UFC: Três lutadores caem no antidoping por maconha

 UFC: Três lutadores caem no antidoping por maconha

Niko Price, Curtis Blaydes e Abel Trujillo foram suspensos por 90 dias mais o pagamento de US$ 1 mil a cada um dos lutadores. Apesar da punição nenhuma sanção será aplicada pela USADA. As informações são do Uol Esportes.

O Departamento de Licenciamento e Regulamentação do Texas suspendeu por 90 dias e multou em US$ 1 mil três lutadores que participaram do evento do UFC no Estado em 4 de fevereiro de 2017. Todos eles foram flagrados no antidoping por uso de maconha, de acordo com o “MMA Fighting”.

Leia mais: Atletas podem fumar maconha?

Os três lutadores flagrados são: Niko Price, Curtis Blaydes e Abel Trujillo. Os dois primeiros venceram suas lutas por nocaute e os resultados serão transformados em “No Contest” (luta sem resultado). Trujillo acabou derrotado por James Vick.

Apesar da punição recebida, nenhum deles sofrerá sanções da Agência Norte-Americana Antidoping (USADA). O órgão suspende apenas lutadores que são flagrados com mais de 150ng/ml de metabolitos da substância em seus testes, regra semelhante à da Agência Mundial Antidoping (Wada).

O nível da substância encontrada nos testes dos três lutadores não foi revelado.

Leia também: Empresa lança linha de maconha medicinal dos irmãos Diaz

 UFC: Três lutadores caem no antidoping por maconha

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas... um dos responsáveis e 'faz-tudo' do Smoke Buddies.