Acordo torna a Trulieve a maior varejista de maconha dos EUA

top bud planta Acordo torna a Trulieve a maior varejista de maconha dos EUA

Com a transação finalizada, a Trulieve terá 149 lojas em 11 estados, mais de 288 mil metros quadrados de cultivo e pouco mais de 8.500 funcionários. As informações são do Tallahassee Democrat

Trulieve, a maior operadora de maconha medicinal da Flórida (EUA), é agora a maior varejista de cannabis do país, depois de fechar um negócio de US$ 2,1 bilhões para adquirir a ex-concorrente Harvest Health & Recreation Inc.

A transação marca um grande desenvolvimento na Flórida, onde a Harvest detinha uma das 22 licenças para cultivar, processar e vender maconha medicinal para uma crescente população de pacientes e na indústria de maconha em rápida expansão dos EUA.

gravital sb Acordo torna a Trulieve a maior varejista de maconha dos EUA

Leia mais: Ativistas da Flórida apresentam nova iniciativa de legalização para eleição de 2022

A CEO da Trulieve, Kim Rivers, classificou o fechamento do negócio como um “marco transformacional” na breve história de sua empresa sediada no condado de Gadsden.

“Quando realmente começamos, cinco anos atrás, eu não recebia um salário e ficava na parte de trás fazendo cápsulas e garantindo que os envios saíssem no prazo. Obviamente, houve um crescimento incrível. Começamos esta empresa com os pacientes em mente e com uma dedicação absoluta a um foco constante no fornecimento de acesso e cannabis medicinal para pacientes no estado da Flórida, especificamente. Então essa missão não mudou”, disse Rivers ao The News Service of Florida em uma entrevista por telefone.

Nascida da lei de maconha medicinal

Trulieve foi uma das primeiras operadoras de maconha medicinal do estado, lançando-se depois que os legisladores da Flórida em 2014 aprovaram a cannabis não eufórica para pacientes com epilepsia severa. A empresa floresceu depois que os eleitores da Flórida em 2016 aprovaram uma emenda constitucional que legalizou amplamente a maconha medicinal.

A Harvest, que começou na Flórida como San Felasco Nurseries com sede em Gainesville, também foi uma das primeiras empresas na indústria de cannabis do estado, recebendo uma licença do Departamento de Saúde da Flórida em 2016 enquanto o estado se preparava para a aprovação antecipada da emenda constitucional.

Com a aquisição da Harvest finalizada, a Trulieve terá 149 lojas em 11 estados, incluindo a Flórida, mais de 288 mil metros quadrados de cultivo e pouco mais de 8.500 funcionários. Antes do fechamento do negócio, Trulieve tinha 85 lojas na Flórida.

Leia também: Principais executivos das maiores empresas de cannabis são predominantemente homens brancos

“Teremos aproximadamente 37% mais locais de varejo do que o concorrente mais próximo e 50% mais, ou 93 mil metros quadrados a mais, cultivo do que o concorrente mais próximo”, disse Rivers sobre a pegada nacional de Trulieve.

Como a lei da Flórida não permite que os operadores de maconha medicinal tenham mais de uma licença, a Harvest leiloou sua licença para pavimentar o caminho para sua venda para a Trulieve. A Planet 13, que opera em Nevada e Califórnia, pagou US$ 55 milhões em dinheiro pela licença da Harvest.

Enquanto isso, os 14 locais de varejo da Harvest na Flórida serão fechados temporariamente em outubro, conforme são convertidos para a marca Trulieve e os funcionários da Harvest passam pelo treinamento da Trulieve.

Colaboradores da Harvest Health com empregos garantidos

“Serão os mesmos rostos quando voltarem. Estamos mantendo todas essas pessoas a bordo e dando-lhes as boas-vindas à equipe Trulieve”, disse Rivers.

Trulieve está estabelecendo “uma estratégia de hub regional” em todo os EUA, com hubs na Flórida, Pensilvânia e Arizona, disse Rivers, para ficarem melhor posicionados à medida que mais estados aprovarem a maconha medicinal e outros legalizem o uso adulto de maconha.

O foco regional deve compensar as preocupações dos pacientes sobre o “big boxing” do negócio da maconha, de acordo com Rivers.

Saiba mais: Painel-chave da Câmara dos EUA aprova projeto de legalização da maconha

Ela também disse que a Trulieve — que opera em estados onde o uso adulto da maconha é legal, assim como em outros onde a maconha é restrita para uso medicinal — tem uma taxa de retenção de 75% entre os clientes.

De acordo com um comunicado à imprensa divulgado na sexta-feira de manhã, a Trulieve relatou receitas de US$ 215,1 milhões no segundo trimestre de 2021 e lucro líquido de US$ 40,9 milhões, enquanto a Harvest relatou receitas de US$ 102 milhões. Combinadas, as empresas — negociadas na Bolsa de Valores do Canadá — tiveram as receitas mais altas relatadas entre as empresas de cannabis dos Estados Unidos, disse o comunicado.

A indústria da maconha disparou em todo o país nos últimos anos.

Projetos sobre a maconha adulta fracassam na Flórida

Mas, à medida que outros estados avançam com a legalização da maconha para uso adulto, esses esforços na Flórida fracassaram.

A Suprema Corte da Flórida rejeitou duas vezes neste ano propostas de emendas constitucionais destinadas a permitir que as pessoas usem maconha de forma social.

Em abril, os juízes disseram que o resumo da cédula de uma proposta apresentada pelo comitê Make It Legal Florida enganaria “os eleitores fazendo-os acreditar que o uso recreativo da maconha na Flórida será livre de quaisquer repercussões, criminais ou não”. A conclusão de que isso é enganoso resultou do fato de a maconha permanecer ilegal de acordo com a lei federal.

Os defensores do uso social têm pressionado o Congresso a legalizar a maconha, o que tornaria mais fácil para os estados autorizarem o uso adulto. Mas o uso social não é a única maneira de a Trulieve e outras empresas de maconha continuarem a se expandir.

“Estamos pensando em como a paisagem é hoje, bem como para onde a paisagem potencialmente irá no futuro”, disse Rivers. “Tentamos, é claro, estar um passo à frente disso. Mas eu acho que é importante observar que há muitos estados em torno do estado da Flórida que agora estão adotando programas médicos”.

“Portanto, achamos que há uma pista significativa à frente no lado médico, quando olhamos para o sudeste”, acrescentou ela. “Assim, a paisagem nos EUA vai continuar a evoluir como nos últimos anos, independentemente do que aconteça em DC”.

Veja também:

Ex-astro da NBA, Chris Webber lança um complexo de cannabis de US$ 50 mi em Detroit (EUA)

#PraTodosVerem: fotografia, em close, do top bud de uma planta de maconha de pistilos cor creme e folhas serrilhadas verde-claras, e um fundo escuro embaçado. Imagem: Unsplash | Richard Burlton.

smokebuddies logo2 Acordo torna a Trulieve a maior varejista de maconha dos EUA

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!