Programa Kush 5 + Smoke Buddies Podcast

Confira o que vem nessa parceria roots entre o Coletivo IndicAtiva Rec e o Smoke Buddies!

O programa Kush, comandado pela DJ Dóla Rodrigues do Coletivo IndicAtiva Rec, chega abrindo espaço para novas revelações e artistas consagrados, enriquecendo a programação da Rádio Smoke Buddies.
O programa é voltado a revelações da música independente. Divulgações de artistas, eventos, festivais independentes e work shops de conscientização.

:: Nesse programa ::
Flávio La Barre (Projeto Pedrada) & Bakka (Salada Cartel)
Soulionel
– Don Corleone

:: Entrevista Exclusiva ::
Rastaman @ Lançamento do CD “Não é a planta que mata”

:: Dica de Evento ::
Marcha da Maconha em Santos e Reunião Aberta do Coletivo Marcha da Maconha Santos apresenta filme “Ilegal”

E nesse podcast, conversamos com Bredes Fernando.

Bredes Fernando
DJ a uma Década e Produtor a 7 Anos. Discotecou em alguns eventos como Festivais, Privates, Clubs, Exposição, Desfile e mais alguns eventos voltado ao mesmo. Tendo participações em diversos EP’s e tambem alguns Remixes com Artistas Nacionais e Internacioais. Possui 2 Albuns lançados sendo o Primeiro do seu Projeto Deconstructedy “3×3=Nine” ao qual saiu pela Gravadora da Suécia ClubStream Rec,e outro Solo pela Gravadora Groove Division Rec chamado “The King Lizard”. Possuindo um total de 40 Releases dentre eles: Remixes, Participação em EP, Compilação, EP’s, Albuns.

TRACKLIST:
01. Neq Riune ft Tirhanno – Rider’s Saw (Bredes Fernando Explicit Version Remix) [Monodia Rec]
02. Pedro Silva – Drab Surfice (Original Mix) [Minim.all Rec]
03. Bolnoyo – Bang Bang (Javier Ferreia Remix) [Groove Division Rec]
04. Juan RMS – Techno (Le Nardo) [Tlaloc Rec]
05. Grdnstrt – Transitivismus (Original Mix) [Plazma Records]
06. Trentemoller – Always Something Better (Original Mix) [Poker Flat Rec]
07. Carl Craig Angel (Original Mix) [Planet E]
08. Scalameriya – Kresh (Original Mix) [Login Rec]
09. AnD – Non Sky Signal Noise (Original Mix) [Electric Deluxe Rec]
10. Hefty – Heretic (Original Mix) [Login Rec]
11. Wighnomy Brothers Pele Bloss (Original Mix) [Freude Am Tanzen Rec]

1- Quando e como surgiu a ideia de criar a Perception Rec?

Bredes Fernando, R: Olá Dóla, tudo bem querida? bom, primeiramente bom dia, boa tarde ou noite para todos nós Bom, vamos lá que a historia é um pouco longa… irei encurta-la. rs Para quem não me conhece, sou Bredes Fernando (26), e resido em Santa Barbara D’Oeste, Interior SP. A historia da PERCEPTION CORP se inicia por aqui no interior mesmo. Começou ha Exatos 6 Anos (completando em breve este ano de 2015)… Porem foi em parte que ela foi se desenvolvendo e sendo o que é hoje. A principio foi minha primeira festa de um porte maior (700 a 800 pessoas), junto de mais 2 amigos durante 2 anos. Depois eles sairam e eu fui mudando o formato de gige (privates), para eventos menores em pub’s, depois para Podcasting, Creative Commons e também em diversas Webstores igual é hoje: Beatport, Juno, iTunes, Napster, Deezer, Spotify e por ai vai.. Quando começamos ha exatos 6 anos atras, em nossas festas trazíamos vários deejays amigo(a)s da Região metropolitana de campinas (proximo aonde moro), Com o tempo conseguimos junto de varias parcerias geralmente também de outros núcleos e com a força de nosso próprio crescimento… ir trazendo alguns deejays de maiores nomes, tanto daqui do interior quanto de outro paises. Alguns dos DJ’s & Produtores: Marcel Trindade (Discotech), DJ Glen (Discotech), Click Click (Kassete Records), Holocaos (Perception Corp) Kleber (Killer Beats Rec), Passos (Groove Division Rec), dentre outros tanto do cenário Nacional quanto do Mundial da Musica Eletrônica…. Sem contar também alguns Veejays: VJ Ortega (SHN), VJ Paulo Cantowitz (Undercurrent), e por ai vai… Chegamos a ter algumas edições com Artistas Plastico, Artes Cénicas/Circense, Exposições e Graffiteiros. valorizo muito tamanha arte e acho incrivel a junção de ambos (Áudio+visual) e claro o Perceptível em volta ha tudo isso. Um deles que sempre me apoiou foi o coletivo N’Calma (também aqui da cidade) e a Balatronik (Piraciaba-SP), até hoje (Gratidão). Hoje realizamos alguns eventos com menor frequência, chegando então em 2015 ha 6 anos a Crew em si… sendo eles: 6 anos de vida e 4 de Label rs e que venham muitos outros até se tornar uma biblioteca nacional da musica eletrônica ou se torne eterno né… hahahah. Pelo menos enquanto existir irei sempre buscar o melhor, independente de padrão ou mercado. Temos nossa ideia, foco, e buscamos sempre transpor o melhor para vocês quando se trata de nossos label’s: 13z Rec (Meu novo Label que completou 2 Anos) ou a Perception Corp.

