A cannabis afeta seus sonhos?

buds blue dream A cannabis afeta seus sonhos?

Estudos revelam que a maconha pode afetar de diferentes formas os sonhos, dependendo de fatores como concentração de canabinoides e dosagem. Saiba mais sobre o assunto no artigo do Leafly, traduzido pela Smoke Buddies

Para alguns de nós, um ‘nightcap’ de ervas torna o sono muito mais fácil, e séculos de evidências anedóticas afirmam a utilidade da maconha como auxílio ao sono. A farmacologia chinesa antiga combinou flor de cannabis com estramônio para criar o elegantemente chamado “pó de sono sagaz”, ou shui sheng san. A medicina ocidental agora está recuperando o atraso, com pesquisas sobre a cannabis e o sono em ascensão.

Mas e os efeitos da cannabis nos sonhos? Se você já conhece bem a erva, provavelmente está ciente de que períodos de consumo intenso fazem com que sua imaginação noturna diminua, se não desaparecer completamente. Por outro lado, períodos intermitentes de abstinência veem um ataque de paisagens de sonhos bizarras.

gravital A cannabis afeta seus sonhos?

Então, qual é o problema? Como e por que a cannabis afeta a fase dos sonhos do sono, e você deveria se preocupar?

Leia: Estudo clínico aponta a cannabis como tratamento contra a insônia crônica

Como o sonho acontece

O ciclo sono-vigília consiste em quatro estágios que são repetidos várias vezes durante uma noite típica. O estágio 1 é a fase mais leve e breve do sono, com duração de apenas 5% do ciclo total. O estágio 2 sinaliza uma mudança de marcha para um sono mais profundo, com a frequência cardíaca e a temperatura caindo. Aproximadamente 50% do sono é concluído no estágio 2.

O estágio 3 é o estágio mais profundo do sono. Se você for acordado durante esta fase, irá sentir-se grogue e cognitivamente prejudicado por até uma hora. O reparo e crescimento de tecidos ocorrem no estágio 3, juntamente com o fortalecimento do sistema imunológico.

Acesse Pufflife.com.br

O quarto estágio é o sono REM, ou o sono dos sonhos. REM refere-se ao movimento rápido dos olhos, que ocorre quando você sonha. Até duas horas de cada noite são gastas sonhando.

Sonhando: Por que é tão crítico

Cientistas e especialistas em sono debatem o propósito do sonho há décadas. Até recentemente, a utilidade da fase REM era de certa forma descartada. Nos últimos anos, o guru do sono moderno Dr. Matthew Walker enfatizou a importância do sono REM junto com outros especialistas, afirmando que o sono dos sonhos possui funções fundamentais para o bem-estar e o desempenho.

Segundo Walker, o sono REM remove a picada dolorosa associada a episódios traumáticos ou emocionais experimentados durante o dia. Além de fornecer resolução emocional, sonhar aprimora o processo criativo e as habilidades de resolução de problemas, fundindo memórias individuais de maneiras abstratas e inovadoras.

O sonho também desempenha um papel na formulação de regras gerais a partir do conhecimento que o cérebro adquiriu durante o dia. De maneira fascinante, o sono REM é o único momento em que a noradrenalina, uma molécula desencadeadora de ansiedade, é drasticamente reduzida no cérebro.

Pesquisas realizadas em 2016 em ratos também indicam que a privação contínua do sono REM por mais de 72 horas prejudica a memória espacial. Portanto, você pode ter mais dificuldade em encontrar objetos ou estar mais propenso a esbarrar nas coisas. O estudo relatou que esse estado prejudicado continuou por pelo menos 21 dias após o sono REM ter sido restaurado.

“Sonhar não é apenas uma coisa engraçada que acontece enquanto dormimos, mas é uma parte vital do processo restaurador e do aparato de memória e aprendizado”, enfatizou o Dr. Jordan Tishler, presidente e CEO da Association of Cannabis Specialists e um Instrutor de Medicina na Escola de Medicina de Harvard. “A privação do REM, em particular, pode levar à disfunção cognitiva e alterações de humor”.

Entra a cannabis: como ela afeta os sonhos?

Quando se trata de determinar os efeitos da erva no sonho, a resposta não é clara. “Existem vários estudos do sono que mostram que a cannabis pode diminuir ou suprimir o sono REM”, comentou o Dr. Tishler. “A questão maior é se isso é bom ou ruim. A resposta é, como sempre, ‘depende’”.

Os cientistas estão começando a trazer à tona os efeitos de canabinoides específicos nos sonhos.

O THC, um dos principais componentes psicoativos da cannabis, demonstrou suprimir o sono REM, embora seja importante observar que esses achados não foram replicados de forma consistente.

