Como a cannabis pode ser uma influenciadora de inovação de pagamentos

pote buds smartphone Como a cannabis pode ser uma influenciadora de inovação de pagamentos

Em vez de acessar as mesmas ferramentas de pagamento desatualizadas que outros setores usam, as empresas de cannabis podem ir além e adotar soluções de ponta. Saiba mais com as informações da plataforma PYMNTS, traduzidas pela Smoke Buddies

Os desafios dos serviços financeiros do mercado legal de cannabis já são bem conhecidos.

Por vários anos, enquanto a legalização em nível estadual se expandiu, o acesso aos bancos tradicionais continua sendo um problema nos EUA, graças ao seu status de entidades reguladas pelo governo federal.

lazy placeholder Como a cannabis pode ser uma influenciadora de inovação de pagamentos

Hoje, no entanto, o desafio bancário foi amplamente resolvido. As cooperativas de crédito e os bancos regionais ou comunitários intervieram para preencher a lacuna bancária, tornando as barreiras ao acesso aos serviços financeiros tão necessários mais baixas do que nunca para os negócios de maconha.

Isso não significa que essas empresas possam adotar facilmente as mesmas soluções de pagamento que empresas de outros setores podem acessar. Segundo Daniel Muller, CEO da AeroPay, talvez eles não precisem dessa capacidade.

Falando com o PYMNTS, Muller destacou a oportunidade que o espaço de cannabis tem para adotar pagamentos e outras tecnologias financeiras que ultrapassaram as soluções legadas. E, embora as ferramentas de pagamento realmente devam ser cautelosas com os requisitos de conformidade complexos e em constante mudança exclusivos do mercado de cannabis, há uma oportunidade, disse ele, de o setor de maconha se tornar um poderoso influenciador sobre a adoção de soluções por outras indústrias, como ferramentas de pagamento B2B otimizadas.

Leia mais: Mantendo sua privacidade on-line às 4h20

Ampliando a infraestrutura herdada

Graças a uma barreira reduzida ao acesso aos serviços bancários, mais empresas legais de cannabis — geralmente pequenas empresas — são capazes de aceitar pagamentos digitais de seus consumidores, uma mudança que Muller observou estar incentivando os proprietários dessas empresas a expandir também suas operações B2B.

Mas os antigos sistemas utilizados atualmente podem tornar isso difícil. Assim como em outros mercados, os eChecks, ACH, cheques em papel, wires e cartões de crédito oferecem todos os seus benefícios e pontos negativos, desde altas taxas de processamento até falta de segurança. Para os negócios de maconha, com a conformidade como um fator crítico e desafiador, essas vias de pagamento nem sempre atendem adequadamente às necessidades do setor.

Segundo Muller, os dados costumam estar no centro dessa questão. Seja o requisito de inserir manualmente os detalhes da conta bancária e outras informações ou o ponto problemático da falta de dados da transação, as soluções de pagamento herdadas podem não apenas criam ineficiências, mas expõem as empresas do mercado a riscos de não conformidade, fraude e outras ameaças.

Para resolver isso, a AeroPay lançou recentemente sua solução de pagamentos direcionados à cannabis projetada para pagamentos B2C e B2B. Muller explicou que a tecnologia amplia os sistemas existentes como eCheck e ACH para aprimorar a captura e transmissão de dados para concluir uma transação. Ao mesmo tempo, a ferramenta introduz outras agregações de valor nas ferramentas de pagamento herdadas, incluindo a garantia de fundos suficientes na conta bancária de um remetente.

“Usamos dados adicionais em nossa plataforma de software para tornar um pagamento mais seguro, porque é de natureza fechada e não é executado nos meios de cartão tradicionais”, explicou ele, acrescentando que essa estratégia pode reduzir taxas e suportar velocidades de transação aceleradas.

Delivery Ultra420: rapidez e discrição são diferenciais no serviço de entrega de acessórios canábicos

Um influenciador de pagamentos emergente

Esse aprimoramento das ferramentas de pagamento atuais permite o que o AeroPay descreva como uma “transferência bancária inteligente” e, observou Mueller, é apenas um exemplo de oportunidade para as empresas legais de cannabis aproveitarem os recentes interesses da FinTech no espaço.

Como fornecedores e inovadores de soluções financeiras utilizam a tecnologia para lidar com os pontos negativos do mercado, Muller disse que também há a oportunidade da cannabis se tornar líder na evolução dos pagamentos.

“É um modelo meio invertido”, disse ele. “Você pode começar a ver eficiências no cenário de pagamentos da cannabis que agora se estendem para o cenário não canábico — em vez das tradicionais e antigas maneiras de fazer as coisas serem aplicadas à cannabis”.

Em vez de as empresas de cannabis aguardarem para poder acessar as mesmas ferramentas de pagamento conhecidas e desatualizadas que outras empresas usam, elas podem ultrapassar as ferramentas mais antigas para adotar soluções de ponta que resolvem pontos de atrito em seu próprio mercado, como conformidade e segurança. E, no final das contas, outros setores podem se beneficiar da tecnologia que trata desses mesmos pontos problemáticos.

É por isso que, segundo Muller, os inovadores de pagamento no mercado de cannabis devem manter uma visão macro enquanto visam a casos de uso micro e populações de usuários.

“Você pode criar tecnologia de uma maneira flexível e moderna para atender a mais setores verticais e mais casos de uso”, observou ele. “Atualmente, alguns provedores de pagamento de cannabis estão resolvendo uma solução de nicho, potencialmente com formas antigas que podem não ser compatíveis ou com novas formas, mas sem uma visão macro do cenário geral de pagamentos”.

“Adotar uma abordagem de cima para baixo, em vez de debaixo para cima, pode resolver ineficiências para todas as verticais e ser aplicada em casos como o da cannabis”, acrescentou.

Leia também:

Como realizar vendas de cannabis limpas em tempos de Covid-19

#PraCegoVer: em destaque, foto que mostra um pote transparente contendo duas flores de cannabis secas e um smartphone com as informações da cepa à venda, onde pode-se ver a palavra “Indica”, sobre um balcão de madeira escuro; ao fundo, desfocado, o interior de uma loja. Imagem: News21 | Vimeo.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!