2- Qual a sua relação com a música? E quando começou essa relação?

Bredes Fernando, R: Costumo dizer que é ‘psicografada’ rs, pois não possuo nenhuma formação relacionado a musica. Sempre convivi com alguns instrumentos… principalmente Metais, Violão, Caixa de Guerra ao qual toquei um tempo no colegial… Quando Criança tinha alguns brinquedos como pianinho musical, guitarrinha, essas coisas ai.. rs O que aconteceu realmente comigo foi um pouco ‘Anômalo’ para uma criança da minha idade… na época com 10/12 anos em media, não tinha mais que isso. Eu troquei meu Mega Drive (vídeo-game) rs , por minha primeira toca disco Gradiente, se não me engano o modelo. Para eu pode ouvir os discos da minha família… Secret Service, A-Ho, Engenheiros do Hawai, Legião, Pink Floyd, Elvis Presley, Muito Raul Seixas e por ai vai. Nessa época eu não tinha irmãos e ficava mais sozinho em casa, e o Radio me tomava bom tempo ou até mesmo batendo balde e panelas no quintal… rs Eu era vidrado no Walkman e minhas fitas rs, aos fim de semana ou as vezes íamos ao centro comprar fitas… aonde muitas vezes eu emendava varias e varias vezes as tapes (fitas) ou Regravava em cima. Me recordo que como não tinha mais vídeo game e não gostava muito de televisão, só dos programas que crianças costumavam ver tipo antes de ir pro colégio… Quando eu chegava eu já corria pra sala, para gravar os programas & musicas que passavam na radio e que eu gostava. Nem sonhava em comprar vinil por que não tinha tamanho conhecimento ainda do mesmo nem ideia do real valor, apesar de ouvir por horas os discos que existia em casa. Passando alguns anos ja, tinha o conhecimento sobre o Disc Jockey, mas também ainda não tocava. Eu Estava frequentando muitas festas em um demasiado período também. Foi aonde me aprofundei mais! Fui começar a tocar mesmo somente pro final de 2004, quem me deu uma unica aula só sobre (Compasso) foi um Deejay mais veterano aqui da região o Gutto Maia. Porem fui pegando mais o jeito mesmo porque passava muito tempo com um brother e deejay também daqui o Schuster Muller (Americana-SP), ai ficávamos treinando em vinil e cdj 100s. Até eu comprar minha primeira controladora e sintetizadora anos a frente. Não tinha os equipamentos e muito menos condições de ter. Ai quando ele pegava também para ensaiar sempre me ligava pelos gostos parecidos tanto de musica e estilo… Ficávamos horas e mais horas, dias, semanas, meses e anos treinando mixagem (viradas) rs. Já em 2006, apos 2 anos tocando por aqui em festas pequenas e com muito pouco suporte. Consegui tocar na “Digital Mushroom – Fazenda Bandeirinhas – Belo Horizonte, MG”, onde depois durante 3 anos fiquei indo e voltando e no ultimo ano fiquei morando 6 meses em Belo Horizonte, pelo convite do meu brother Julim Cesar aka Fatal Error. Nesse meio tempo toquei com pessoal local em algumas giges: clubes, privates, festivais, pubs, acabei tocando e conhecendo alguns estúdios por la e diversos Artistas tanto Nacionais e Internacionais de renome. Na época, eu ainda não estava produzindo a todo vapor… (apesar de ja produzir). Na Produção, mergulhei de vez no final de 2007, quando conheci o Leonardo Bardassi (Ribeirao Preto-SP). Eu estava na rodoviária de Belo Horizonte, conversei com ele dizendo que estava voltando pra casa… Na hora o Brother me convidou pra casa dele, abriu o estudio… Pois já vinhamos combinando algumas Aulas e Jam Session de Produções Live P.A.! Com isso, o Bardassi (Ele) me acentuou algumas Técnicas Basicas e coisas que já sabia que era pouco e me passou todo o restante dos conhecimentos mais básico… Para que eu poderia então tirar um som melhor e etc… Dai em diante a nossa ‘evoluSom’ é de cada um né? ‘individual’ como nossa passagem por aqui! Devo muito a Ele. (Salve, Mestre Barda!). Estamos planejando algumas coisas novas em breve, assim se os planetas e forças maiores permitirem. rs Nessa mesma epoca 2007/2008, criamos o DECONSTRUCTEDY LIVE ao qual lançamos alguns releases sendo: 2 Ep’s, 1 Álbum c/ 10 tracks Originais e 1 Álbum de Incríveis Remixeis dessas 10 Originais. O label da Suécia era o Club Stream Rec… Estão ativos até hoje. Eles já haviam lançado Grandes Nomes da Cena mundial por lá. E o projeto obteve uma Certa repercussão por la também. Depois de algum tempo também segui sozinho.. Até então nunca tinha lançado nada oficialmente nas lojas, estava com outras ideias e proposito… Focado extremamente no desenvolvimento e planejamento do meu live solo e da Perception Corp… E aqui estamos nós até hoje desde então!

