Vendas de maconha na Califórnia devem chegar a US$ 2,68 Bi este ano

 Vendas de maconha na Califórnia devem chegar a US$ 2,68 Bi este ano

Pesquisadores estimam que o uso recreativo da maconha renderá cerca 5 bilhões de dólares em vendas anuais. Saiba mais no artigo publicado na HighTimes, com tradução e adaptação de Gabriel Broitman.

De acordo com um novo estudo, a receita gerada com as vendas de maconha no estado da Califórnia chegará a 2,68 bilhões de dólares até o fim do ano. As vendas vêm aumentando desde o ano passado, quando o estado fez quase US$ 2 bilhões com a maconha legal e, de acordo com a empresa de pesquisa de mercado Arcview Group, representou sozinho 27% de todo o mercado de cannabis legal da América da Norte.

Vendas de Maconha na Califa

O estudo mais recente sobre o aumento da receita com a maconha na Califórnia foi uma análise conduzida pela Centro de Assuntos Agrícolas da Universidade da Califórnia, em Davis. Os pesquisadores estimam que o uso recreativo da maconha renderá aproximadamente 5 bilhões de dólares em vendas anuais.

Só a vendas de maconha medicinal no estado já estão deixando para trás os estados que já comercializam a erva com fins recreativos, enquanto Colorado e Washington fizeram um pouco mais de US$ 1 bilhão em vendas anuais, a Califórnia fez US$ 2 bilhões só com o mercado medicinal. Em breve a Califórnia terá a comercialização da maconha recreativa efetivamente funcionando em dispensários exclusivos, e com isso gerará uma renda muito maior.

Vale lembrar que o mercado negro ainda é forte na Califórnia, pesquisadores estimaram que foram vendidos, aproximadamente, US$ 5,7 bilhões de maconha ilegal, em 2016. Ainda assim, muitos dos usuários que compram a maconha do mercado clandestino para uso recreativo agora poderão a adquirir de forma legal, reduzindo os ganhos do tráfico.

Mas isso representará o fim do tráfico? Ainda não. A maconha recreativa terá taxação de 15%, além dos 8,8% de imposto sobre venda do estado, o que incentivará alguns a comprarem a erva no mercado negro. No primeiro ano de legalização, os pesquisadores estimam que a venda ilegal de maconha se reduza quase pela metade.

Mas nem todos ganham com a legalização. Pesquisas estimaram que as vendas de cannabis medicinal cairiam aproximadamente em 70%, porém a mesma continua tendo suas vantagens, como imposto reduzido e todos os incentivos necessários para que os usuários regulares continuem fazendo parte do programa. O cartão utilizado pelos usuários medicinais continua tendo uma taxa de 100 dólares para a sua emissão, mas pelo menos a partir de agora essa não será a única opção para aqueles que só fumam ocasionalmente.

Poder da Flor de maconha

De acordo com a BDS Analytics, muito do dinheiro que vem sendo gasto na Califórnia tem sido em flores de maconha para fumar. Eles preferem fumar a comer, vaporizar, usar canetas ou outros produtos derivados. A comercialização de flores soma aproximadamente 55% de todas as vendas feitas no mercado da cannabis. Curiosidade: As strains indicas aparentemente são as mais vendidas na Califórnia.

O preço das flores subiu desde o início do ano passado e com todas as mudanças esperadas para a regulamentação, espera-se que suba ainda mais. Por quê? Devido às necessidades tecnológicas, de qualidade esperada, entre outros fatores. Fumar com qualidade pode custar caro, mas com certeza vale a pena.

 Vendas de maconha na Califórnia devem chegar a US$ 2,68 Bi este ano

Sobre Gabriel Broitman

Ativista fanático pela planta e os horizontes que ela abre.
Tenho 21 anos, estudo sistemas, levo a música no coração e escrevo nas horas vagas 😉