Bem BoLab: O que você sabe sobre a sua seda?

 Bem BoLab: O que você sabe sobre a sua seda?

Alguns fatores são essenciais na hora de ponderar sobre a aquisição de um produto ou serviço – a qualidade é indispensável e determinante em decisões como a compra de um carro, um celular, um eletrodoméstico e até de uma flor. Por que é, então, que com alguns produtos, como as sedas, ignoramos essa questão?

Diante de um mercado emergente e crescente, como o dos papéis de seda, é cada vez mais notável o surgimento de inúmeras opções para o consumidor, que variam das mais tradicionais até as mais diferentonas, como produtos que contêm aroma, cor e, em alguns casos, são até revestidos em ouro.

“Mas, afinal, o que sabemos sobre nossa seda?”, foi essa a pergunta-chave que despertou a curiosidade da equipe da Bem Bolado Brasil, que mandou testar suas linhas de papéis, presentes nos rituais diários de milhares de brasileiros.

Em uma iniciativa em prol da transparência e do controle de qualidade, colocando em análise seus produtos, a Bem Bolado solicitou um teste em toda sua linha de papéis de seda e celulose. “O que você sabe sobre a sua seda” é resultado de um estudo desenvolvido pelo Senai, a pedido da marca, que se baseia nos cinco principais critérios de avaliação sobre a qualidade do papel, que são: transparência, alvura, resistência de passagem do ar, gramatura e teor de cinzas.

A seguir, saiba mais sobre cada um:

Transparência

Da celulose ao cânhamo, o que basicamente define a transparência do produto é o refinamento. Depois de colhidos, os troncos selecionados para a fabricação do papel de seda passam por um processo de limpeza e são divididos em pedaços conhecidos como cavacos.

Os cavacos são cozidos em um maquinário chamado digestor, até virarem polpa.

A partir de então, o refinamento desta polpa – que pode ser feito com ou sem aditivos químicos – definirá a transparência do papel.

Alvura ou branqueamento

A alvura – ou branqueamento – pode ser considerado o processo de purificação do papel.

Após a extração, a polpa da madeira passa por um novo processo de lavagem em tanques e centrífugas, para eliminar resíduos. Depois disso, é deixada em repouso com aditivos químicos, que agem para aumentar o branqueamento do papel por descoloração ou dissolução de lignina – uma macromolécula encontrada na madeira, responsável por sua coloração escura.

É justamente neste processo que a linha Premium da Bem Bolado se destaca com um imenso diferencial: seu processo de alvura é feito com ozônio, ou seja, totalmente livre de aditivos químicos, e com redução de cargas poluentes ao planeta.

Resistência de passagem do ar

Se você é um entusiasta do universo das sedas, certamente já ouviu algo relacionado ao tempo de queima do papel.
A tal da “queima lenta” é uma característica muito procurada pelos consumidores, mas será que sabemos o que isso realmente significa?

Para avançarmos no tema, precisamos entender um pouco sobre fibras.

A polpa da madeira, matéria-prima utilizada na fabricação dos papéis de seda, é altamente fibrosa. Essa característica faz com que o papel também se torne um tipo de regulador da queima, devido a uma combinação entre o teor de finos e teor de fibras encontrados no papel, que explicamos a seguir:

Teor de Finos: Quanto maior o teor de finos, mais alta será a resistência de passagem do ar, resultando em uma queima mais lenta.
Teor de Fibras: Quanto maior o teor de fibras, menor será a resistência de passagem do ar, resultando em uma queima mais rápida.

Gramatura

Você sabe o que é gramatura de papel? Gramatura é a medida para a densidade e o peso do papel por área. Não ajudou muito? Calma, a gente explica – e para facilitar, usaremos o papel da linha Brown como exemplo:

Ele possui uma gramatura de 12,5 g/m² – ou seja, apenas 12,5 gramas por metro quadrado de folha. É essa medida que permite identificar a qualidade da densidade do papel escolhido para o ritual – logo, quanto menor a gramatura, mais leve, fino e Bem Bolado será o papel.

Teor de cinzas

O quinto e último item analisado pelo time do Senai foi o teor de cinzas. Para a análise deste critério, os papéis da Bem Bolado Brasil foram submetidos a temperaturas de até 950 º C e o teor de resíduos encontrados nas cinzas do papel foram medidos. Quanto maior o teor de cinzas, maior a quantidade de sais minerais e outras substâncias inorgânicas na amostra.

Leia também: 

Conheça a fábrica das melhores e mais premiadas sedas do mundo

#PraCegoVer: imagem de capa traz uma ilustração que mostra o texto ” Bem BoLab – O que você sabe sobre a sua seda?”, em tom de verde, ao lado do desenho de baseados (brancos, com contornos em verde) e uma lupa sobre eles com a logo da Bem Bolado; com um fundo em verde-claro.

mm

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas. CEO "faz-tudo" e Co-fundador da Smoke Buddies, um projeto que começou em 2011 e para o qual, desde então, tenho me dedicado exclusivamente.
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário