Apresentador do CNN Tonight diz que usuários de maconha são idiotas

leandro karnal Apresentador do CNN Tonight diz que usuários de maconha são idiotas

“Não cedam à oferta de maconha, sua vida vai piorar, você vai ficar dependente e vai ficar mais idiota. Não existe gente interessante maconheira”, afirmou Leandro Karnal durante o programa da CNN Brasil que falou sobre o uso medicinal da cannabis

O programa CNN Tonight exibido nessa quarta-feira (31) abordou o tema “cannabis medicinal” e mostrou o quanto a hipocrisia e o tabu ainda estão entranhados na sociedade quando o assunto é maconha.

No início do talk show, o apresentador Leandro Karnal diz que o debate sobre os efeitos médicos da cannabis deve ser feito por médicos, bem como seus “efeitos legais” ser debatido por juristas, advogados e usuários, e que todo o outro debate vai emitir uma opinião de alguém que não consegue avaliar a extensão do problema.

site sb Apresentador do CNN Tonight diz que usuários de maconha são idiotas

Leia mais – Elisaldo Carlini: “A maconha foi condenada por preconceito”

Na sequência, após as apresentadoras Mari Palma e Gabriela Prioli explanarem sobre o assunto e ouvirem a explicação do neurologista Eduardo Faveret sobre a maconha e seus principais canabinoides, Karnal continua seu discurso falando sobre a polarização e ideologização do tema e a incapacidade de olhar dados objetivos sem preconceito.

A opinião de uma pessoa que não consegue avaliar a extensão do problema da criminalização da maconha, incapaz de olhar dados objetivos sem a venda do preconceito, foi expressa pelo próprio apresentador: “Especialmente para os jovens, afastem-se do uso da maconha, prejudica sua memória, faz diminuir sua vontade, é uma droga de acesso a outras drogas”.

Leia: “Maconha não é porta de entrada para outras drogas”, afirmam pesquisadoras

“Opinião pessoal de um professor há quarenta anos no sistema educacional, afastem-se da maconha, não cedam à oferta de maconha, sua vida vai piorar, você vai ficar dependente e vai ficar mais idiota. Não existe gente interessante maconheira“, continua Karnal sobre os consumidores de cannabis.

“Isso é uma coisa, a outra, vamos pensar objetivamente sobre como aliviar dores de pessoas se nós temos esse recurso. Não estamos falando de vício, estamos falando de dor, isso é completamente diferente. Então, você jovem se afaste da maconha, vocês médicos, vocês doentes façam uso controlado através do conhecimento técnico pra diminuir suar dor, são duas coisas completamente diferentes pra mim”, conclui o professor.

Leia mais: A Burrice é Invencível

Karnal não é médico, tão pouco jurista, para emitir alguma opinião sensata sobre o assunto, conforme o que ele mesmo afirmou sobre quem tem capacidade para debater a questão. Considerando sua convicção de que usuários de maconha são idiotas, poder-se-ia dizer que o mesmo é usuário, contudo, como essa tese não tem nenhum embasamento científico, sendo apenas a crença de um individuo antimaconha, verifica-se que nem mesmo usuário é para ter alguma competência na discussão sobre cannabis.

O programa da CNN Brasil que abordou o uso medicinal da maconha foi muito mais informativo e relevante do que a participação acrimoniosa do proibicionista. Além do bom debate realizado por Gabriela Prioli e Mari Palma, e a contribuição do Dr. Faveret, o talk show também teve a presença de Filipe Suzin (Curando Ivo), o neurocientista Sidarta Ribeiro, a especialista em tecnologia Rita Wu e Margarete Brito, coordenadora executiva da Associação de Apoio à Pesquisa e Pacientes de Cannabis Medicinal (Apepi).

Assista ao programa:

Leia também:

Neurocientista desvenda cinco mitos comuns sobre cannabis e saúde

#PraCegoVer: imagem de capa é uma captura de tela do programa que mostra Leandro Karnal olhando para a câmera e o texto “uso medicinal, cannabis tem diferentes utilidades terapêuticas” no GC.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!