“O consumo de cannabis, e especificamente o consumo de THC, reduz o sono REM, eliminando a capacidade de sonhar da maioria das pessoas devido ao tempo insuficiente nessa fase”, disse Kebra Smith-Bolden, enfermeira e CEO da CannaHealth.

Um estudo de 2019 descobriu que os consumidores de cannabis demonstraram menos sono REM geral do que os não consumidores, e mais bizarrice quando se lembraram dos sonhos, que foi mais frequente do que nos não consumidores de cannabis.

O CBD afeta o sonho?

A ascensão meteórica do CBD como um auxílio para dormir pode fazer você se perguntar que efeitos ele exerce sobre o sonho. Embora esses efeitos ainda não sejam bem compreendidos, uma revisão de 2017 sobre sono, cannabis e canabinoides sugere que a dosagem parece afetar o sonho.

Leia mais: O CBD pode realmente ajudar a dormir melhor?

A revisão relatou que doses elevadas de CBD aumentaram o surgimento do sono REM no dia da administração, enquanto doses médias de CBD diminuíram o surgimento do sono REM no dia seguinte à administração.

Anedoticamente, os consumidores de CBD têm dito que o canabinoide afeta significativamente seus sonhos, com alguns experimentando sonhos mais vívidos e lúcidos, sonhos mais positivos (incluindo sonhos sexuais) e uma recordação superaprimorada de suas aventuras noturnas.

Além disso, há evidências de que o CBD poderia ser um tratamento promissor para o distúrbio comportamental do sono REM, que faz com que os diagnosticados desempenhem (muitas vezes assustadores) sonhos de maneira violenta ou vocal.

Esses distúrbios de sonho são mais comumente vivenciados por indivíduos com TEPT“Para pacientes que têm pesadelos, como aqueles com TEPT, certa quantidade de supressão do REM pode ser boa”, explicou Tishler.

Outros canabinoides e terpenos menores também podem estar trabalhando nos bastidores, impactando nossos sonhos, mas não há pesquisas no momento para revelar seu papel.

O que é o rebote do REM?

Os consumidores pesados ​​de cannabis terão habitualmente sonhos loucos se fizerem uma pausa, ou se absterem de usar maconha por um tempo. “O rebote é caracterizado pelo retorno de sonhos vívidos e incomuns quando sua mente restabelece o estágio REM do sono”, disse Smith-Bolden.

Embora o rebote do REM forneça à mente um meio de recuperar o sono de sonho perdido, segundo Tishler, isso pode ser perturbador. Aqueles submetidos ao rebote do REM geralmente experimentam mais pesadelos, sono REM mais denso, um início do sono REM mais rápido e ciclos de sono REM prolongados para pagar a dívida acumulada. “O uso pesado de cannabis não é recomendado, por esse e muitos outros motivos”, acrescentou Tishler.

Consumo cannabis regularmente — como protejo a fase REM?

Se a cannabis é sua ajuda para dormir, é vital evitar o ciclo entre a supressão excessiva do sono REM e a recuperação do REM.

“Para a maioria das pessoas, a supressão do REM provavelmente não é boa”, disse Tishler. “No entanto, também não é a insônia”. Tishler aconselha a encontrar um equilíbrio entre o sono geral e o sono REM, em particular.

“Acontece que essa relação é muito dependente da dose. Pequenas doses de cannabis levam a um sono de qualidade sem supressão aparente do REM, ou pouco, enquanto doses mais altas são mais claramente problemáticas”, explicou Tishler.

Para quem tem insônia persistente, ou mais de três noites ruins de sono por semana, ele recomenda consultar um médico e, em seguida, procurar a orientação de um especialista em cannabis com a aprovação dele.

“A abordagem do tratamento varia de acordo com o tipo de insônia que você está enfrentando”, disse Tishler. “Não confie nos conselhos do seu amigo ou do dispensário. Eles podem sugerir abordagens dramaticamente excessivas que podem sair pela culatra. Doses baixas são mais eficazes”.

Da mesma forma, Bolden-Smith salienta que os novatos que forem usar cannabis como auxílio ao sono devem começar por microdosagem. “Aumente gradualmente até que seus objetivos de sono sejam alcançados”, ela aconselhou. Dessa forma, você pode aproveitar os poderes sonolentos da flor enquanto protege seu sono REM.

Bons sonhos!

Leia também:

Um canabinoide pouco conhecido poderia perturbar o mercado do sono?

#PraCegoVer: em destaque, fotografia de uma porção de buds secos com pistilos alaranjados sobre uma superfície branca. Foto: Green Glass Society | Flickr.

smokebuddies logo2 A cannabis afeta seus sonhos?

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!