3- São mais de 10 anos atuando como DJ e a mais ou menos 7 anos atuando como produtor. Nesse tempo de carreira tem alguma música ou alguma produção específica que marca essa fase? E qual foi o seu último trabalho lançado.

Bredes Fernando, R: Opaaa…Se Tem! rs. Vira e mexe toco algumas tracks minha tanto novas ou mais antigas e a pista tem aceitado bem nas ultimas vezes. Tem acontecido das pessoas me perguntarem também sobre tal musica quando me encontra, que teria comprado,baixado ou chegou ouvir na net, ai até mesmo entra em contato. Diz que gostou disso e aquilo. É muito bacana quando acontece isso, pois vemos a mensagem e missão nossa aqui se propagando e isso deve ser algo positivo né? Porem as especiais que marcou mesmo acredito eu que vou citar as que estou na cabeça agora:

Tracks & Labels:

“Hookers Monkeys” [Groove Division Rec – Brasil] – Abriu muita porta para mim. Foi minha primeira track Solo e Profissionalmente falando. Um EXCELENTE Label! https://www.youtube.com/watch?v=P48qSE8Nn6E

“Moby – Lie Down In Darkness (Bredes Fernando Remix)” [Contest Remix] – Esta até hoje na pagina de remix do Moby, ficou em primeiro cerca de 3 Anos. https://www.youtube.com/watch?v=32avI2tQr7o

“The Doos Of Perception” [13z Rec – Brasil] – Essa track é uma que também chamou atenção, lançada em 2013. https://www.youtube.com/watch?v=8CEO_hrnxGc

“The King Lizard” [Groove Division Rec – Brasil] – Meu primeiro Álbum Solo e veio uns support de Artistas muito incríveis para mim. https://pro.beatport.com/release/the-king-lizard/1087218

“Techno All Night” [Banm Rec – Espanha] – Bah, rs além dos Remixes Maravilhoso… escute a original. porque toda vez que toco Bagunça o ‘Baile’ rs. Composição da Letra minha também. https://www.youtube.com/watch?v=86z-6A2P9pQ

“Zombie Skin” [OpenSource Rec – Brasil] – outra track que obteve bastante repercussão. existe uma ideia bem ousada dentro da mesma. https://www.youtube.com/watch?v=i7grTpaYxbY

Dog Eat Dog” [Perception Corp] – Essa track em Especial a Original muitas pessoas ja conversaram comigo por causa dela, e isso é bom né? poxa sem deixar de lado os Remixes: Mad Zoo, Holocaos e mais. https://pro.beatport.com/release/dog-eat-dog/1012615

