Aurora Cannabis fechará cinco instalações e demitirá 700 funcionários

folha cultivo bege Aurora Cannabis fechará cinco instalações e demitirá 700 funcionários

Em comunicado, a empresa afirmou que cortará 25% de sua equipe administrativa e 30% de sua força de trabalho produtiva. Com informações da BNN Bloomberg, traduzidas pela Smoke Buddies

A Aurora Cannabis Inc. anunciou na semana passada que está fechando cinco de suas instalações de produção e demitindo cerca de 700 trabalhadores, enquanto a gigante da maconha continua reestruturando suas operações em uma tentativa de obter lucratividade.

A produtora de cannabis de Edmonton, no Canadá, disse em comunicado que está fechando cinco instalações de menor escala em Quebec, Saskatchewan e Alberta este ano para consolidar a produção em suas quatro fábricas restantes, enquanto reserva uma taxa de impairment de US$ 60 milhões relacionada aos fechamentos em seu quarto trimestre. A Aurora também disse que planeja tomar uma taxa de US$ 140 milhões relacionada a uma reavaliação de sua cannabis bruta, dada a mudança na demanda do consumidor.

lazy placeholder Aurora Cannabis fechará cinco instalações e demitirá 700 funcionários

“Realizamos um realinhamento estratégico de nossas operações para proteger a posição da Aurora como líder nos principais mercados globais de canabinoides, principalmente o Canadá”, disse Michael Singer, presidente executivo e diretor executivo interino da Aurora, em comunicado. “Espera-se que a racionalização das instalações canadenses e a reavaliação de estoque melhorem as margens brutas e acelerem nossa capacidade de gerar fluxo de caixa positivo”.

A empresa afirmou em comunicado que cortará 25% de sua equipe administrativa e 30% de sua força de trabalho de produção. Um porta-voz confirmou posteriormente que a redução total da força de trabalho é de aproximadamente 700 pessoas.

Um analista da Cantor Fitzgerald, Pablo Zuanic, disse em uma nota de pesquisa publicada no último dia 23 que as instalações menores respondem por cerca de 40% dos custos da Aurora e a empresa continua no caminho de reportar lucros ajustados positivos antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) nos próximos dois trimestres.

Leia mais: Ações da Aurora Cannabis disparam após a aquisição de uma empresa de CBD nos EUA

O fechamento das fábricas da Aurora ocorre vários meses depois que a empresa anunciou que reduziria sua força de trabalho em 500 funcionários, suspenderia a construção de algumas de suas instalações de produção em Alberta e realizaria uma baixa contábil de US$ 1 bilhão em seus ativos.

Desde então, outros grandes produtores de maconha no Canadá também anunciaram o fechamento de fábricas, como Canopy Growth Corp. e Tilray Inc., em meio a um mercado interno com excesso de oferta, custos mais altos associados ao cultivo de maconha em ambientes fechados e pressão dos investidores para cortar custos e mostrar lucros.

Um funcionário da Aurora disse à BNN Bloomberg que a empresa não espera que sua capacidade total de cannabis diminua como resultado dos fechamentos, afirmando que as demais fábricas de cultivo foram equipadas com automação adicional para compensar qualquer déficit de produção.

O funcionário da empresa acrescentou que a Aurora não prevê o fechamento de nenhuma instalação adicional, com a produção esperada para atender à demanda no mercado canadense pelos próximos dois a três anos.

A Aurora disse que, com as reduções da força de trabalho, suas despesas gerais, administrativas e de vendas seriam de cerca de US$ 42 milhões no primeiro trimestre fiscal, alinhando-se à taxa de US$ 40 milhões a US$ 45 milhões que visava em fevereiro, quando fez seus primeiros cortes de empregos.

A empresa também disse que agora planeja reiniciar a produção em suas instalações na Dinamarca, que “podem atender adequadamente o mercado europeu” com cannabis de grau médico.

Leia também:

Canadá: varejistas pedem sinal verde para entregar maconha e competir com mercado ilegal

#PraCegoVer: em destaque, fotografia em vista superior da folha de uma planta de cannabis e, ao fundo, fora de foco, outras partes do cultivo em um ambiente em tons de bege. Imagem: Erin Hinterland | Pixabay.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!