“Eu passei a maior parte dos anos 90 me escondendo e fumando maconha”, diz Brad Pitt

Brad Pitt Eu passei a maior parte dos anos 90 me escondendo e fumando maconha, diz Brad Pitt

No período, B. Pitt estrelou filmes como ‘Entrevista com o Vampiro’ (1994) e ‘Clube da Luta’ (1999). As informações são do New York Times, via revista Monet

Brad Pitt alcançou o estrelato durante os anos 1990, quando protagonizou filmes como ‘Entrevista com o Vampiro’ (1994), ‘Se7en: Os Sete Crimes Capitais’ (1995) e ‘Clube da Luta’ (1999).

Em entrevista ao jornal New York Times, o ator de 55 anos revelou que sentiu-se pressionado pela fama no período e que teve dificuldades para lidar com isso. “Eu passei a maior parte dos anos 1990 me escondendo e fumando maconha”, destacou Pitt. “Eu estava muito inconfortável com toda a atenção”.

Leia: Willie Nelson diz que parou de fumar maconha por problemas respiratórios

O ator só conseguiu mudar o modo como enxergava a relação com a fama quando “chegou a um lugar em que eu sabia que estava me aprisionando”. Desde então, sua relação com a fama é totalmente diferente. “Agora, eu saio e vivo a vida e geralmente as pessoas são bem legais”.

Uma memória da sua infância foi importante nesse processo de mudança de mentalidade, destaca Pitt, citando o dia em que ele foi chamado da plateia para brincar com os Harlem Globetrotters.

Isso o fez lembrar que a relação entre ídolos e fãs pode fazer com que as pessoas se sintam bem – e assim ele parou de se esconder. “Estou tentando dizer que tenho a oportunidade de alegrar o dia de alguém. Isso é uma coisa rara”, enfatizou.

Leia também:

Smoke Buddies indica: dez filmes chapados (e sangrentos) para assistir na Netflix

#PraCegoVer: imagem (de capa) que mostra cena do filme Clube da Luta, com Brad Pitt ao centro, sem camisa, fumando um cigarro, e vários homens ao fundo.

Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário