Sediña promete revolução no mercado canábico brasileiro

sedina capa smokebuddies Sediña promete revolução no mercado canábico brasileiro

Empresa voltada para a produção de cânhamo, que a partir deste material confeccionam sua própria linha têxtil, de sedas e óleos para fins medicinais, promete revolução no mercado da maconha no Brasil.

Nascida do sonho do jornalista Fábio Bastos (36), que resolveu largar a profissão para investir no mercado da maconha no final de 2013, época em que o Uruguai havia acabado de se tornar o 1º país no mundo a regulamentar a maconha, nasceu a Sediña – a primeira empresa especializada na produção e exportação de cânhamo industrial da América do Sul.

 Sediña promete revolução no mercado canábico brasileiro

Apesar de estar no Uruguai, o processo de todos os trâmites pra desempenhar a atividade empresarial foi uma aventura. Segundo Bastos, “a burocracia que parece pequena vai se revelando tediosa, mas suportável, afinal de contas, sou brasileiro! Até que chegou o dia de fazer o registro da empresa na DGI (receita federal uruguaia)”. Em 2014, a Sediña se torna a primeira empresa a se estabelecer em solo uruguaio, investindo no mercado regulamentado da maconha.

Leia também: Na vanguarda da maconha legal – Papo cabeça com Fabio Bastos

Criada inicialmente para oferecer uma opção de papéis para enrolar mais saudável e sem substâncias prejudiciais à saúde, rapidamente a Sediña expandiu em busca de novos horizontes e outra áreas.

Do Uruguai até a China

Diante da flexibilização das leis sobre a produção, venda e consumo de maconha em diversos países, a marca expandiu fronteiras trabalhando em conjunto com o China’s Hemp Research Center, órgão do governo chinês responsável por pesquisar os usos do cânhamo. Essa parceria com a China, proporcionou a criação de uma linha de produto usando a maconha como matéria prima, inclusive o óleo rico em CBD.

 Sediña promete revolução no mercado canábico brasileiro

Plantação ativa na China com a finalidade de produzir fibras, sementes, óleos e extratos ricos em CBD.

Atualmente com o parque industrial situado na China, a Sediña propõe o fornecimento de produtos em diversos segmentos, principalmente na área medicinal como o óleo rico em canabidiol, extraídos unicamente do cânhamo industrial, com um nível de 97% de CBD e 0% de THC, segundo a empresa.

Brasil

Presente em 18 países pela Ásia, Europa e América do sul, a Sediña Brasil chega com o propósito de defender a causa do consumo da cannabis medicinal. Para a marca, essa é uma área que, com conscientização e redução de danos, podem ter uma influência positiva num país carente no assunto, como o Brasil.

Prometendo uma revolução na conscientização da forma de usos e consumos da maconha, seja industrial ou medicinal, a Sediña Brasil desembarca em mercado tupiniquim com os seguintes produtos: papeis de seda voltados para um consumo mais limpo com a menor quantidade de produtos químicos, produtos exclusivos de altíssima qualidade para o mercado de tabacaria, tais como trituradores, isqueiros, vaporizadores e entre outros, e para completar, o quadro de produtos já disponíveis – a Sediña desenvolveu uma linha exclusiva de tecidos e similares feitos com a fibra de cânhamo, agregando ao mercado brasileiro um segmento pouco explorado.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia mais: “Vamos abastecer o mercado brasileiro com CBD muito mais barato”, diz Fabio Bastos

“A Sediña é a única empresa realmente voltada para a produção de cânhamo, que a partir desta confeccionam sua própria linha têxtil, de sedas e óleos para fins medicinais”, conta Jorge Morenno, de 26 anos, Engenheiro Mecânico e Diretor Executivo da marca no Brasil, que complementa: “Com a regulamentação do cultivo medicinal entrando em vigor no Brasil, as expectativas do mercado futuro são as melhores”. Para Morenno, a Sediña está sendo bem aceita pelo público brasileiro, que se identifica com a qualidade dos produtos. Em breve, prometem revolucionar o mercado nacional trazendo desde o HempCret para construção civil até a linha têxtil dando “pano pra manga” no mundo da moda.

Continue conectado no Smoke Buddies e fique por dentro do mercado canábico que está em constante evolução.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este conteúdo possuí caráter publicitário.