutra em carbono até 2050, e da abertura de um centro de inovação colombiano em Jerusalém, Duque estava ansioso para discutir como Colômbia e Israel — que se autodenominam “nações startup” — poderiam colaborar para tornar o mundo um lugar melhor.

“A inovação é provavelmente a solução para a maioria dos nossos problemas. Mesmo aqueles criados pela inovação, eles ainda precisarão ser resolvidos pela inovação”, disse Avi Hasson, o CEO da Start-Up Nation Central, que conecta governos e empresas internacionais a empresários israelenses, e que recebeu Duque para um painel de discussão.

Uma oportunidade é a cannabis

Em julho, a Colômbia suspendeu a proibição de exportação de inflorescências secas de cannabis. Duque disse que seu país está procurando explorar derivados para tudo, desde tratamentos médicos e produção de alimentos até cosméticos. “Estamos vendo muitos investimentos internacionais chegando à Colômbia”, disse Duque, que será substituído após uma eleição presidencial no próximo ano.

Veja também: Indústria de maconha medicinal ganha força na Colômbia com novas regras

Israel pode dar uma mão. A maconha medicinal foi legalizada anos atrás, e mais de 100.000 israelenses — em uma população de mais de 9 milhões — são usuários licenciados. Israel aprovou as exportações de maconha em 2019, tornando-se apenas o terceiro país a fazê-lo.

Israel possui mais de 110 empresas de tecnologia de cannabis, principalmente no setor de saúde, que atraíram quase US$ 350 milhões em investimentos desde 2015, de acordo com a Start-Up Nation Central. Israel também está entre os maiores importadores de inflorescências de cannabis para fins medicinais.

Duque diz que há uma diferença entre aproveitar os componentes benéficos das drogas e suspender completamente a proibição.

“Não estamos usando cannabis para fins recreativos. Estamos usando para fins médicos”, disse ele.

Para Duque, que se autointitula um conservador da lei e da ordem, defender a cannabis em um país que tem sido o eixo da guerra às drogas liderada pelos EUA por décadas é mais do que um pouco “fora do personagem”. Ele assumiu o cargo criticando como as drogas “destroem” famílias e, como presidente, assinou um decreto proibindo o porte de drogas em espaços públicos, contestando uma decisão do tribunal superior do país que permite que os colombianos carreguem pequenas quantidades de maconha, cocaína e outras drogas.

Ele também está empenhado em retomar a erradicação aérea das plantações de coca, que estão por trás de um aumento recorde na produção de cocaína, embora desafios legais e protestos de agricultores em áreas remotas o tenham impedido de atingir esse objetivo.

Leia também:

“Única solução para a violência é legalização de todas as drogas”, diz ex-presidente colombiano

#PraTodosVerem: fotografia mostra uma planta de cannabis em início de floração, com a face abaxial de suas folhas superiores voltada para a câmera, e outras plantas do cultivo, ao fundo, fora de foco. Imagem: Unsplash | 2H Media.

smokebuddies logo2 Cannabis é uma história diferente da cocaína, diz presidente da Colômbia

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!