As diferentes cores do hashish e o que significam

CAPA Cores As diferentes cores do hashish e o que significam

A extração sem solvente evoluiu muito nos últimos anos com técnicas e equipamentos como o Fresh Frozen, o Freeze Dryer, o Rosin e a busca dos hashmakers pela resina mais pura e fresca possível. Com isso, surgiram extrações com coloração clara ou quase transparente. Mas o que isso significa? Entenda no texto de Felipe Del Valle

O hashish nada mais é do que cabeças de tricomas que foram separadas das inflorescências e folhas da maconha e filtradas durante o processo de extração.

dry tricomas As diferentes cores do hashish e o que significam

#PraTodosVerem: porções de cabeças de tricomas coletadas usando a Extração Dry Ice (gelo seco), um pó de cor bege, sobre uma sulfite branca. Foto: Divulgação | Overgrow.

Apesar de muitos observarem as inflorescências para saber a hora da colheita, são os tricomas que vão indicar as dimensões de maturação da resina. Nas últimas semanas do período de floração, os tricomas se desenvolvem e alteram sua coloração, começando transparentes, evoluindo para a cor branca e, posteriormente, para o âmbar.

site sb As diferentes cores do hashish e o que significam
 As diferentes cores do hashish e o que significam

#PraTodosVerem: três fotos macro que mostram os diferentes níveis de maturação dos tricomas, transparente, branco e âmbar.

Sendo assim, a primeira variável da coloração do hashish é a maturação dos tricomas. Um tricoma com coloração mais escura nunca vai voltar a ser transparente. Quando optamos pela extração da planta seca, os tricomas passam por um processo de oxidação e degradação por conta do contato com o ar e temperatura.

Independentemente da coloração dos tricomas, o processo de secagem pode transformar a resina mais clara em totalmente âmbar em apenas alguns dias. O ideal é secar em um ambiente refrigerado e com umidade controlada, mantendo a qualidade da resina, o que torna o processo de secagem outro fator importante para a coloração final.

Por último, o processo de extração escolhido e a maneira com que ele é realizado irão determinar a quantidade de contaminantes no hashish. Contaminantes são pequenos pedaços de matéria orgânica da planta que acabaram sendo filtrados junto com os tricomas e que fazem parte do resultado. Isso também afeta diretamente a coloração do produto final.

Tradicionalmente, o hashish sempre foi coletado da planta madura e seca (com exceção do Charas, que é coletado de plantas vivas). Quando pensamos no hash tradicional, como o Lebanese (Líbano), Morrocan (Marrocos), Pakistani (Paquistão), todos são produzidos com as plantas maduras e secas: o famoso Dry, ou simplesmente “Marrom”, como a gente conhece aqui no Brasil.

Plantas colhidas ao ar livre, que passaram por um processo de secagem e depois foram filtradas em telas para Dry, podem ter mais ou menos contaminantes, alterando sua coloração.

Esses fatores fazem com que o Dry normalmente seja marrom. Quando é de boa qualidade, seu exterior será marrom-escuro, mas seu interior será mais claro. Isso acontece devido à oxidação que ocorre somente na resina que está em contato com o ar, preservando o seu interior.

Temple Hash 32 As diferentes cores do hashish e o que significam

#PraTodosVerem: foto de uma peça de Dry Sift prensado cortada em duas, onde se vê seu interior preservado de tom mais claro.

Mesmo quando pensamos na extração no gelo, até alguns anos atrás, o Ice era feito sempre de plantas secas. O processo permite uma maior filtragem dos tricomas, o que diminui a quantidade de contaminantes, resultando em uma extração mais pura que o Dry, na maioria das vezes. No entanto, existe um processo de secagem após a extração, o que pode oxidar a resina também.

Podemos notar que nem sempre a coloração é um indicativo da qualidade da resina em si, e sim um indicativo de que em alguma parte do processo (maturação, colheita, secagem e extração) a resina adquiriu essa coloração. 

Muitos acham que um Rosin escuro é ruim. Na verdade, é apenas um produto que foi obtido de um Dry ou de um Ice que estava contaminado ou que, por algum motivo, estava com a resina mais escura, seja por conta da maturação, da secagem, do armazenamento ou do processo de extração. Não é sempre que isso significa que é um hashish de baixa qualidade.

rosin escuro full2 1024x468 As diferentes cores do hashish e o que significam

Rosin de Dry “marrom” com 50% de rendimento, ou seja, 50% de contaminantes retirados, resultando em uma extração full melt. Foto: Divulgação | Overgrow.

Porém, nos últimos anos, surgiu a extração Ice Fresh Frozen, que consiste em congelar a planta logo após a colheita, mantendo a resina viva e o mais fresca possível, antes de extrair. Isso permite que a planta seja colhida de acordo com o nível de maturidade desejado, até mesmo com os tricomas ainda transparentes, começando o processo de extração com uma resina viva e que sequer teve que passar por um processo de secagem, mantendo uma coloração muito mais clara. 

