A Viagem

Já pensou em participar de um ritual milenar que envolva a extração e o consumo de Kif e Haxixe? O Smoke Buddies em parceria com a 50:20 Editora e a Micasa420 te convidam a participar da Festa da Colheita nas Montanhas de Rif, no Marrocos.

Encostadas no mar Mediterrâneo marroquino, as montanhas Rif possuem em sua paisagem uma plantação ininterrupta de cannabis que dura mais 1.300 anos. A região se espalha ao longo de aproximadamente 200 quilômetros entre as cidades de  Al Hoceima Chefchaouen, conhecida como a cidade azul do Marrocos.

A cultura da cannabis, trazida pelos árabes durante a expansão islâmica no norte da África, a partir do século VIII, encontrou na região boas condições climáticas e topográficas. O hábito árabe de fumar o kif espalhou-se entre as tribos berberes e a florescente navegação no Mediterrâneo garantia a demanda pelas fibras da planta, usadas para fabricar velas.

Atualmente, a população do Rif se beneficia de uma permissão especial do Rei do Marrocos para continuar a praticar a sua milenar lavoura e consumir o kif e o haxixe localmente, apesar do consumo de maconha ser proibido no País.

 Trips

Agora, se só ao ler esse texto você já ficou animado e louco por essas montanhas, imagine ao vivo e a cores. Pensando nisso, o Smoke Buddies – em parceria com a 50:20 editora e a MiCasa420 – fazem o convite: quer participar da lendária colheita feita na região de Rif, no Marrocos? Preparamos um pacote turístico especial e verdíssimo perfeito para conhecer toda a região, que vai de praias paradisíacas, jantares para maconheiro nenhum botar defeito e, claro, a colheita feita no dia 19 de setembro.

Enquanto você pensa, conheça um pouco mais do local!
Confira como é a cultura nas Montanhas Rif, na expedição dos Strain Hunters:

 Trips

O povo

 Trips

Apesar da região ter sido remota e pouco povoada antes das vindas de seus primeiros habitantes, atualmente a população do Rif é consideravelmente grande. Nos últimos 20 anos, muita gente migrou de outras partes do Marrocos em busca de sustento com a lavoura, além de europeus que se instalaram para produzir maconha e haxixe para “exportação”. Cerca de 80% da erva e seus derivados consumidos na Europa vem do Rif.

Os nossos anfitriões são as comunidades do Alto Rif Central, onde fica Issaguen (antiga Ketama), região histórica das primeiras plantações na região. Esses agricultores, que cultivam a cepa de maconha local e extraem o haxixe de forma tradicional, pouco se beneficiaram da grande demanda européia, que prefere as variedades geneticamente modificadas.

 

O programa

 Trips

Os participantes serão recepcionados em Tanger por guias em velhas Mercedes-Benz, os típicos táxis das montanhas Rif, e levados até os vales da região de Issaguen, onde ficarão hospedados nas residências dos locais escolhidos para participar do Projeto.

Almoços, jantares e chás da tarde serão oferecidos nas casas das melhores cozinheiras do local, que servirão os diversos pratos da culinária marroquina com sotaque rifenho, que dá destaque para os ingredientes típicos da região.

Os taxistas com suas Mercedes serão também os guias dos passeios para as diversas atrações locais. Haverá excursões para a mágica cidade de Chefchouen, considerada “Portal do Rif”, ao Parque Nacional Talassemtane e às praias encantadoras no litoral próximo, como Badés e Torrès, além de roteiros a pé.

O ponto alto do programa será a Festa da Colheita, no dia 19 de setembro, com shows ao vivo e jam sessions com os participantes.

A incrível comida do Rif

Como aplacar sua larica? Após cada experiência canábica nas Montanhas Rif, a fome certamente irá bater e para isso o viajante poderá se surpreender com a qualidade da comida da região, devido sua cultura gastronômica prática, orgânica e sustentável. E o grande responsável pelos sabores e texturas extraordinárias das carnes, dos ovos, pães e muito mais é a alimentação dos animais locais, a ração feita com sementes e folhas de “Kief”, subproduto da extração do haxixe. Veja as fotos da galeria abaixo e salive a vontade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

Roteiro

Depois de curtida a programação, agora é a vez de conhecer o roteiro da trip que te levará às Montanhas Rif, no Marrocos:

Dia 01 – 15/09

A trip tem partida prevista para as 23h do dia 15 de setembro, com embarque no Aeroporto de Guarulhos (São Paulo), no voo AT214 da Royal Air Maroc, e chegada no dia 16 de setembro, aproximadamente às 12h30, no Aeroporto Internacional Mohammed V, em Casablanca, no Marrocos. AÉREO SUGERIDO, NÃO INCLUSO NO PACOTE.

Para quem pretende esticar a viagem pela Europa, fazendo conexão em Madrid, Barcelona ou Lisboa, consulte a opção de Stopover junto a companhia aérea.

Para evitar qualquer transtorno chegue com mais de 3 horas de antecedência ao aeroporto, no caso antes das 21h.

Dia 02 – 16/09

Chegando em Casablanca ás 12h30, os viajantes serão recepcionados no Aeroporto Mohammed V por guias em clássicas Mercedes-Benz, os típicos táxis das Montanhas Rif.

Parada pra Cerva

Apesar do Marrocos ser conhecido entre as nações muçulmanas como uma das mais liberais, não há comércio de bebidas alcoólicas no Rif. O consumo é tolerado, desde que cada um traga a sua. Na parada entre Casablanca e o Rif será possível saborear um típico almoço na estrada.

