Associação utilizará abelhas para cultivar cannabis de ‘forma natural’

abelha estames Associação utilizará abelhas para cultivar cannabis de forma natural
Newsletter Open Green

Abrace Esperança usará milhares de abelhas para polinizar as flores das plantações de maconha e fará parte de experimento sobre produção de sementes. As informações são do Correio Braziliense

A Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace Esperança) irá utilizar abelhas para polinizar as flores das plantações de cannabis de ”forma natural”. Os apiários — conjunto de colmeias — serão instalados em João Pessoa (PB) e Campina Grande (PB).

Com isso, segundo a Associação, as plantas da Abrace farão parte de um experimento sobre a produção e o desenvolvimento de sementes. “São em torno de dez caixas com milhares de abelhas para a produção de pólen em cada município”, afirma, em nota, a instituição.

lazy placeholder Associação utilizará abelhas para cultivar cannabis de forma natural

Ainda de acordo com a Abrace, a plantação de cannabis em Campina Grande terá capacidade para atender milhares de pessoas em todo o Brasil.

“A cidade tem o clima e a temperatura perfeitos para o cultivo de cannabis e deve superar até mesmo a quantidade atual de atendimentos realizados pela ONG”, completa o informativo.

A entidade conquistou o direito de cultivar a planta no estado da Paraíba. A organização tem como objetivo apoiar as famílias que precisam da cannabis para uso medicinal, além de realizar pesquisas que envolvam a erva e seus usuários. Atualmente, são mais de 5 mil associados em todo o Brasil.

Leia mais: Brasil testará cannabis em médicos envolvidos no combate à Covid-19

Cannabis em Brasília

Recentemente, um jovem brasiliense ganhou, na Justiça, o direito de cultivar cannabis em casa, para uso medicinal. A planta será utilizada pelo estudante no tratamento da ansiedade e depressão.

O magistrado da sentença entendeu que o “conceito sobre saúde deve também abranger o completo bem-estar físico, mental e social do homem”. A liminar que garante o habeas corpus preventivo foi expedido pela 15ª Vara Federal do Distrito Federal.

Ao Correio, Arthur (que prefere não ter o sobrenome divulgado) disse que a maconha veio a ele como algo salvador. “Me ajudou a sair dessas crises todas, desse quadro depressivo grave e a questão da ansiedade”, afirma o estudante, que completa: “Ajudou a me sentir muito bem de forma geral, e de estar apto a fazer as coisas do dia adia, como ir à aula da faculdade. Estou muito feliz e meus pais também”, disse.

Atualmente, o jovem utiliza a cannabis inalada e o óleo medicinal da Abrace Esperança.

Leia também:

Abelhas adoram cannabis e este caso de amor pode salvar a espécie, entenda

#PraCegoVer: a imagem em destaque traz a foto de uma abelha carregada de pólen voando próxima aos estames de uma planta de cannabis macho. Imagem: Kym Kemp.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!