Planta na Mente embala multidão pela legalização em desfile no Rio

planta na mente arrasta mais de 40 mil pelas ruas do rio maconha Planta na Mente embala multidão pela legalização em desfile no Rio

Planta na Mente realizou seu nono desfile na quarta-feira de brasas (06), arrastando uma multidão de foliões, nas ruas do Rio. Bloco reuniu mais de 40 mil pessoas em cortejo, pedindo a legalização e explanando o quão normal e tranquilo é fumar maconha por diversão.

lazy placeholder Planta na Mente embala multidão pela legalização em desfile no Rio

#PraCegoVer: Fotografia na vertical mostra a militante Flávia Soares olhando para cima enquanto segura um estandarte de tecido, na cor crú, onde lemos “Letal é a maconha ilegal”, decorado de fitas verdes e amarelas. Crédito Dave Coutinho

O Bloco Planta na Mente é tão importante quanto a Marcha da Maconha, pois além dos sons dos bumbos, marchinhas, metais e tambores que embalam todas as ações pela legalização no Rio de Janeiro, o Bloco possui uma magia indescritível que reúne, a cada desfile, uma multidão em uma ação direta em prol de direitos e liberdades.

Como nos últimos anos, a quarta-feira (06) ficou em brasas com o Bloco Planta Na Mente que concentrou sob os Arcos da Lapa e partiu em cortejo pouco após às 16h20, arrastando mais de 40 mil pessoas pelas ruas da Lapa até a Praça Tiradentes e nem a chuva espantou os foliões.

“Deu 4h20
a tocha se acendeu
Lá no centro da cidade
com alta intensidade
Planta na Mente apareceu”
– Ponto das 4h20

Com suas marchinhas adaptadas instigando em tons libertários o debate e a reflexão sobre a maconha e seus usos, além de criticar o cenário racista e proibicionista que vivemos, o Planta na Mente juntamente com seus foliões lembraram que o carnaval também é espaço para manifestação popular e que, com um tom de humor e sarcasmo, funciona como arma de transgressão política. Como canta o refrão do Ponto das 4h20: “Pode acender que vou fumar!”

lazy placeholder Planta na Mente embala multidão pela legalização em desfile no Rio

#PraCegoVer: Fotografia do rosto de uma mulher negra vestindo óculos escuros, brincos e tiara decorados com a folha da erva enquanto joga beijo para câmera. Na tiara vemos a palavra HEMP escrito na cor verde. Ao fundo vemos pessoas e os Arcos da Lapa.  Crédito Dave Coutinho

Às vésperas do dia da mulher e do movimento #8M, em que mulheres foram às ruas no dia 08 de março em pelo menos 22 cidades brasileira, por direitos e contra Bolsonaro; o bloco Planta na Mente soltou o verbo no recado dado na voz de Flávia Soares, assista no vídeo abaixo:

E no ritmo de “O abre alas / Que eu vou explanar / Fumo maconha / não posso negar” é que milhares pediram a legalização e explanaram o quão NORMALIZE e tranquilo é consumir a erva por diversão. O consumo da maconha é um direito individual, uma liberdade de cada cidadão sem o Estado poder intervir.

Confira abaixo os registros de um dos mais belos desfiles do bloco Planta na Mente:

Por Phill Whizzman

Por Felipe Teixeira

Por Dave Coutinho

Clique aqui e veja mais fotos por Adalberto Neto na cobertura Bem Bolado Brasil

#PraCegoVer: Fotografia (de capa) mostra uma senhora, durante o bloco Planta na Mente, segurando um cartaz com a seguinte mensagen: “Pura, recatada, do lar e maconheira!” Ao fundo vemos pessoas e os Arcos da Lapa. Crédito: Phill Whizzman.

lazy placeholder Planta na Mente embala multidão pela legalização em desfile no Rio

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas. CEO "faz-tudo" e Co-fundador da Smoke Buddies, um projeto que começou em 2011 e para o qual, desde então, tenho me dedicado exclusivamente.