The Virgo Polyphonic” [13z Rec – Brasil] – É uma track que segue meu outro projeto Modularity Think, este mesmo ep saiu em desta na Rio Music Conference. E tem mais alguns absurdos Remixes: Augusto Merli, Davis Genuino, Luiz Pareto, Mauricio Um, Newton B. https://pro.beatport.com/release/the-virgo-polyphonic/1294787

Scary Night 3013″ [Login Rec – Berlin] – Essa track em especial também tem composição e aborda o tema de uma noite assustadora dentro do metro. existe até um vídeo massa dela com a track. (disponível no youtube). https://www.youtube.com/watch?v=KATGm21X5qY

Wheres Is The Jack” [Votan Rec – Brasil] – Muito boa e pouca conhecida pelo nome, porem quando eu toco pessoal me pergunta sempre se é de algum gringo. https://www.youtube.com/watch?v=y_1xQtui_wY

“Devaneios” [Wasabi Rec – Berlin] – Uma das melhores tracks que eu fiz na minha opinião, a pista gosta muito quando toco ela. https://www.youtube.com/watch?v=3uJQLWJKZTo

“El Carnivale Del Brasil” [unReleased] – Faz alguns anos que fiz ela e estou tocando só agora… em breve lanço toquei em especial agora nesse período do carnaval. https://soundcloud.com/modularitythink/modularity-think-el-carnivale-del-brasil-original-mix-un-rel-2015

“Contra Tempo” [UnReleased] – Também é uma das track que soltei o vídeo e toco ela as vezes em alguns lugares tem gente que assimila com o vídeo, outras já com a track em especifico. https://www.youtube.com/watch?v=u5IqxYtkN3w

poxa tem varias que eu poderia citar… Sobre os próximos lançamentos também tenho mais 2 Álbuns e mais alguns EP’s prontos. Sendo 1 álbum do meu projeto principal mesmo que leva meu nome Bredes Fernando e outro do meu alter ego Modularity Think, ao qual abordo uma temática diferente e sonoridades sintetizadas, orgânicas etc. Recebeu recentemente um ótimo feedback de Artistas e até mesmo da Rio Music Conference em uma pauta.

Meus últimos trabalhos solo lançado, é uma track qual recebi o convite do Pedro aka Click Box para lançar na Timbral Records [Brasil], o label é recente, ~ mas as pessoas por trás são de um talento impressionante… Eli iwasa, Felipe Charrent, Felipe Lobão (preciso nem falar mais nada né? rs) . A minha track que saiu por la chama “Reciclando Pessoas”, na compilação deles acabou levando support de artistas como Troy Pierce, Stayce Pyllen e mais outros também. Já meu ultimo EP denomidado “THE DANCE OF GODS”, pela a Tlaloc Records [Mexico], também recebeu um grande suporte de artistas como Richie Hawtin e mais alguns.

Tenho talvez menos Releases para sair em 2015, pois esta um pouco corrido para mim ministrar tudo. Mas prometo que darei meu melhor em todos eles!

4 – O que você preparou para os ouvintes nesse Podcast?

Bredes Fernando, R: Nesse Mix… rs. Separei algumas tracks que venho tocando a alguns anos. Mas também incrementei com alguns releases de Amigos & Promos que valorizo muito. Sem contar a primeira track que abro o set que também é um remix Meu novo para um amigo de outro pais. Resumindo é uma ideia do novo e do velho, sem se quer limitação ou preocupação tanto com estilo, bpm etc. o importante é boa musica sempre né?! Afinal é disso que as pessoas estão atras acredito eu! rs A surpresa final deixo para vocês no mix.

5 – Como você conheceu a Smoke Buddies? E aproveite e deixe um recado para os ouvintes

Bredes Fernando R: Agora pegou! rs. Me recordo que ouvi e também li uma entrevista com o Junior Felix da Votan na Smoke Buddies, através da Indicativa Rec. Ai por destino acredito eu rs estava fazendo uma seleção e curadoria artística e encontrei a Dóla, qual me convidou para participar desse episodio. como já conhecia pelo que tinha rolado com o Junior, também me interessei a participar dessa proposta bacana.

Bom pessoal, acho que já deu para saber um pouco do que faço e minha ideia, o resto deixo para vocês conhecerem no Podcasting. Esperem algumas novidades quentes demais para 2015, fiquem atentos coma Perception Corp e 13z Rec muita novidade vindo por ai.

Obrigado /

Mais deste autor