Hora do Chá

Chegando aos vales de Issaguen, o viajante será recepcionado com apresentações, chá de boas vindas e hospedado na casa dos moradores locais. Jantar ou refeição ligeira típica nas casas também fará parte da programação.

Dia 03 – 17/09 – 09h às 20h

A programação do terceiro dia será destinada ao reconhecimento da região, onde guia locais levarão os participantes para conhecer a vizinhança e as atrações locais.

Os viajantes passarão por uma trip gastronômica marroquina,  onde serão levados as residências locais que servirão refeições e petiscos, além do típico almoço local.

Entre uma atração e outra, os participantes visitarão plantações de cannabis onde poderão conversar com os agricultores e suas famílias.

O ritmo de vida nos vales do Rif é lento, e os aventureiros serão envolvidos pela atmosfera, cultura e sabor local.

Dia 04 – 18/09 – 09h às 20h

Rumo a Chefchaouen

A bordo dos incríveis táxis do Rif, o participante chegará a Chefchaouen, uma cidade fotogênica e maravilhosamente única. Com suas ruelas medievais cheias de histórias as principais atrações da cidade são o Castelo na Praça Central, a Mesquita como minarete octogonal e o riacho cristalino com seus cafés.

Em Chefchaouen há várias lojas com artesanato local onde encontra-se colchas, mantas, casacos e gorros feitos com padrões típicos da região, além de bons restaurantes para um típico almoço rifeno.

Retornando ao vale do Rif o jantar será nas casas dos locais.

Dia 05 – 19/09 – 09h às 23h30

Festa da Colheita!

Viajantes poderão, opcionalmente, combinar passeios à pé para o Monte Noé, o 2º mais alto das montanhas Rif durante o dia, com almoço típico na casa dos nativos.

Depois de um dia de atividade, por volta das 18h, começará a festa onde os convidados são bem-vindos para participar dos preparativos da comida, decoração ou integração com grupos musicais locais.

Dia 06 – 20/09 – 08h às 20h

Passeio ao Parque Nacional Talassemtane

A 70 Km de distância do vale o participante passeará, a bordo dos táxis Mercedes, ao longo de lindas plantações de maconha nos vales do Rif. As plantações que estarão no período de flora proporcionará um doce aroma de flores durante o passeio dos sonhos.

O local é perfeito para Trekking, passando por cachoeiras, riachos cristalinos, canyons e visitas que tirará o fôlego. Neste dia, o almoço será um piquenique preparado pelos anfitriões.

Dia 07 – 21/09 – 09h às 20h

Vamos invadir a praia

A despedida do Rif será em grande estilo, com muito sol é às águas transparentes do Mar Mediterrâneo. Os viajantes conhecerão algo pouco explorado pelo turismo mundial, as praias marroquinas: Badés, Torrès e a Calla Iris.

Almoço a base de frutos do mar em comedorias típicas e o jantar nas casas dos locais ao retornar ao vale.

Dia 08 – 22/09 – 08h às 05h

Voltando 

Translado para o Aeroporto Mohammed V, em Casablanca ou IBN Batuta, em Tanger, a bordo das Mercedes.

Participantes poderão também ser deixados no centro de Chefchaouen ou Tanger, se convir aos seus planos de viagem. Se quiserem seguir para Marrakesh, poderão fazê-lo a partir do Aeroporto Mohamed V, em Casabalanca.

AÉREO SUGERIDO PARA RETORNO, NÃO INCLUSO NO PACOTE.

Voo AT215 da Royal Air Maroc, partindo às 16h20 e chegando a SP às 22h do mesmo dia.

Preços

Quanto custa?

A Expedição às Montanhas Rif possui duas opções de pacotes. O primeiro que inclui apenas a parte terrestre tem hospedagens em quarto duplo com café da manhã na casa dos locais no Rif e uma refeição por dia, traslados e passeios descritos no roteiro, e taxas locais. Nessa opção, o  preço por pessoa fica US$915,00 (cerca de R$ 2.856,26 na cotação do dia 01/08). Para o pacote aéreo entre em contato clicando aqui!

Para quem desejar, há ainda a opção de refeições nas casas dos locais, sendo está a única opção de alimentação no local que custa em média de €10 roteiros com interesses específicos como música, cultura e gastronomia local.

Faça sua reserva e entraremos em contato!

Reservas

Regras e Dicas

Algumas regras que merecem atenção

 Trips

É seguro?

Sim! O Marrocos é um país pacífico e são raros os casos de violência contra turistas. A população do Rif, em especial, tem grande interesse em desenvolver o turismo sustentável na região e tendem a ser anfitriões dedicados e agradáveis.

Consumo de kif

Lembre sempre que oficialmente a cannabis é proibida no Marrocos. Nas estradas, a fiscalização policial é extensa e a regra de ouro é não portar flores nem haxixe durante os traslados.

Mulheres no Rif

A cultura local é arcaica e machista. Há poligamia e as mulheres ocupam posição subalterna na sociedade. É claro que as visitantes serão tratadas com todo o respeito e pleno acesso, mas deverão se comprometer a não interferir diretamente nas práticas locais.

Outros destinos

Os visitantes poderão optar por ir e voltar ao Brasil com o grupo ou adquirir apenas o pacote local, ficando livres para passear pelo Marrocos antes ou depois do período do pacote. Para roteiros customizados, consulte.