Campanha angaria recursos para comprar canabidiol a bebê que sofre de convulsões

breninho Campanha angaria recursos para comprar canabidiol a bebê que sofre de convulsões

A mãe importa o medicamento dos EUA por ser mais barato do que o disponível nas farmácias, porém o custo ainda é muito alto para sua condição. Saiba como ajudar, a seguir

Sem o tratamento com canabidiol, Breno, de dois anos, chega a ter mais de 30 convulsões por dia. Segundo a mãe, Elisângela Ribeiro da Costa, ele toma dois frascos do remédio por mês, o que custa R$ 2,2 mil para a família ao importar o remédio dos Estados Unidos. Para ajudá-lo, é realizada uma campanha na internet pelo site vaka.me/1454922, por meio do projeto Ame Vidas, conforme noticiou o Jornal de Piracicaba.

A cada R$ 20 doados, a pessoa ganha um número da sorte para concorrer a um Playstation 4, enviando comprovante para amevidas@gmail.com. A meta é arrecadar R$ 10 mil. A família tem perfil no Instagram, ajudeobreninho.

lazy placeholder Campanha angaria recursos para comprar canabidiol a bebê que sofre de convulsões

Breninho e a mãe são moradores do bairro Bosques do Lenheiro, em Piracicaba (SP). Ela conta que, no Brasil, o remédio custa em torno de R$ 2.500, por isso importam dos Estados Unidos cada frasco por R$ 1 mil mais frete de R$ 200.

Leia mais: Menino autista zera convulsões, abandona fraldas e volta a andar com óleo de cannabis

Para tentar o medicamento pelo SUS (Sistema Único de Saúde), a família entrou na Justiça no ano passado e, mês passado, deu entrada nos papéis para receber pela Farmácia de Alto Custo, do Estado de São Paulo. Mas, até lá, depende de doações para custear o tratamento que tem mostrado resultados.

Ele toma vários remédios e agora a gente pede ajuda para comprar o canabidiol, com o qual ele tem um pouco mais de melhora. Ele tem bastante convulsão por dia, mais de 30 […] Está bem melhor, está tendo ainda [convulsões], mas está bem melhor”, relata Elisângela.

 

 

 

Ela conta ainda que, mesmo depois de vários exames, os médicos não sabem o que o bebê tem. “Não foi diagnosticado ainda. Ele tem bastantes convulsões, é todo molinho, não senta, não vira, não fala, usa traqueostomia, usa bipap para poder respirar, se alimenta por sonda. Os médicos, na verdade, já falaram que não tem o que fazer, só um milagre de Deus. Eles já fizeram vários exames e não descobriram nada”, complementa.

Além da campanha, a família também aceita outras doações. O contato é (19) 98721-1500. “Eu estou vivendo só de ajuda para tudo, porque eu não posso trabalhar”, comenta Elisângela.

Organizado por Flávia Daniely e João Paulo Cecotte, o projeto Ame Vidas compartilha campanhas de crianças com AME (Atrofia Muscular Espinhal), paralisia cerebral e outras doenças degenerativas, sem fins lucrativos.

Leia também:

Pesquisa da UFMG mostra como o canabidiol pode atuar para reduzir convulsões

#PraCegoVer: em destaque, fotografia que mostra Elisângela em pé ao lado da cama onde Breninho está dormindo, com o tubo do BiPAP ligado à traqueia. Foto: Amanda Vieira / JP.

lazy placeholder Campanha angaria recursos para comprar canabidiol a bebê que sofre de convulsões

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!