ICE FF PROCESSO2 1 1024x467 As diferentes cores do hashish e o que significam

ICE Fresh Frozen. Planta congelada, temperatura baixa e resultado final. Foto: Divulgação | Overgrow.

O Ice coletado dessa forma é colocado em um Freeze Dryer, equipamento que faz a secagem do material em uma câmara a vácuo, que retira a umidade sem afetar a resina. O resultado final é uma resina viva com a coloração inalterada desde que ela foi colhida.

Por fim, o Rosin do Ice Fresh Frozen é a mais clara das extrações sem solvente, responsável por deixar muita gente com água na boca, dentro e fora da internet. Como o conteúdo do Ice possui bem pouco contaminante e muita resina, o Rosin pode ser feito em baixa temperatura, permitindo que a resina passe pelo filtro eliminando o pouco de contaminante ainda presente sem prejuízos na cor, resultando em um Live Rosin, ou seja, um Rosin de resina viva, com uma coloração incrível.

icefdv 2 1024x603 As diferentes cores do hashish e o que significam

Extrações Ice Fresh Frozen e Live Rosin. Foto: Divulgação | Overgrow.

O Rosin direto das flores também pode apresentar coloração bastante clara, se o material inicial tiver sido colhido com os tricomas menos maduros e se a secagem ocorrer corretamente.

rosinflor2 1024x467 As diferentes cores do hashish e o que significam

Rosin de flores. Foto: Divulgação | Overgrow.

Falamos muito sobre os fatores que determinam a coloração, mas não falamos o que isso significa em termos de qualidade. Isso por que não podemos falar sobre a qualidade da resina apenas pela sua coloração. A coloração pode indicar que o material é mais fresco, mas não diz nada sobre a qualidade da resina em si. A qualidade do hashish depende do que você entende por qualidade.

Se você prefere um hashish mais potente e com um perfil completo de canabinoides e terpenos, você provavelmente prefere seu tricoma com uma coloração mais âmbar na hora da colheita. Quem prefere chapar um pouco menos e sentir um efeito mais energético ou cerebral, pode preferir colher com os tricomas ainda todos brancos.

Porém, manter a coloração mais clara por muito tempo se torna difícil. Seja na secagem ou durante o processo, o material estará em contato com ar, umidade e temperatura. Toda vez que você abre o pote para fazer o uso, o contato com o ar e temperatura ambiente inevitavelmente fará seu hash escurecer e ele vai se degradar aos poucos.

Quando pensamos na indústria canábica nos países legalizados, colher mais cedo para fazer Fresh Frozen se tornou interessante por exigir menor espaço de armazenamento e secagem e também por encurtar os ciclos de floração. No entanto, existe o desafio de manter a coloração clara, que é mais atraente para o público, por mais tempo. Seu transporte para as lojas é feito em veículos climatizados e seu armazenamento exige um cuidado maior.  

Vamos apreciar o hashish e suas cores, texturas e níveis de pureza. Existe uma forma de extração para cada pessoa e para cada situação. Para uns, a cor clara indica tricomas imaturos e uma resina incompleta, para outros é sinal de pureza e qualidade. Para alguns, nada melhor que um hash escuro, com tricomas maduros e envelhecidos.

Entender o que significa qualidade para você e sua relação com a planta permite que você busque com maior clareza o método de extração adequado para você chegar no seu hashish preferido.

Viva o hashish!!!

A Overgrow é a primeira empresa brasileira de produtos para extração sem solvente. Quer conhecer mais sobre esse assunto? Baixe agora mesmo o E-book sobre extrações sem solvente da Overgrow.

Inscreva-se no canal Melt Labs no Youtube, que reúne vídeos sobre extração, cultivo, uso medicinal e adulto, workshops e muito mais.

Ainda não segue a Overgrow no Instagram? Siga o perfil @overgrow.shop clicando aqui.

Leia também:

Em busca do hashish perfeito: conheça a história de Frenchy Cannoli

#PraTodosVerem: fotografia de capa mostra dois tipos de Rosin. À esquerda, de cor marrom escuro, extração Ice, feito com inflorescências secas. À direita, com tom creme, extração Ice Fresh Frozen (Live Rosin). Foto: Divulgação | Overgrow.

cropped logo og preto 1 As diferentes cores do hashish e o que significam

Sobre OverGrow

Criada em 2018, pelos sócios Felipe Del Valle e Jorge Mendes, a OverGrow Shop é uma empresa brasileira especializada em equipamentos e acessórios para extrações sem solvente, purificação e filtragem. Após muita pesquisa no segmento, a OverGrow nasce no mercado brasileiro com produtos de alta qualidade proporcionando uma experiência segura e eficiente em todos processos de extrações naturais. Seja a seco ou úmido, em alta ou baixa temperatura, por filtragem ou em alta pressão. Trabalhamos para trazer as melhores soluções para a produção de concentrados e óleos essenciais de flores ou ervas terapêuticas e medicinais. Aproveite o que a natureza tem de melhor para te oferecer. https://overgrow.shop/
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!